domingo - 22/03/2020 - 11:44h
Inavan Lopes

Médico admite ter coronavírus e reforça luta contra pandemia


O médico ginecologista e clínico geral mossoroense, Inavan Lopes, posta em redes sociais um comunicado aos amigos e comunidade em geral. Assinala que está com o coronavírus, mas já sob cuidados recomendados para esses casos.

Médico Inavan Lopes, mossoroense, aproveita situação para reforçar apelo à colaboração contra vírus (Foto: Web)

Suas palavras reforçam mais ainda o que autoridades e nós aqui, de forma muito operária, temos reiterado: todo cuidado é pouco e o confinamento é por enquanto a grande arma para se evitar o contágio e sua propagação:

Prezados(as) Amigos(as),

Infelizmente, por razões totalmente desconhecidas, já que não estive viajando nesses últimos 60 dias, fui acometido de uma virose que terminou se confirmando tratar-se da Covid 19.

Assintomático com as características da patologia, apenas com gripe, desde o início por prevenção, adotei o uso de máscaras e outras formas assépticas de contaminação.
Do mesmo modo, pus-me em isolamento social e quarentena, preconizado pelo Ministério da Saúde.

Peço humildes desculpas pelo eventual transtorno que possa ter causado a alguém. Eu também sou uma vítima desta Pandemia que atormenta a Humanidade.

Como não viajei a lugar nenhum, é crível que não seja o primeiro caso de Mossoró, por ter sido contaminado dentro da cidade.

Agradeço as inúmeras manifestações de solidariedade dos meus Familiares, Amigos e de toda a Comunidade de Mossoró!

Faço um clamor: vamos tomar todos os cuidados preconizados pela comunidade científica e autoridades sanitárias para conseguirmos vencer esta guerra.

Santa Luzia, Nossa Senhora de Fátima e São Francisco nos protegerão!

Bom dia a todos e que Deus nos abençoe com sua misericórdia!

Mossoró, 22 de março de 2020.

Inavan Lopes da Silveira.

Nota do Blog – Conheço Inavan, não o doutor, desde fim da adolescência. É um sujeito que costumo falar, citando também outros poucos com igual característica: não mudou em nada ao longo de todo esse tempo. É íntegro, denodado no que faz e um típico cidadão de bem.

Sua exposição pública, servindo de exemplo pessoal a essa luta que todos travamos, diz muito sobre o que ele é.

Tamo junto, cara!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Saúde

Comentários

  1. Sidney diz:

    Que Deus venha a cuidar de ti

  2. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Que seja rápida a sua recuperação, Dr.Inavan. Deus lhe abençoe!

  3. Carlos Andre Gomes de Araujo lima diz:

    Hoje à tarde ouvi áudio de uma médica onde afirma que o médico apresentou esta doença no início do mês, dia 2 de Março, O que leva a concluir que ele foi infectado no final de Fevereiro provavelmente no período do carnaval e que o mesmo não viajou, O que podemos concluir que a transmissão Comunitária já ocorre desde o final de fevereiro então as medidas absurdas que estão sendo implementadas agora de nada surgirá efeito, pois a infestação já tomou de conta de boa parte da população.

    • Carlos Andre Gomes de Araujo lima diz:

      Vale salientar que a estatística hoje feita é totalmente imprecisa, pois não leva em conta os casos de pessoas infectadas e que não apresentam sinais ou que apresentam sintomas de um leve resfriado, o terrorismo que a mídia está fazendo irá prejudicar muito mais a população do que está epidemia de gripe.

      • Carlos Santos diz:

        NOTA DO BLOG – Existe grande subnotificação, até porque não existem meios hoje para exames ágeis. o que o governo está tentando conseguir. Muita gente circula com o vírus incubado, sem apresentar sintomas

    • Carlos Santos diz:

      NOTA DO BLOG – Não é bem assim, Carlos. A medida de confinamento é adotada com êxito na maioria dos países e o caso de doutor Inavan não derivaria realmente de viagem. É situação bem mais próxima e por sua atividade, deve ter pego de gente com a qual teve contato em Mossoró. Tenho mais informações, mas não tenho autorização para publicar.

      Abraços

  4. João Claudio - Mãos lavadas e enxaguada com água do poço. diz:

    A lógica impõe que médico adquiriu o vírus através de contatos diários com os seus pacientes.

    Haja vista o médico saber os nomes, endereços e números de telefones dos pacientes, não seria uma boa idéia rastrea-los para saber qual deles era portador do vírus. e a partir de entāo rastrear as pessoas com quem o paciente teve contato, se esteve na China ou na Europa, enfim, fazer uma busca minuciosa até encontrar a fonte e, se possível, evitar mais contágios?

    A agenda com os nomes dos pacientes do médico é um grande ponto de partida.

    Esse é o meu ponto de vista.

    Fica a sugestão.

    • Carlos Santos diz:

      NOTA DO BLOG – Num dos locais onde ele trabalha, o HMAC, deve circular mil pessoas por dia. Esse é o ponto de partida do entendimento elementar do caso. Do vigilante ao colega médico. Abraços.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.