domingo - 30/09/2012 - 12:03h

Minha vida, meu aplauso


Por Sandra Herzer

Fiz de minha vida um enorme palco sem atores,
para a peça em cartaz sem ninguém para aplaudir
este meu pranto que vai pingando
e uma poça no palco se faz.

Palco triste é meu mundo desabitado
solitário me apresenta como um astro
astro que chora, ri e se curva à derrota
e derrotado muito mais astro me faço.

Todo mundo reparou no meu olhar triste
mas todo mundo estava cansado de ver isso
e todo mundo se esqueceu de minha estreia
pois todo mundo tinha um outro compromisso.

Mas um dia meu palco, escuro, continuou
e muita gente curiosa veio me ver
viram no palco um corpo já estendido
eram meus fãs que vieram pra me ver morrer.

Esta noite foi a noite em que virei astro
a multidão estava lá, atenta como eu queria
suspirei eterna e vitoriosamente
pois ali o personagem nascia e eu,
ator do mundo, com minha solidão… morria!

Sandra Mara Herzer nasceu em Rolândia – São Paulo, em 1962; desde muito cedo reconhecendo-se como homossexual, foi uma interna da Febem cuja vida e poemas (publicados no livro “A queda para o alto”), serviram de inspiração para o filme Vera. Suicidou-se aos 10 de agosto de 1982, atirando-se de um viaduto no centro de São Paulo.

Nota do Blog – Li “A queda para o alto” há mais de 30 anos. Reli-o há poucos meses, graças ao “Sebo do Canindé”. Nova leitura, um novo livro ainda melhor.  Intenso. Visceral.

Categoria(s): Grandes Autores e Pensadores / Poesia

Comentários

  1. Carolina Vasconcelos diz:

    A cidade de Rolândia fica no norte do estado do Paraná e não em São Paulo, como informaram.

  2. CLAUDIA diz:

    Oi, não sei se alguém, irá ler isso, hoje tenho 46 anos, mais quando ainda moça, li este livro, e nele, me reconheci em alguns aspectos, não de homossexualismo, mais sim a tristeza desta menina, a indiferença, perda, sem esperança, vivi nas ruas por muito tempo, vivo de aparência, uma pessoa que não existe, um sorriso falso, uma felicidade que nunca conheceu, um desejo de ser feliz, que não se concretizou, uma luz que se apagou aos 8 anos de idade, hoje tenho uma filha de 20 anos, a qual sinto que estou atrapalhando a vida dela com as minhas tristezas, lagrimas e dor, amo um homem, que na verdade ama outros homens, minha vida profissional uma droga, nada construí, na minha estrada da vida, quando olho para trás, nada vejo construiso, só construí para as outras pessoas, não tive oportunidade de ser feliz, e através de tudo que aconteceu com a Sandra e nela me vejo, e faço as palavras dela as minha A SOLUÇÃO É MORTE.
    Pode ser que quem um dia ler essa mensagem, verá que no dia 12 de Outubro de 2014, terá mais uma pessoa que por tristeza deu mais uma QUEDA PARA O ALTO, fq com Deus e peço que rezem por mim, para que Deus me perdoe pelo que farei, estou cansada de lutar por uma coisa que não existe F E L I C I D A D E. na verdade morri quando tinha 8 anos de idade, se eu fosse escrever minha história, daria um GRANDE LIVRO TRISTE, obrigado por ter tido a paciência de ler um desabafo – Claudia Z. * 24.08.1968 + 12.10.2014.

    • luciana diz:

      oi Cláudia,a vida de todo mundo tem coisas tristes ,não sei pelo que passou ,imagino que tenha sido horrivel e não justo ,mas continuo acreditando que vale a pena tentar ser felz,vale a pena viver.Fique com Deus.

    • fernanda diz:

      ola! claúdia ,li teu comentário nao sou Deus, mas senti toda tua tristeza ,chorei ao saber q existe pessoas tao triste assim como vc ,o que eu posso te falar é q existe um Deus lá no céu ,nao sei se tu acredita ,nao sei qual tua religiao ,mas esse Deus q to falando é muito fiél ,milagrosa ele atende as causas impossíveis ,onde tu acha q tudo termino ,q tudo está acabado ,ele vem e entra com providencia na tua vida ,quando tu acha q está caida ,q nao consegue mais andar ,ele te carrega no colo ,pq deus é fiél ,Deus nao t abandono e ele jamais irá t abandonar .amiga Deus sabe da tua angustia ele chora junto contigo e ele quer t ajudar .amiga Deus é contigo .

    • selminha diz:

      Olha só,li sim o que vc escreveu e senti muita pena de vc,mas posso te dar um conselho?A gente nasce e morre sozinho,somos fruto de nossas próprias escolhas,as vezes pensamos estar fazendo a coisa certa e la na frente vemos que deu tudo errado,isso acontece porque esperamos muito das pessoas e quando elas nos decepcionam ficamos frustrados e amargurados,,quer saber se já passei por isso?Sim .Mas depositei minhas esperanças nas mãos de um Deus vivo que pode todas as coisas,nos ajuda nos momentos difíceis sem nos cobrar nada,sem nos julgar,faça isso querida e verás que só temos valor mesmo pra Deus,bjão querida fica na paz!

  3. luciana diz:

    Olá<não sei pelo que passou ,imagino que tenha sido horrivel,mas não desista ,tenha fé em Deus.Todos nós passamos por coisas tristes ,uns não sei por quê sofrem mais,mas Deus ha de olhar pra ti .Fique com Deus,fique bem.

  4. Patricio diz:

    Olá. Li esse livro quando jovem tbém. Passei maus bocados na minha infância. Entendo muito bem o livro da Sandra pois vivi na Febem tbém. Não foi fácil.
    Quanto a você Claudia! desiste não! Lute. Procure a felicidade. Não insista no erro. Faça o seu caminho. Não procure o picadeiro triste e solitário. Vá para a plateia. Viva a vida. Sinta o ar e a presença de Deus em tudo! Fica na Paz minha irmã.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.