sábado - 27/07/2019 - 07:46h
ANL

Nem academia nem acadêmico


Edital da ANL (Reprodução)

Por François Silvestre

Sérgio Vilar publicou no Papo Cultura uma hipotética academia de letras, em cuja relação consta meu nome. É uma brincadeira e encaro com tal.

Mas foi assim que respondi a ele:

Meu irmão, vi uma lista que você publicou incluindo-me numa hipotética academia paralela de letras. Desculpe, mas em matéria de academia eu não sou acadêmico nem alternativo. Já fui convidado para disputar vaga na de Diógenes, mais de uma vez, e sempre declinei.

Na última vez, estava no Rio, quando recebi um telefonema de Manoel Onofre Jr. dizendo-me que fora encarregado por vários acadêmicos para que eu aceitasse incluir meu nome na disputa de vaga que surgira.

Declinei do convite mais uma vez.

Disse-lhe, na ocasião, que respeitava a academia e seus membros, mas não combina comigo essa coisa de academia ou clubes literários. Até porque eu não iria participar dos eventos da Casa. E só pela pose do título não seria honesto.

Ele tá vivo e você pode consultá-lo sobre o que acabo de contar. Com meu abraço fraterno, agradeço-lhe, mas declino.

P.S: Fui procurado outras vezes, inclusive pelo vice-presidente da Academia, Paulo Macedo,também dizendo ser portador do convite por outros acadêmicos. Mais de uma vez. E sempre repito que mesmo reconhecendo a honra do convite, respeitosamente declino.

Agora mesmo vejo no meu WhatsApp uma postagem de Alex Medeiros informando a abertura de vaga na Academia pelo lamentável falecimento do amigo Lenine Pinto. Não, Alex; essa informação nada me diz.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Crônica

Comentários

  1. François Silvestre diz:

    Quando foi fundada a academia de letras jurídicas, o presidente Adalberto Targino incluiu meu nome na relação dos fundadores. Sem o meu consentimento. Ele teve de substituir antes da instalação.

  2. Odemirton Filho diz:

    O mestre tem seus motivos para declinar do convite.
    Entretanto, a Academia ganharia com sua ilustre presença.
    De toda sorte, os seus escritos aqui e alhures
    já é motivo de regozijo para nós, fiéis leitores.
    Fraternal abraço.

  3. Q1Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Fique por aqui mesmo, François Silvestre. Compromissos demais poderiam afastá-lo de nosso convívio. No “Nosso Blog” a cadeira mais festejada é a sua. Não ouse levantar-se, prata da casa.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.