quarta-feira - 13/05/2020 - 19:42h
Brasil

No duelo de frases…


Por François Silvestre

…pinicos se fartam. Branchu, o filósofo parisiense perdido nas madrugadas do cais de Santa Rita, no Recife da triste melodia, dizia com muita reflexão: “Fora do buraco, tudo é beira”.

E de pinicos, o duelo que mereceu registro literário foi entre Samuel e Clemente, num dos momentos geniais do humor de Ariano Suassuna, na obra ímpar “O romance da pedra do reino”.

Dá pra misturar genialidade e pinico? Dá. Até porque o escatológico tanto trata de Deus, no fim do mundo, quanto do resultado da merda no mundo dos vivos. Vejam no dicionário, antes de me incriminarem.

Os exames de Aírton e Rafael deram negativos para o corona vírus. O que tem a ver com os pinicos? Tem sim. Aírton e Rafael são Bolsonaro. Quando você vai se vacinar contra gripe precisa identificar-se, com toda burocracia. É da lei. Aírton e Rafael não precisaram. E fizeram o exame com nomes falsos para depois, após a palhaçada de cobrança, feito pierrôs e arlequins, dizerem: “Eu sou um só, e me chamo Bolsonaro. Tô e sou negativo”. “Operante positivo”, respondeu o general Heleno.

Taí. Depois, vem o vídeo da reunião ministerial, que segundo o próprio Bolsonaro não haverá mais. “Não farei mais reunião ministerial”. Isto é, fechou o cabaré.

E pra concluir no rumo da filosofia de Branchu, “O que é um peido pra quem tá todo cagado”? Nada. Na briga entre Bolsonaro e Moro, só tem caráter o feminino. Como assim? perguntaria Giovana. Briga, que é feminino, é a unica coisa que tem caráter entre Moro e Bolsonaro.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Opinião

Comentários

  1. Msc diz:

    Vem aí mais uma leva de conspiração affffff!!!

    Bora fiscalizar as ações contra o covid no nosso Estado?

  2. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Ocorre Mestre François, que, no governo da Cavalgadura Mor, fora do buraco….tudo é precipício….!!!

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 73186

  3. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Aírton e Rafael…no próximo, será “beija-flor”.

  4. Amorim diz:

    Certa vez encontrei Branchu na escadaria de um cabaré que ficava no Recife antigo, fiz-lhe uma pergunta; respondeu ele: ” meu filho, as coisas simples são menos complicadas”
    E desceu com um palito no canto da boca, camisa de tricoline listrada, caça de brim arranca toco e chapeu de massa!
    Ainda ouvi resmungando: ninguém sem ninguém né ninguém!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.