quarta-feira - 30/09/2009 - 09:33h

O exemplo do funcionalismo municipal de Mossoró


Toda crise deixa algo de positivo. A que se estabeleceu entre o governo da prefeita Fafá Rosado (DEM) e o funcionalismo municipal não é diferente. E o positivo, nesse caso, é o exemplo que os servidores estão dando.

Tem mostrado uma extraordinária capacidade de mobilização e unidade. Algo pouco comum nos dias atuais, onde quase sempre se observa o enfraquecimento de movimentos sociais organizados.

No caso do desconto dos 29 dias de greve, poderiam ter ocorrido duas situações.

A primeira era a categoria se revoltar contra o sindicato. E isso até chegou a ser alimentado por parte da imprensa local. Antes mesmo de a Prefeitura liberar a folha de salários, já tinha jornalista antecipando que haveria o desconto para o funcionalismo, exceto para os diretores do sindicato, que estavam protegidos por lei. Ou seja, induziam as pessoas a acreditarem que os líderes sindicais só encaravam o movimento porque estavam "protegidos", e deixavam a categoria pagar a conta.

A segunda alternativa era reforçar o sindicato e arranjar forças para manter a luta. Entre as duas, a categoria ficou com a segunda. Um exemplo muito bonito de amadurecimento e consciência. Os trabalhadores entenderam que só são fortes quando estão juntos e isso passa por um sindicato articulado e com respaldado pela categoria.

Ao invés de brigar internamente e fragilizar seu sindicato, a categoria se reuniu na entidade e a reforçou. Se articulou e recomeçou a luta. Não se intimidou. Ao contrário, ocupou o Palácio da Resistência em um movimento coeso e forte. Surpreendeu o Governo. Isso ficou muito claro. Tanto que o chefe de Gabinete, Gustavo Rosado, citou a chegada dos grevistas ao Palácio da Resistência, a citando como "pouco civilizada". Um exagero.

Também reclamou do carro-de-som e de algumas músicas tocadas. O fato é que o Governo se viu forçado a reabrir o diálogo e, embora tenha mantido a aparência de que não pretendia recuar, estava querendo o acordo. Viu que seria muito perigoso a manutenção daquela greve. Principalmente como ocorreu hoje (ontem).

Os servidores que ocuparam o Palácio mostraram que não estavam fragilizados, ao contrário. Sabe-se lá de que é capaz um alguém desesperado por não ter salário para manter sua família no mês.

Sem o acordo, talvez a prefeita Fafá Rosado nem mesmo tivesse condições de participar com tranquilidade do desfile de 30 de Setembro. Um risco e desgaste muito grande para o Governo Municipal, quase que na véspera de um ano eleitoral.

O entendimento foi ótimo para as duas partes. Mas, nesse momento, Mossoró deve aplausos para o funcionalismo público municipal, pela coragem, ousadia e nível de consciência política.

Parabéns!

* Extraído do Blog de Julierme Torres AQUI.

Categoria(s): Sem categoria

Comentários

  1. Everton Carlos da Costa Cardoso diz:

    Eu tenho a impressão que esse “acordo” foi só para facilitar a participação da prefeita Fátima Rosado no desfile desse 30 de setembro. Queira Deus que eu esteja equivocado.

  2. MARCOS PINTO. diz:

    É O IMPRESCINDÍVEL PROCESSO DE CONSCIENTIZAÇÃO POLITICA SE CONSOLIDANDO, E SERVINDO DE EXEMPLO AOS DEMAIS SEGMENTOS SOCIAIS DE MOSSORÓ. AVE! SALVE!

  3. Fatinha Queiroz diz:

    É gostaria que assim fosse tb no estado.Poís acho o SINTER,muito fraco.Por ex;Mais uma vez a governadora enrolou aos funcionários da educação.A sua equipe afirmou que nesse mês seria emplantado em nossos salários a diferença do piso salarial,mas para a nossa surpresa para variar ,fomos enganados mais uma vez.Acho o SINTER,fraco pq já era pra ter convocado a categoria para ir a luta pq desde o mês de agosto que a governadora vem nos enganando com promessas falsas e o SINTER não toma iniciativa.Não dá mais para esperar é hora de ação essa mulher que esta no governo não é de nada não paga nem promessas santa…….Desde o mês de outubro de 2007 que o meu salário é o mesmo no estado ouve aumento de salário mínimo por várias vezes de lá pra cá e o nosso salário não muda em nada.Essa VILMA é uma governadora sem sentimentos,inflexível,sem credibilidade………Vamos -lá SINTER ,faça valer a força sindical tome por exemplo o SINDISERPUM,está na hora de acabar com esse joguinho de bastidores e convocar a categoria para a luta………..

  4. Fatinha Queiroz diz:

    Mais a categoria acredita no sindiserpum que já mostrou em várias lutas que foram eleitos para representar os servidores,como já aconteceu em vários movimentos como esse que está acontecendo agora como tb na greve da educação no inicio do ano.A direção do sindiserpum é guerreira e não curva a cabeça e ao contrario de outros não ficam com joguinhos surjos de bastidores não.Eles dão mesmo a cara para bater e saem em defesa do funcionário.Parabéns a todos os servidores de Mossoró e direção do sindiserpum.Gostaria muito que o sinter fosse assim……….

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.