segunda-feira - 30/05/2016 - 13:52h
Lei Seca e verbo

O pecado é o que sai da boca


Sitiado por protestos de entidades de classe da Polícia Civil e até militares, o Capitão Styvenson – coordenador da Lei Seca no RN – voltou atrás em suas palavras.

Através de endereços seus em redes sociais, pediu desculpas pela verborragia. Houve excessos, admitiu.

Ao generalizar, errou feio. Julgou que delegados civis ganham bem demais e “não fazem nada”.

Mas a sabedoria chinesa já ensina: “A palavra pronunciada e a flecha lançada, não voltam atrás.”

O capitão peca pela boca, paradoxalmente, o mesmo que acontece com quem é flagrado na Lei Seca.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.