domingo - 10/01/2021 - 09:22h

“O prato do dia” na resenha política

Jaime: prato crítico (Foto: web)

Jaime: prato crítico (Foto: web)

Por Paulo Menezes

Jaime  Hipólito Dantas, natural de Caicó, escolheu o chão de Mossoró para viver, trabalhar e fazer amigos. Promotor de Justiça, professor, escritor,  prosador brilhante, crítico literário, grande intelectual da terrinha, era redator de um programa político veiculado na Rádio Tapuyo de Mossoró de nome “O Prato do Dia”.

Era campeão de audiência no horário, graças à ironia picante do grande escritor caicoense.

Era apresentado por Souza Luz, que motivado pelo sarcasmo de sua voz, era detestado pelos adversários de sua corrente política.

Por ser seguidor fiel de Vingt-Rosado, (à época inimigo de Aluízio  Alves), o programa tinha uma linha editorial sempre voltada para detratar Aluízio e mostrar as virtudes de Vingt. Isso  durante muito tempo até enquanto durou o afastamento político de ambos, tão grande que transformou adversários em ferrenhos inimigos.

Com o passar do tempo e o amadurecimento político dos desafetos, aconteceu o que era tido como praticamente impossível: Aluízio  e Vingt fumaram o cachimbo da paz.

Com o fato ocorrido, o “Prato do Dia”, passou a encontrar em Aluízio grandes qualidades até então desconhecidas.

Questionado sobre o porquê da mudança tão brusca no programa, por que Jaime Hipólito vivia esculhambando Aluízio Alves e de repente passou a elogiá-lo, diariamente, o redator não titubeou:

– Mandamos apurar e descobrimos que era tudo mentira.

Paulo Menezes é meliponicultor e cronista

Categoria(s): Crônica

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.