quinta-feira - 20/02/2020 - 15:46h
Cultura

Os 100 anos de “Raibrito” e a memória de um povo


Este ano, 2020, é o ano do centenário de nascimento do historiador e pesquisador Raimundo Soares de Brito (1920-2012), nome que deixou acervo com dezenas de livros publicados e uma vida dedicada ao estudo de tudo o que diz respeito ao solo potiguar.

Esboço de produção comemorativa tem texto do jornalista Dorian Jorge Freire (falecido) sobre Raibrito

Para a elaboração de eventos que celebrem sua vida e cultuem sua memória, seu sobrinho e também pesquisador Marcos Oliveira (84-988727647) trabalha a montagem de uma programação que não deixe passar em branco esse marco. Abriu contatos com prefeituras e deverá buscar apoio da Fundação José Augusto (FJA) do Estado.

Também quer canal de entendimento com instituições culturais como Academia Mossoroense de Letras (AMOL), Instituto Cultural do Oeste Potiguar (ICOP) e Instituto Histórico e Geográfico do RN (IHGRN).

Já existe uma manifestação do prefeito caraubense Juninho Alves, para colocar a municipalidade como apoiadora. Até antecipou que constituirá comissão especial para esse fim.

Coletânea

Marcos Oliveira pretende encetar uma exposição sobre Raibrito, que será itinerante entre Mossoró e Natal, mas tendo início em Caraúbas na Escola Estadual Antônio Carlos (onde Raimundo estudou). A data e outros detalhes serão anunciados em breve.

Há também a organização de uma coletânea reunindo textos e documentos sobre Raibrito, cujo lançamento será agendado em breve.

Nascido em Caraúbas, a 23 de abril de 1920, “Raibrito” fixou-se em Mossoró por muitas décadas, trabalhando, estudando e pesquisando a terra e a gente norte-rio-grandense. Ao longo de sua vida produtiva, ele constituiu um impressionante acervo.

Faleceu em Natal no ano de 2012.

Nota do Blog - Excelente iniciativa, Marcos. Sei de sua paixão por Raibrito e sua obra, além do profundo zelo por essa tarefa árdua de manter viva sua história e trabalho. Conte conosco.

Quanto a Raibrito, só lembranças boas. Uma delas, visita que fiz há mais de 30 anos à hemeroteca que formara, organizada com esmero em sua própria casa. Que maravilha.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Cultura

Comentários

  1. Raniele Costa diz:

    Parabéns ! Mais do que merecida essa homenagem ao grande historiador do Rio grande do Norte, uma grande iniciativa de Marcos Oliveira e que todos apóiem essa homenagem.

  2. Antônio Marcos de Oliveira diz:

    Caro Carlos, seu apoio é estimulante para as perquirições em busca do sucesso. O velho Raibrito merece ser lembrado. Muito obrigado.

  3. ANTONIO DE FARIAS CAPISTRANO diz:

    Raimundo Soares de Brito merece todas as homenagens do povo e das instituições que cuidam da memória histórica do Rio Grande do Norte. Ele foi um pesquisador de fatos e acontecimentos da história do nosso Estado. A UERN e a prefeitura de Mossoró tem uma missão importante que é resgatar a obra do pesquisador Raimundo Soares de Brito. Publicando e divulgando seus trabalhos, além disso, realizar um seminário sobre a importância das suas pesquisa para a preservação da nossa memória histórica.

  4. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Que o centenário de Raibrito seja festejado e sua memória perpetuada. Sucesso, Marcos Oliveira!

  5. Consuelo Freire diz:

    Parabéns, Marcos. Desejo sucesso nesta tarefa heróica. Continuamos a incentivá-lo e apoiá-lo,pois sabemos o quanto é dificil, neste país, o trabalho de organizar e preservar a nossa memória documental. Consuelo Freire

  6. François Silvestre diz:

    Raibrito não era um homem, era uma Humanidade!.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.