domingo - 09/11/2014 - 04:15h

Poema de Natal


Por François Silvestre

Em Dezembro, o embalamos na manjedoura/

ao som de suaves sinos,/

canções tristes de ninar./

Entre compras e presentes/

nos trocamos,/

recebendo e dando./

Num alegre mafuá./

Dobramos o ano ao cantar da festa/

e ao brilho da Luz./

Três meses depois,/

O condenamos!

Dando-Lhe maioridade,/

retirando-O da manjedoura/

e O pendurando na Cruz!

François Silvestre é escritor

Categoria(s): Poesia

Comentários

  1. naide maria rosado de souza diz:

    Beleza!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.