terça-feira - 31/07/2007 - 17:42h

Prefeito de Areia Branca vive perigo de cassação


Mantido no cargo de prefeito de Areia Branca por uma liminar obtida no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no dia 9 passado, Manoel Cunha Neto, o "Souza" (PP) está por um fio.

A votação de recurso em que ele figura como réu, denunciado por compra de votos em 2004 (veja matéria em primeira mão abaixo), o coloca em momento muito difícil.

Quando a votação for retomada, o prefeito terá 2 votos a zero, faltando outros dois votantes em plenário. Se a juíza que pediu vistas à matéria, Maria Soledade, for contra a cassação e tiver endosso do último votante, Josoniel Fonseca, Souza estará pelo voto de minerva.

O presidente do TRE, desembargador Cláudio Santos, é quem definirá o futuro de Souza, ocorrendo empate.

Se houver confirmação de cassação, como ocorrido no início do mês, o médico Ruidemberg Souto (PTB) é quem será empossado. A última instância para rever o quadro, para Souza, será o TSE – onde ele conseguiu liminar (veja matéria aqui).

Em síntese, é um cenário bastante complicado e difícil.

Categoria(s): Sem categoria

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.