• Banner Lion Brazil Fim de 2019 - 05-12-19
terça-feira - 17/10/2017 - 08:32h
Na Justiça

Prefeitura vai dizer por que não começou cirurgias eletivas


O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Mossoró, Pedro Cordeiro Junior, promove audiência hoje às 9 horas com representantes da Prefeitura de Mossoró (Procuradoria, Secretaria da Saúde etc.).

Em pauta, a não-realização de cirurgias eletivas no município, em que há fila enorme de pacientes à espera de procedimento, número que chegaria a 1,2 mil pessoas, como a própria prefeitura estaria admitindo.

Portal da PMM deu notícia de inicio de cirurgia e, após 'alerta', deu outra atestando que seriam apenas 'contatos com pacientes'

No último dia 11, o portal da Prefeitura Municipal de Mossoró chegou a ponto de anunciar que as cirurgias começariam na segunda-feira (16), ontem (veja AQUI). O governismo sabia que isso não aconteceria, mas noticiou.

O Blog Carlos Santos atestou em postagem no dia passado, que ao contrário do que tinha sido informado pela prefeitura, não haveria qualquer cirurgia. Acertamos na “mosca”, provando que ocorrera divulgação inverídica por parte do governo municipal, ludibriando a boa-fé da população e até mesmo a Justiça.

Prefeitura desmente a si mesma

No curso do dia passado (segunda-feira, 16), o portal da municipalidade voltou a noticiar o assunto – mas noutro tom mais realista. Em vez de cirurgias, começariam “contatos com pacientes”. Veja: “Central de regulação inicia contatos com pacientes para realização da cirurgia eletiva“. O ‘ajuste’ à realidade aconteceu após ‘alerta’ de postagem do Blog Carlos Santos.

Na prática, o governo desmentiu a própria notícia que tinha dado, após flagrado no deslize.

Nossa página avisou que estaria ocorrendo um embuste. O “enrolation” visaria apenas enganar a população ou ao Judiciário também? Eis a questão.

A verdade dos fatos

Oficialmente, a prefeitura sequer tinha formalizado contratos com os hospitais à realização das cirurgias, mas apenas um “protocolo de intenções”. Não mentimos nem exageramos. Os fatos outra vez deram razão ao que foi publicado aqui.

O Conselho Estadual de Saúde aprovou em reunião realizada dia 15 de setembro, um Termo de Cooperação entre Entes públicos (TCEP) entre a Prefeitura Municipal de Mossoró e o Governo do Estado, para realização das cirurgias eletivas. Seu valor chega a R$ 18 milhões. Do total, a prefeitura entra com contrapartida de R$ 7 milhões.

Leia também: Prefeitura anuncia para hoje um serviço que não realizará AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público / Saúde

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.