quinta-feira - 03/10/2019 - 17:14h
Educação

Prefeitura de Mossoró vai aderir à escola cívico-militar


Proposta chega aos municípios (Foto ilustrativa)

Com o anúncio feito pelo Ministério da Educação (MEC) de que a partir dessa sexta-feira (4) o governo disponibilizará um novo período de adesão ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, para os municípios, a Prefeitura de Mossoró, através da Secretaria de Educação, manifestou interesse em participar. A PMM irá se habilitar com 3 escolas.

Segundo a Secretária de Educação, Magali Delfino, o município fará o pedido de adesão ao programa nacional com as Escolas Celina Guimarães; Raimunda Nogueira do Couto, no bairro Santo Antonio e Heloisa Leão, no Bom Jesus.

Conforme o MEC, dentre os critérios, terão preferência as escolas que tenham estudantes em situação de vulnerabilidade social e Índice de Desenvolvimento de Educação Básica (Ideb) abaixo da média do estado.

Militares da reserva

O Ministério da Defesa utilizará militares da reserva das Forças Armadas para trabalhar nas escolas que aderirem ao novo programa. Os militares deverão ser contratados por meio de processo seletivo, com tempo mínimo de serviço de dois anos, prorrogável por até 10 anos. Eles passarão por treinamento e receberão 30% da remuneração que recebiam antes da aposentadoria. Municípios poderão destinar policiais e bombeiros militares para auxiliar na disciplina e organização das escolas.

Com informações da PMM.

Nota do Blog – Quinze estados e o Distrito Federal aderiram ao modelo proposto pelo Governo Federal. O RN esquivou-se. Não está entre os que aderiram. No Nordeste, apenas o Ceará. Saiba mais sobre escolas cívico-militares clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Educação

Comentários

  1. Q1Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Um ganho enorme para Mossoró. As escolas militares têm excelente padrão de ensino. São disputadíssimas.
    Não posso entender o posicionamento do governo do RN. Uma insanidade.

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      O ganho não será apenas no padrão de ensino. Vai muito mais além.
      As famílias dos estudantes que apresentarem desempenho insuficiente serão assistidas pela escola através de assistência social e apoio psicológico.
      Trata-se de uma verdadeira revolução no ensino que se refletirá muito em breve no comportamento que estes meninos de hoje apresentarão quando se tornarem adultos.
      A senhora definiu muito bem quando classificou a recusa do governo do RN de UMA INSANIDADE.

    • Amorim diz:

      Dra. Ao final vc fundamentou.
      Insanidade de uma ET☆♤

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.