quinta-feira - 22/08/2019 - 12:10h
Cultura

Prefeitura ignora e descarta “Fest Bossa & Jazz” 2019


Fest Bossa & Jazz em 2018 (Foto: divulgação)

Do Blog Carol Ribeiro

A produção do evento Fest Bossa & Jazz emitiu nota oficial de cancelamento da edição do evento em Mossoró, este ano. De acordo com o comunicado, a Prefeitura de Mossoró sequer respondeu às solicitações sobre apoio para a sua realização.

Os demais apoios e patrocínios, incluindo do Governo do Estado, não seriam suficientes para viabilizar o festival. Veja a nota na íntegra:

Nota de cancelamento

A organização do Fest Bossa & Jazz gostaria de esclarecer que a realização do evento em Mossoró, marcado para os dias 19, 20 e 21 de setembro de 2019, está oficialmente cancelado.

O cancelamento da edição 2019 se deu em virtude da não resposta da Prefeitura de Mossoró em relação às solicitações sobre o apoio para realização do Fest Bossa & Jazz na cidade. Apesar de termos o apoio do Governo, da hotelaria e veículos de comunicação não seria o suficiente pra realização do evento.

Sentimos muito pelo cancelamento e esperamos poder voltar a Mossoró em uma breve oportunidade, pois sabemos o quanto o público prestigia o festival, tendo nas últimas três edições demonstrado todo apoio e carinho.

Juçara Figueiredo Produções.

Nota do Blog Carlos Santos – Todos os esforços da municipalidade estão voltados pro Mossoró Cidade Junina (MCJ), festejos de massa. A questão segue uma lógica político-eleitoral, não cultural.

Vários outros eventos importantes e simbológicos passaram a ficar em segundo plano ou mesmo foram descartados. Houve remanejamento de recursos de outras rubricas e áreas, para garantir o MCJ numa dimensão maior, que duplicou investimentos. E assim continuará. As eleições estão bem ali.

O Fest Bossa & Jazz colocou Mossoró numa rota nacional e internacional da música, algo importante para imagem do município, mas certamente sem efeito eleitoral satisfatório. Uma pena.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Cultura

Comentários

  1. João Claudio diz:

    Todo e qualquer tipo de circo deve ser financiado pela iniciativa privada.

    O dinheiro do contribuinte não pode ser transformado em solos de guitarra, aboio de vaqueiros, som sanfona, berros de bode, gritinhos de cantores de quinta categoria, memorial á bsbd e combustível para abastecer Trios Elétrico.

    É bem verdade que Insulina e rede de esgoto não ‘dá’ votos. Circo ‘dá’, e muitos, centenas e até milhares. Fato, fato e fato.

    A propósito, já pagaram o que devem aos anestesistas????? Não?? Não venham a público dizer que falta dinheiro, né?

    Se há dinheiro para bancar circo, deve ter dinheiro para pagar os serviços básicos e obras necessárias.

    O quê? Ah, entendi. Parte do dinheiro está sendo gasto em praças.

    O quêee???? (2) O povo prefere circo e praça e pouco tá se lixando para a saúde, saneamento básico e educação.

    O quêeeeee?????(3) Quem não presta é o povo.

    Eu sabia!!!

    • João Claudio diz:

      Ops!

      Memorial com foto de bandido sanguinário – Leia-se Lampião.

      Duvido que o prefeito da cidade de Nova York ouse colocar a foto de Bin Laden em tamanho gigante no memorial às vítimas do 11 de setembro.

      • João Claudio diz:

        Mais: Para muito mossoroenses, Lampião nunca foi um bandido, e sim um herói com direito a foto gigante fixada no centro da cidade.

        De lascar.

  2. Victor diz:

    É uma grande pena. O festival de bossa e jazz colocaria Mossoró no grupo de Natal, Pipa e São Miguel do Gostoso, importantes destinos turísticos do estado. Qualifica os eventos que a cidade teria. Guaramiranga tem o seu festival de bossa e jazz no carnaval. Mossoró se apequena, governada por mentalidade pequena.

  3. João Claudio diz:

    E ainda há quem defenda dinheiro do contribuinte sendo gasto em circo, mesmo sabendo que o dinheiro jogado na na lata do lixo faz muita falta à saúde.

    Arre égua.

  4. George Duarte diz:

    Essa Turma é do RAMO Carlos!!

  5. Helen Vieira diz:

    Não acho que o dinheiro público deva ser gasto SÓ com saúde, ou SÓ com educação, etc., o dinheiro público deve ser gasto com tudo o que o povo precisa para viver e crescer (nos sentidos mais amplos destas palavras), inclusive CULTURA. Se o dinheiro não está dando, ou se está sendo mal administrado, a questão é outra, e nisso concordo com a Nota do Blog. Quando pensamos que o objetivo do MCJ é, dentre outras coisas, enaltecer a cultura popular nordestina, ou seja, a enaltecer a CULTURA, o silêncio do Município ao Festival “Fest Bossa & Jazz” 2019 nos mostra exatamente o oposto, o objetivo é apenas promoção política.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.