quinta-feira - 27/02/2014 - 09:08h
Santa Júlia

Procuradoria cobra saída de invasores de conjunto


Através da solicitação do vereador Tomaz Neto (PDT), comissão de vereadores mossoroenses e representantes do Conjunto Santa Júlia participaram de audiência com o procurador da República, Fernando Rocha. A reunião foi nessa quarta-feira (26), na Procuradoria da República, em Mossoró.

Comissão mostra ao procurador (mão no rosto) algumas preocupações

O procurador deixou claro que não há como se tomar nenhuma providência para sanar os problemas do conjunto, com a ocupação indevida dos imóveis e até negociações de moradias entre invasores e pretensos interessados, sem qualquer formalização legal.

Fernando Rocha adiantou que estão sendo tomadas providências para que a desocupação seja obtida, pela via judicial. Se for o caso, com a intervenção de força policial.

O próprio procurador ponderou para que tudo possa ser resolvido de forma pacífica, para que não aconteça algum tipo de incidente no cumprimento da lei. Recomendou que vereadores solicitem a prefeitura o apoio logístico, transportante as pessoas e seus utensílios domésticos para outros locais.

Iluminação

Tomaz Neto pediu ao procurador que fiscalize de perto a questão da seleção para distribuição das casas. Solicitou ainda dos dos demais vereadores, uma articulação para que o prefeito Francisco José Júnior (PSD) receba-os e à comissão de moradores (e ocupantes indevidos).

Tomaz também destacou que há necessidade de que iluminação pública seja religada, pois compromete até a segurança das pessoas que vivem e transitam no conjunto. Procurador prometeu ver a situação.

Os vereadores Genivan Vale (PROS), Nacízio Silva (PTN) e Soldado Jadson (Solidariedade) que também participaram da reunião, garantiram trabalho nesse sentido.

Representantes de ocupantes de casas alertaram o procurador, que obra está parada há mais de dois anos e as invasões passaram a ser naturais, tamanho o imobilismo do poder público, financeira e construtora, que vivem impasse.

 

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política

Comentários

  1. Vinicius parentes diz:

    Se for preciso reforço Policial é bom lembrar que o PM mais conhecido com “QUEBRA OSSO” só no conjunto tem um quarteirão inteiro com aproximadamente 15 casas. O reforço policial já estar há muito tempo esperando a Ordem Judicial. Avante Brasil.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.