sábado - 24/10/2020 - 09:44h
Análise

Quem ganhou e quem perdeu no Debate TCM-Telecom


Moisés (centro) arbitrou o debate entre os seis candidatos a prefeito de Mossoró, com enorme sucesso (Foto: TCM-Telecom)

Segue com grande repercussão o debate promovido pela TV Cabo Mossoró (TCM-Telecom) nessa quinta-feira (22), às 20h15, sob moderação do jornalista Moisés Albuquerque. A pergunta clássica pós-debate é sempre a mesma: “Quem venceu?”

Vamos lá.

O eco pós-debate é o senhor da verdade, acima de nossa visão, interpretação e parcialidade. Somos parciais, graças a Deus.

As ruas e as redes sociais dizem muito de como foi visto esse embate entre os seis candidatos à municipalidade: Rosalba Ciarlini (PP), Allyson Bezerra (Solidariedade), Cláudia Regina (DEM), Isolda Dantas (PT), Irmã Ceição (PTB) e Ronaldo Garcia (PSOL). Elas têm muito mais valor do que nosso comentário e entendimento.

Debate é medido após o debate. Apesar de ser oportunidade para apresentação de propostas, o seu formato e a própria quantidade de participantes, não permitem melhor avaliação quanto a esse conteúdo.

O debate é acima de tudo um jogo tático, de movimentação de peças, cheio de estratégias para sobrevivência com o menor número de arranhões possíveis ou capaz de dar ao participante a grande oportunidade de disparar um tiro letal e decisivo.

Allyson Bezerra

O deputado estadual Allyson Bezerra é quem melhor aproveitou o debate e o pós-debate, até aqui, sobretudo porque ficou nítida sua projeção como polarizador da candidata e nome favorito à reeleição, Rosalba Ciarlini. Desnorteou a contendora Cláudia Regina, que começou debate no ataque (lendo a própria pergunta por escrito), tratando-o como falso, dissimulado, despreparado, produto de marketing e a reprodução do ex-prefeito Francisco José Júnior.

A partir daí, tomou conta do debate a ponto dos adversários evitarem fazer perguntas a ele, tentando impedir sua fala. Mas, quando as regras permitiram se pronunciar, o fez com maior segurança, dissertando sobre números, avaliações econômicas, sociais e da gestão pública. Apenas num duelo elevado com Isolda Dantas, ele apresentou resposta genérica à inquirição dela.

No fim, ainda ganhou de presente a ironia de Rosalba, que o tratou por “pobrezinho”, epíteto perfeito para tanger um fim de campanha. A prefeita teve dificuldades de falar em corrupção, em processos que remontam à sua passagem no Governo do RN, vinculados ao Hospital da Mulher Parteira Maria Correa. Ao tentar contra-atacar, se perdeu.

Cláudia Regina

Cláudia Regina foi, com certeza, a grande e inesperada decepção do debate. Loquaz, equilibrada, inteligente, com bom conhecimento sobre as coisas do município e da municipalidade, ela se revelou o inverso desse perfil. Deu demonstrações de nervosismo, encontrou dificuldades para formular perguntas simples e foi facilmente envolvida por Allyson, Rosalba e até a Irmã Ceição, que tripudiou de condenações suas advindas das eleições de 2012.

Ao mesmo tempo, passou a impressão de que não é candidata da “oposição” para derrotar Rosalba. O debate a mostrou como força-auxiliar de sua ex-líder, Rosalba, para impedir que alguém mais competitivo vença a prefeita favorita.

Ficou devendo muito, depois do desterro de oito anos da política. Tende a sair da campanha bem menor do que entrou. Poderia ser vítima, virou algoz e suposta parceira de quem teria de combater. Não mostrou, em momento algum, que é alternativa e nome à mudança. Se Rosalba for reeleita terá muito a agradecê-la.

Isolda Dantas

A candidata petista teve participação equilibrada, sobretudo porque praticamente não foi molestada. Sua posição esquálida em pesquisas, procurando não passar vexame nas urnas e eleger pelo menos um nome à vereança, fez com que adversários não a fustigassem.

Mesmo quando tentou esgrimir com nomes mais acima, teve escasso lampejo de contundência e pouca eficácia na tarefa.

Fechou participação falando de um prosaico telefonema que teria recebido do ex-presidente Lula.

Rosalba Ciarlini

A prefeita e candidata à reeleição Rosalba Ciarlini começou o debate evitando entrechoques, pois sabia que em tese seria o principal alvo das perguntas. E depois de testemunhar Cláudia Regina ficar zonza em duelo com Allyson Bezerra, a prudência falou ainda mais alto. Passou a ser ainda mais cautelosa, fugindo do embate com ele.

Na condição de governante e favorita, mas com vulnerabilidade de sua gestão e biografia, carregadas de problemas de denúncias em relação ao dinheiro público, Rosalba agiu taticamente de forma correta. Todavia, outra vez foi pródiga em promessas e pobre em ideias.

Chegou a tabelar perguntas tipo ‘levanta que eu corto’ com Cláudia Regina, sua adversária, digamos, mas só se perdeu no fim do programa.

Ao arriscar ironia em relação a Allyson, tentando fugir de pergunta sobre desvio de quase R$ 12 milhões do Hospital da Mulher Parteira Maria Correa, inclinou-se para o deboche com a expressão “pobrezinho”. Sua própria assessoria presente nos bastidores da TCM-Telecom quase tem um colapso, ao testemunhar o deslize.

Mas, no geral, com respostas genéricas e carregadas de clichês, salvou-se do pior. O pós-debate é que pode lhe ser caro.

Irmã Ceição

A candidata do PTB, Irmã Ceição, foi um show de simpatia, e teve a coragem de tentar emparedar nomes como Rosalba e Cláudia. Nos intramuros da política, havia zunzunzum de que seria ‘levantadora’ para servir à Rosalba e fustigar adversários. Não foi isso que se viu.

Foi uma debatedora de verdade, sem dissimulação. E ainda aproveitou para pedir voto ao adversário Allyson Bezerra.

Falou a seu modo simples, deu seus recados e mostrou quem é com muita naturalidade.

Ronaldo Garcia

Homem de conhecimento, professor universitário, Garcia teve dificuldades de participar de um programa que é novo em sua vida, cheio de regras, imposição de tempo, estilo etc.

Acabou passando suas mensagens de forma muito confusa e não teve paciência sequer para tratar de números e argumentos que procurou formular.

Parece mais um anticandidato, mas nem assim em momento algum foi deselegante ou incendiário.

TCM-Telecom

Todos os parabéns possíveis à direção da TCM-Telecom pela iniciativa. O alto padrão do programa, o zelo por seu público e o respeito aos candidatos, tratando-os de forma equitativa, reforçam a imagem que a empresa passa para telespectadores e cidadãos.

O velho Milton Marques de Medeiros deve estar vivo de orgulho. Ele perguntaria-nos: “Gostou, camarada?”

- Gostei, Milton!

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Eleições 2020 / Política

Comentários

  1. Evanice Fernandesc diz:

    Muito bem organizado, Parabéns Tcm.

  2. Tuca Viegas diz:

    Análise perfeita, meu caro. Parabéns!

    Aproveito pra ressaltar a condução do colega jornalista, Moisés Albuquerque. Tranquila, serena e precisa.

  3. Marcos Pinto. diz:

    Sem dúvidas, as rubricas da sensatez e da razoabilidade acolitada pela contextualização da temática, isenta da asquerosa demagogia, recai sobre o desenvolto e centrado Allyson Bezerra. Emoldurou perfeitamente a notável figura de proa do profícuo debate. Conquistou a a plenitude da simpatia popular dos ditos ‘pobrezinhos’ , tão menosprezados por Rosalba ROSADUS. Os demais dispensam comentários. Foram ofuscados pela grandeza virtuosa do Allyson. Que venha o tão espetado dia 15 de Novembro de 2020 !. Marcará o calendário da história mossoroense como o dia da DERROCADA POLÍTICA da oligarquia familiar numerada potiguar. Vamos que vamos rumo à retumbante vitória com ‘O POBREZINHO’.

  4. Fernando diz:

    Vamos Mossoró libertar seu povo ao lado do pobrezinho que tem a cara do seu povo

  5. Marcelo Salazar diz:

    Perfeita analise. Permita-me acrescentar na minha ótica.

    Claudia Regina jogou tudo naquela pergunta sobre comparação, pois o plano A era tomar o lugar de Allyson na polarização. Achou que ia lacrar mas levou uma lapada digna de passar o rodo e nem conseguiu se reerguer na réplica. Dai em frente esqueceu o plano A e foi para o plano B, o confronto com Rosalba. Até a rosa estranhou. Claudia foi com muita sede a pote, mas o pote estava seco.

    Allysson foi pronto para o ataque, pois sabia que ele viria de todos os 3 principais adversários. Estava tranquilo a ponto de cuidar do tempo. Foi ajudado pela rosa e por Claudia. Teve maiores dificuldades com Isolda, mas Isolda mesmo tentou atacar de forma comedida.

    Rosalba passou sem brilho só administrando o 1 x 0, até que os ataques começaram de onde menos esperava, Claudia. Fez 2 x 0 com gol em Claudia, e achou que estava abalando tanto que não usou todo o tempo, mas o penultimo bloco não esacapou de ser perguntada por Allyson, levou uma virada de 2 x 4 para Allyson com a infelicidade do “pobrezinho” e a cara de intraquilidade.

    Isolda, Ceicão e Ronaldo, gostei deles, por mais que tiveram erros, foram bem. Sinto bons desejos neles.

    Vencedor: Allyson saiu vencedor, as redes sociais demostram isso!

  6. João Silva diz:

    O menino pobrezinho deu show. A coroa rica ficou zonza, quase o Moisés Albuquerque abriu contagem.

  7. Roncalli Guimarães diz:

    Aguardei sua análise e sabia que seria perfeita ,Parabéns e parabéns a TCM pelo relevante trabalho prestado a sociedade promovendo debate tão bem conduzido .

  8. Jairton Silva diz:

    Não é bem assim como está essa postagem contra a atual prefeita, se ela tivesse alguma coisa a pagar por esses 12 milhões porque ela legível pra disputar a reeleição? A pergunta do Alisson foi um pouco sem fundamento, e outra, Rosalba só falou em pobrezinho porquê ele mesmo fala nos vídeos dele que é pobre e filho de pais pobres.

  9. Fabrício melo diz:

    Análise perfeita, Eu acabei de chegar de um salao onde estava cortando meu cabelo e como em todo local da cidade a discursso sobre politica é inevitavel nesse periodo la nao foi diferente E no que ouvir nas conversas das pessoas dentro do Salão é a comparação do candidato Alisson a Silveirinha e no que observei era o medo das pessoas verem Alisson se torna um Silveira se ganhar a eleição, os adversário do deputado estão tendo existo na periferia quando fazem essa comparação fica aqui a alerta para o marketing do candidato tenta desfazer isso . Sobre Rosalba a conversa é, ela ganhar , ninguém ganhar de Rosalba em Mossoró, é Rosa essas conversas que ouço desde menino . Sobre a Isolda aliás não tem a palavra Isolda na periferia existe a seguinte frazer, PT não , qualquer um menos PT, nao tem como vota no PT, essas frases que ouço desde a campanha de 2018 fica aqui o alerta ao partido dos Trabalhadores . Já Claudia não foi citada .

  10. OSANA CAMARA diz:

    Parabéns a Tcm, um debate super profissional, bem elaborado…porém os candidatos uma vergonha…lamentável, politiqueiros uma vergonha.

  11. João Claudio diz:

    Em pauta, o debate na TCM.

    - Pela ordem, Senhor Presidente.

    - Com a palavra, o comentarólogo das menorias, João Claudio.
    O microfone está à sua disposição, Vossa Excelência.

    - Obrigado. Senhor Presidente, a Claudxinha do Aracatxi foi ao debate, mas esqueceu de levar o cérebro. Precisava levar a ‘cola’ das perguntas? Precisava? Precisava?

    O ‘Menino Pobrezinho’ tá virado num traque. A sua voltagem atual beira aos 380 volts. A dúvida é, se eleito, vai virar pilha Raiovac, as amarelinha não alcalinas.
    Os 380 volts está fazendo com que a Rosa comece a sentir choques e a cortar prego.

    Ceição (Aleluia e paz do Senhor, irmã) é uma gracinha. Só quem já morreu não consrguiu rir com a sua fala. A-DO-REI!

    O candidato do Psol, apesar de não ter chovido na cidade no dia do debate, conseguiu atolar os 4 pneus, digo, as duas pernas e a língua. Um BU-CHO e uma lástima, pois.

    A Rosa, depois de mais de 20 anos de vida pública, ainda se mostra ‘desperparada’ para enfrentar um debate. Também pudera, no debate ela não pode contar com com os sopros nos ouvidos e as ‘colas’ repassadas pelo Rei Ravengar-un, que tem dado, sempre, conta do recado.

    A candidata do PT disse que ia, mas acabou ‘fondo’. Aproveitou a oportunidade para espalhar catinga de corrupção no recinto ao mencionar o nome da jararaca sem rabo. Precisava?
    Tradução: conseguiu fechar a sua participação com ‘chave de bosta’.
    Um baraço, e providencie a compra de sua passagem de volta à Natal. A Viação Nordeste só dispõe de dois horários. Corra!

    Era só isso o que eu tinha pra falar, Sr. Presidente.

    - Obrigado, Vossa Excelência.
    PRÓOOOOOXIMOOOOO….!

  12. Francisco diz:

    Ainda tem quem diga q quem ganhou no debate foi isolda……… kkkkk

  13. Bruno diz:

    No meu ponto de vista Rosalba foi a grande vencedora ela deveria ser a mais atacada por ser a prefeita é isso Não aconteceu as vezes que ela foi atacada se saiu bem Menos na hora que ela ironizou o deputado, QUEM VIR O DEBATE TODO SABE QUE ELA NAO QUIS HUMILHAR NEM DESPREZAR O EX POBRE E HJ ATUAL RICO DEPUTADO ela tentou ironizar de forma errada pois condição social não é pra ser ironizando . No meu ponto de vista o deputado está se passando de Vítima e isso ele sabe fazer muito. Pra finalizar NUNCA GOSTEI DE QUE SE PASSA POR VITIMA O EPISODIO DO CHORO AGORA COM A AJUDA DA ROSA A QUESTAO DE POBRIZINHO . QUERO FAZER UMA PERGUNTA AO DEPUTADO SE ELE FOR ELEITO E QUANDO COMEÇAR A PRESSÃO SOBRE ELE COM CRÍTICAS COBRANÇAS E TODO PRESSAO QUE O CARGO DE PREFEITO TERÁ . O SENHOR VAI CHOARA OU VAI PEDIR PARA NAO PRESSIONAR O PROBRIZINHO ?

  14. Bruno diz:

    O marketing de Rosalba não está sabendo reagir , o deputado Alisson Bezerra fala em oligarquia más no seu palanque existe uma representante da Oligarquia Amorim e o ex prefeito de Almino Afonso o candidato a Lawrence Amorim faz parte da família Amorim que a anos governa Almina Afonso .

  15. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Pesquisas, projeções, análises e futurologias à parte, pra um neo-fito na disputa de um cargo majoritário, o Candidato Allysson Bezerra demonstrou irrefutável capacidade, tirocínio e tranquilidade no curso do debate.

    Indiscutivelmente o Candidato Allysson Bezerra foi o grande vencedor do debate, com incrível e rara capacidade de responder e ao mesmo tempo atacar a tempo e hora precisos, tanto que foi o que melhor soube usufruir do cronometro.

    O Candidato Allyson Bezerra, verifica-se, não só possui um incrível carisma, como sua fala simples, precisa sem salamaleques e com cheiro de compreensão do povão, dão a exata medida do quão possamos estar diante de um novo fenômeno da política Potiguar.

    Não sou, claro, nenhuma pitonisa, mas, não estivéssemos vivenciando uma Pandemia a causar inúmeros estragos, inclusive, no calendário eleitoral, sendo o deste ano ano, curtíssimo. No caso, muito provavelmente em havendo quatro debates a Rosa laranja podre do CARLUS AUGUSTUS ROSADUS, com certeza seria aposentada pelos mossoroenses.

    Aposentadoria essa, que não está de todo descartada, pois ainda temos cerca de 20 (VINTE) dias de campanha e muitas águas e enchentes ainda poderão rolar por debaixo da ponte, inclusive àquela que pode afogar os sonhos de eternização daqueles que postulam em favor da secular Monarquia Rosadus….!!!

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  16. Mdm diz:

    Pelo o visto aqui em Mossoró tem um salão que só tem assuntos desfavoráveis para os adversários da pior prefeita de todos os tempos que cidade já teve. E falando em comparação quero avisar aos menos avisados que as gestões da rosa não foram diferentes da de Silverinha não. Isso tudo sem falar do desastre administrativo que dra. fez no Estado. Não teve coragem de tentar a reeleição. Deve ter lembrado que o estado não é só Mossoró. Eu me lembro do dito popular que diz assim: a formiga sabe a folha que corta. Qualquer semelhança é mera coincidência.

  17. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Sem entrar no mérito, ainda, do debate cabe a maior estrela à TCM e à moderação do jornalista Moisés Albuquerque.
    Na verdade, num debate, nem sempre o melhor candidato reluz. Tem dianteira aquele que possui maior controle, maior capacidade de decorar textos e seguro desempenho teatral, o que não o torna o mais capacitado para administrar uma cidade como Mossoró. Essa observação vale para todos.

    • Q1naide maria rosado de souza diz:

      E tem mais. Se Allyson, o menino simpático, vencer, estarei com ele para o que precisar, mesmo que eu não tenha estrela política.
      Estudei muito em minha vida, formei três filhos exemplares, bem sucedidos por conta do estudo. Agora, preciso viver mais quinze anos para fazer o mesmo com os meus netos.
      Só preciso dizer algo, atravessado na minha garganta. Não menosprezem os Rosados. Sem eles Mossoró pode estagnar. Sinto revolta diante do desamor de uma cidade por quem lhe ergueu.

      • Q1naide maria rosado de souza diz:

        Se possuem uma universidade que se destaca, a UFERSA, se passaram a ser conhecidos no mundo em vários segmentos, se têm um rio, mesmo poluído, mas acalmado, vão encontrar um Rosado.

      • Marcelo Salazar diz:

        Olha Naide, de coração, eu lhe admiro. Ao longos dos anos acompanhando o Blog de Calos Santos, Vejo muitos comentário sensatos e prudentes seus. mas vou discordar sobre menosprezar os Rosados.
        Não de trata de menosprezar os Rosados, só queremos eles fora da poliica. A nobre fala que Mossoró ganhou muito com os Rosados, mas os Rosados ganharam também? Ganhara sim, e muito, muito. Não conheço nenhum rosado da politca que seja pobre, que frequente UPAs, que se consultem em postos de saúde, que não tenham carros e casas de alto padrão, que não façam viagens, que não tenham um conforto. Tudo isso é bom e temos que ter e fazer? Temos sim, cada um faz o que quer com o que é seu, só quero dizer que toda essa luxuosidade vem de dinheiro publico, cargos publicos.
        Agora vamos olha pra cidade. Sou gaúcho, mas moro aqui a 17 anos e amo essa cidade, tenho dois filhos mossoroenses e me sinto da terrinha, tenho orgulho dela e o que vou falar não é menosprezando, é realidade.
        Mossoró é muito atrasada, não temos ruas, temos pedras jogadas nas ruas e que os concertos sempre serão eternos, é a lei da fisica. Nossas crianças não podem andar de carro de rolimã, jogar bola na rua, eu cresci assim. Não temos calçadas, uma criança não pode andar de bicicleta ou patins nas calçadas. Não temos saúde, falta muita coisa nas Upas. Não temos médicos nos postos. Não temos cirurgias importantes, incrivelmente foram zeradas agora, mas eu como advogado já presenciei pessoas sofrendo por cirurgias simples.
        Agora o mais importante, NÃO TEMOS um hospital municipal na cidade, somos uma cidade rica, de bons empresários, poderiamos ter um hospital municipal há anos, mas não temos. em contrapartida o Hospital Wilson rosado só cresce.
        Poderia falar mais cem coisas aqui, mas encerro.
        Sem mais delongas, se os Rosados que escolheram uma vida publica podem desfrutar tudo que há de bom na vida, por que não dão isso para cidade?
        Somos uma cidade rica, merecemos mais. Se o menino como disse vai dar isso, não sei, mas podemos testar algo diferente.

  18. Marcos diz:

    O Rapaz Vencerá a eleição,quem for vivo,verá !!!!!

  19. João Claudio diz:

    - Joãozinho Claudinho, vocé leu todos comentários?

    - Li, sim

    - Num percebeu algo esquisito em determinados comentários?

    - Percebi, sim! Ora, Pois e Um baraço arriaram os 4 pneus pelo ‘menino pobrezinho’.

    - Esquisito, né?

    - Bota né nisso. Se duvidar…(complete)

    - …os dois vão votar no ‘menino’ (completei?)

    - Em alto e bom som. Você percebeu mais alguma coisa?

    - Percebi, sim!

    - Prossiga.

    - Percebi que tem gente aqui que tem vontade de levantar de alguém, só pra tragar o peido. Sem máscara, claro

    - Eu não só percebi, como já tô sentindo o fedor.

    - Tô fora.

    - Dois.

  20. Hellen Silva diz:

    A Sra candidata Claudia Regina deveria deixar a candidatura, pois suas falas perdidas no debate só causou ainda mais péssima impressão. No mais Excelente análise. Alysson melhor candidatos e merecedor da vitória!

  21. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Senti saudades do Cinquentinha.

  22. JOSE ALDO OLIVEIRA JUNIOR diz:

    Tudo de bom e ruim que aconteceu e acontece deve aos Rosados, pois não soltam o peitp. é quantos anos trabalhando para Mossoró, e para ELES? KKKKKKKKKK.Agora chegou a vez dos Bezerros , dos amorim, peixeiros, kkkkkkkkk.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.