terça-feira - 09/02/2021 - 19:50h
Ludimilla de Oliveira

Reitora é denunciada por intimidação de estudantes

Ludimilla: confrontos (Foto do Jornal de Fato)

Ludimilla: confrontos (Foto do Jornal de Fato)

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou uma denúncia e uma ação de improbidade contra a reitora da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa), Ludimilla Carvalho Serafim de Oliveira, por ameaçar uma estudante; tentar silenciar e intimidar alunos contrários à sua nomeação; editar atos cerceando a liberdade de expressão; retardar uma cerimônia de colação de grau para atender interesse pessoal; e por espalhar informações falsas sobre a aluna Ana Flávia Lira.

A reitora, que foi a terceira colocada na eleição interna para o cargo, terminou sendo a escolhida para assumir a gestão da universidade em agosto do ano passado, o que causou reações por parte, principalmente, dos estudantes da instituição. Para o Ministério Público Federal, a forma como Ludimilla Oliveira respondeu a essa reação incluiu a prática de crimes e de atos de improbidade.

A denúncia aponta que a gestora cometeu os crimes de ameaça e prevaricação (artigos 147, 319 do Código Penal, respectivamente). O primeiro através de uma postagem em rede social e o seguinte a partir dos entraves que criou para impedir que uma colação de grau pudesse servir de palco para críticas à sua nomeação.

Saiba mais detalhes clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Educação / Gerais / Justiça/Direito/Ministério Público

Comentários

  1. Carlos diz:

    Se não se comportar como manda a democracia e o cargo ao qual caiu de pára-quedas, vai entrar para o lixo da história.

  2. Anderson diz:

    Espero que o titular da 8 vara federal se declare suspeito de julgar esse processo, haja vista a notória proximidade entre o julgador e a ré. Aguardemos.

  3. medeiros diz:

    A reitora não é quem etá sendo intimidada a todo momento não? por que pelo que vejo nas redes sociais ela que esta sendo afrontada por alunos de cunho politico,com intuito só de bagunçar a instituição..Bem que poderia serem expostas as notas desses brilhantes alunos pra vermos como somam a universidade.

  4. Lair solano vale diz:

    O bom senso deve prevalecer nessa relação de poder.
    Não houve eleição, não tem vencedores. A legislação é clara : houve uma consulta e a decisão final é de quem foi eleito : O PRESIDENTE BOLSONARO, goste ou não dele.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.