• Banner Lion Brazil Fim de 2019 - 05-12-19
segunda-feira - 30/05/2011 - 17:08h

“Rombo”, que “rombo”?



Porta-vozes do Governo do Estado e da mídia proclamaram há meses, que o "rombo" no erário a ser encontrado por Rosalba Ciarlini ultrapassaria R$ 1 bilhão. Até falaram em números mais densos.

Passados alguns meses, muitos já vêem algo pouco superior a R$ 810 milhões como patamar mais realista, menos passional.

Mas continuam falando em "rombo".

A receita total projetada do Estado, para este ano, é de R$ 9,4 bilhões. Existem obrigações constitucionais que não podem ser descartadas, como 25% destinados à educação e 12% dirigidos à saúde.

O próprio governo também puxou freio-de-mão em despesas com custeio da máquina, com bloqueio em cima dos 30% desse montante estimado. Porém é claro que ultrapassaremos com folga os R$ 10 bi.

Em quatro anos de gestão, Rosalba Ciarlini deverá movimentar mais de R$ 45 bilhões, para um "rombo" de coisa aí de R$ 810 milhões.

"Rombo", que "rombo"?

O Estado renegocia dívidas, susta pagamentos, evita atendimento a reivindicações de servidores – mesmo aprovadas em lei – e choraminga.

O RN não está quebrado coisíssima nenhuma, mas lógico que precisa de reordenamento de despesas e sobretudo o empenho de todos os poderes e órgãos públicos, de Estado, para se tornar mais enxuto e eficiente.

Ou faz isso ou continuará servindo a uns poucos em detrimento de muitos, incluindo aí os servidores estaduais que compõem a base da máquina estatal.

Os  governos anteriores mantiveram essa cultura.

A folha de pessoal cresce vegetativamente, mesmo sem qualquer reajuste; a arrecadação precisa aumentar. Porém o mais importante é reduzir despesas, inibir desperdício, frear privilégios.

Como nada do prioritário é feito, é sempre mais fácil quebrar o pau nas costas do servidor.

Categoria(s): Sem categoria

Comentários

  1. jean mac diz:

    Lúcido, muito lúcido!

  2. carlos diz:

    Só tem artistas na nossa politica estadual. Quebrado tá eu, liso, desempregado, sem nenhuma pespectiva de emprego. Acho que arrecadando 45 bilhões em 4 anos, da pra pagar, pagar 810 milhões. Ou povo pra gostar de dinheirooooooooooooooooooo!

  3. Miranda diz:

    Carlos, para a governadora resolver esse problema de greve de várias categorias é muito simples, basta “demitir” os funcionários fantasmas da assembléia que custa para o estado cerca de trinta milhões de reais por mês ao estado. Agora essa montanha de dinheiro está indo para os bolsos de quem?

  4. Leonardo Filgueira diz:

    Boa matéria! É para isso que o povo precisa acordar. O RN batendo recordes de arrecadação, enquanto o governo manipula dados para ludibriar o funcionalismo público, com intuito de barrar as reivindicações. Ainda tem-se a coragem de ir a REDE GLOBO para manerar e abafar o caos que vive o RN. Só assim é possível manter os privilégios do cordão de puxa sacos.

  5. Tales diz:

    Há muito de “O príncipe” no quadro atual. As maldades sendo feitas no atacado, e no início da gestão, de cujos danos de imagem ainda haverá tempo para se recuperar. As bondades serão feitas no varejo, com ampla repercussão e maior proximidade dos períodos eleitorais. Apesar de particularidades, não são grandes novidades para os personagens que estão no centro das decisões. Já passaram por algo parecido antes. Foram beneficiados por circunstâncias favoráveis, no entanto, que não se pode garantir que se repetirão desta vez.

  6. Gilmar Henrique diz:

    Vejo isso como consequência de improbidades administrativas, falta de operosidade dos órgãos fiscalizadores e ingerência de manobras corrosivas por parte da maioria daqueles que são de fato titulares de soberania absoluta num sistema político-democrático – o povo.
    Todos os meus comentários partem desse ponto de vista.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.