terça-feira - 28/02/2012 - 08:41h
Com atraso

Rosalba tenta atrair alguma empresa ligada à Fiat


Da coluna Roda Viva de Cassiano Arruda (Novo Jornal)

Casa da Fiat

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) começa o dia de hoje na Casa da Fiat, em Brasília, onde vai ser recebida pelo presidente da empresa, Cledorvino Belini, a quem apresentará o seu projeto “RN Maior”, na expectativa de que possa servir de alternativa para atrair alguns fornecedores da unidade que a montadora está implantando em Pernambuco.

Nota do Blog – É significativa a iniciativa da governadora e torçamos que ela consiga alguma migalha desse projeto, gigantesco da Fiat, que o Governo de Pernambuco já atraiu para Goiana (64km de Recife-PE, com cerca de 72 mil habitantes). Por lá, Zona da Mata Norte, a montadora deve provocar uma revolução com reflexos até na vizinha Paraíba.

Só para iniciar obras cerca de 7 mil pessoas devem ser contratadas.

Cledorvino Belini, presidente da Fiat-Chrysler para a América Latina, cedeu a articulação e empenho uníssono da classe política pernambucana, anunciando ano passado a escolha de Goiana para a segunda fábrica da Fiat no país.

De acordo com a montadora, a produção deve chegar entre 200 mil e 250 mil unidades por ano, com investimentos entre R$ 3 bilhões e R$ 3,5 bilhões. O número de empregos diretos deve superar os 3,5 mil postos inicialmente projetados. O acionamento da linha de produção está previsto para o início de 2014.

A área de 14 milhões de metros quadrados comportará todo o polo automotivo projetado, composto pela fábrica de automóveis, parque de fornecedores (sistemistas), centro de capacitação e treinamento, centro de pesquisa e desenvolvimento, pista de testes e campo de provas, segundo a Fiat.

A montadora afirma que também manterá um centro logístico em Suape (porto e complexo industrial), que continuará a ter importância estratégica para o projeto. As cidades paraibanas de João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita e Bayeux articulam-se, com o governador Ricardo Coutinho (PSB), para atraírem – pela proximidade com Goiana, parte dos sistemistas.

A Fiat tem cerca de 150 fornecedoras de componentes para seus veículos. Há informação de que pelo menos 60 devem se instalar nos arrabaldes da montadora de Goiana. O RN, do ponto de vista da logística, a partir dessa unidade industrial da montadora italiana, tem perspectivas baixíssimas de conseguir algo. Parece outra vez chegar atrasado.

Categoria(s): Administração Pública / Economia

Comentários

  1. Rui Nascimento diz:

    O governo cor de rosa do RN ainda vai fazer acontecer! O que e quando, ninguém sabe!
    Quem sabe mudar o nome de Rio GRANDE do Norte para Rio MAIOR do Norte. Pelo menos já é alguma coisa. E que coisa!!!

    Pobre RN (Maior)!!!

  2. Geraldo Fagundes diz:

    Tem certas coisas que não entram na cabeça de ninguém. Uma das idéias absurdas surgidas pelos dirigentes municipais foi pleitear a hospedagem/concentração das seleções de futebol que disputarão a copa de 2014 em Natal, como se por lá não tivesse hotel ou se o Thermas de Mossoró (cartão postal da cidade e a oitava maravilha do mundo na opinião dos mossoroenses), fosse o único a ter condições de receber as equipes, ou ainda se Mossoró estivesse apenas a 10 quilômetros do estádio.

    Eis que agora surge outra idéia esquisita, tão ou maior absurda ainda do governo estadual.

    Com que cara a governadora vai expor ao presidente da Fiat e aos seus fornecedores que Mossoró, a 500 quilômetros de Goiana, é economicamente rentável para que alguns deles se instalem aqui? Vai prometer um Trem Bala cargueiro ligando diariamente ligando Mossoró/Goiana para o transporte de peças e componentes sem nenhum ônus para os empresários?

    Será que a governadora vai expor que, em situação inversa, a Petrobrás está construindo a refinaria em Suape/PE e retirando a matéria prima de Mossoró? Seria essa a justificativa? Seria um belo exemplo? Será que vai que vai falar que Mossoró tem um hotel com águas termais? O Memorial a Lampião? Que foi a única cidade do nordeste a expulsar o bandido Lampião? Vai falar que a Cidade Junina, conhecida ‘mundialmente’ é em Mossoró?

    É bem verdade que a Petrobras, por capricho do ex presidente Lula, talvez seja a única empresa no mundo a construir uma refinaria distante 560 quilômetros de onde extrai a matéria prima. Mas esse absurdo, como já escrevi acima, foi um pedido de um ex presidente da república do Brasil a Petrobras para que ela construísse a refinaria em seu estado natal. Pedido feito, pedido atendido. Não pediu que fosse construída em Garanhuns, ninguém sabe por quê. Mas vontade teve.

    Com a iniciativa privada onde a economia de gastos é extremamente importante para a sobrevivência de qualquer empresa, é diferente. Extremamente diferente.

    Posso estar enganado, mas o presidente da Fiat-Chrysler dará umas boas gargalhadas ao se despedir da governadora. Antes de rir, deverá pronunciar a frase:

    - Esto es absurdo.

  3. FERNANDO fF diz:

    Sera a fiat, que fabrica fosforo?

    • CALIBRE 50 diz:

      Nem essa Fernando,
      Aquela do fósforo que na propaganda tinha escrito FIAT LUX que em latim quer dizer FAÇA-SE LUZ é totalmente inverso ao inverso.é só!

Trackbacks

  1. [...] Eis que agora surge outra idéia esquisita, tão ou maior absurda ainda do governo estadual (Rosalba tenta atrair alguma empresa ligada à Fiat). [...]

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.