sábado - 30/04/2011 - 08:33h

Rosalba vai encarar a terceira greve em quatro meses


A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) vai enfrentar a terceira greve em seu quarto mês de gestão. Os professores e servidores da Educação perderam a paciência com a "Rosa".

A partir de segunda-feira (2), a paralisação será desencadeada por tempo indeterminado.

A decisão tomada em assembleia é uma resposta ao escapismo e discurso frouxo do governo, que não consegue dar resposta segura e concreta ao Sindicato dos Trabalhadores em Educação do RN (SINTE), quanto a direitos e pleitos há muito conhecidos e cobrados.

Os 19 mil professores cobram atualização salarial, com base no piso salarial do professor, além do Plano de Cargos, Carreira e Salários do Estado.

P.S - A quase totalidade da imprensa convencional e alternativa do Rio Grande do Norte noticia que essa será a primeira greve do Governo Rosalba. Nada disso.

Antes, servidores do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) resolveram cruzar os braços em assembleia no dia 8 de fevereiro.

Em seguida, o pessoal lotado na Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (FUNDAC) tomou a mesma posição no dia 14 de fevereiro.

Nota do Blog - Pode parecer cansativo, mas repito mesmo assim: "O Estado não é a Prefeitura de Mossoró e o Rio Grande do Norte não é Mossoró."

Categoria(s): Sem categoria

Comentários

  1. WILLIAM PEREIRA DA SILVA diz:

    Viveremos a era das trevas neste Governo? Que Dilma ilumine a Rosa e Carlus Augustus, Ave César!!! Ô grande Ravengar!!!

  2. WILLIAM PEREIRA DA SILVA diz:

    A greve não deveria ser somente por salários, plano de cargos, mas também por acabar a violência , fechamento, fechar as escolas conveniadas ainda este ano, retirar bar das calçadas das esscola (EEJerônimo Rosado), respeitar a autonomia escolar, mais respeito ao professores etc, etc, etc. Professor é tratado na rede pública Estadual como um zé ninguém, os alunos sente isso e querem debochar de professores não respeitando suas experiências, idade, saber, cultura, autoridade. Perdemos muito tempo em tentar disciplinar os alunos. Deveriam todas as escolas no inicio do ano no minimo durante dois meses esquecer os conteúdos e ensinar aos alunos relacionamento humano, etiquetas, tratamento pessoal, obediência as leis e normas escolares, LDB. Alunos brutalizados, insanos, despreparados emocionalmente a caminho da marginalidade ( esta semana um aluno do 7º ano declarou ter homofobia e todo gay deveria ser morto, isso diante de toda a turma). Alunos fazendo apologia as drogas e desafiando professores fazem parte do nosso cotidiano. Algo urgente deve ser feito antes que começa a matança de professores e alunos. Muitos deles estão em pé de guerra nas escolas. Professor é profissão perigo. Aproximadamente 809.000 resultados (0,10 segundos) no Google. http://www.recantodasletras.com.br/artigos/2828235
    O PROFESSOR PEDE SOCORRO
    O que fazer? O governo exonera. A televisão nos detona e o aluno nos agride. Resta-nos apelar para quem? Professor Olinuap Onabra Muhammed
    Publicado no Recanto das Letras em 04/03/2011
    Código do texto: T2828235……………………………………………………….

    PROFESSOR PROFISSÃO PERIGO
    William Pereira da Silva

    Ativei no Google este título acima descrito e obtive aproximadamente 56.200 resultados, onde tem até filmes sobre o assunto. É assustador a quantidade de casos envolvendo professores com a violência, tanto de alunos x professores, pais x professores, escolas x professores, comunidade x professores, delinqüentes x professores.
    Estou escrevendo este texto baseado noutro artigo com o mesmo nome, escrito por MARIA DE FÁTIMA FRANCO DOS SANTOS Professora do Curso de Psicologia da PUC-CAMPINAS e Colunista do Jornal Correio Popular, Campinas, SP, no blog Penso? Logo Existo. (http://kautscher.blogspot.com/2007/10/professor-profisso-perigo.html).
    Atuo em duas escolas públicas de Mossoró com realidades parecidas. Nunca estive numa situação tão conflitante como agora. No passado havia casos de alunos rebeldes, às vezes briguentos, mas tudo que não se resolvesse com uma boa denúncia a direção, casos de brigas entre alunos e professores eram raras, mas aconteciam. Tive de entrar em luta corporal com alunos algumas vezes para me defender, em outras oportunidades fui até ameaçado de apanhar por grupos de alunos insatisfeito com minha arbitragem num jogo, mas com um bom papo tudo era resolvido e terminávamos numa mesa de bar nos confraternizando e tudo voltava ao normal. Atualmente fatos de violência contra minha pessoa dentro e fora das escolas estão se tornando corriqueiro e tenho enfrentado situações perigosas e constrangedoras.
    Final do ano passado alunos jogava voleibol e começaram com discórdias e badernas durante o jogo e tive que encerrá-lo para não haver briga entre eles. Um deles revoltado pelo final do jogo se dirigiu a mim gritando que eu era um moleque e irresponsável, levei o caso a direção e numa reunião em sala fechada o mesmo levantou calunia diante dos fatos ameaçou jogar uma cadeira em mim, fui desafiado para brigar, neguei-me saí da sala, no corredor o rebelde me ameaçou dizendo que iria chamar seu pai e irmão para me dar uma surra e ficou circulando ao meu redor. Tive de ir embora estava com a pressão alta, irado, já pensando ir as últimas conseqüências e brigar com ele, saí da escola às pressas e fui a Unidade de saúde mais próxima para verificarem minha pressão que estava 20/14. Através de atestado médico passeis quarenta e cinco dias afastados das atividades escolares.
    Outra situação péssima que enfrentei foi um individuo totalmente drogado adentrou no campo de futebol ameaçando a todos quase sem poder falar dizia que ele era o dono do jogo agora e quem impedisse iria ver o que acontecia, mais uma vez tive de sair rapidamente do ambiente.
    Palavras de baixo calão, pornografia é o que mais vemos de muitos alunos dentro da sala de aula. Eles agridem moralmente professores sem nenhum constrangimento dirigindo ofensas e mais ofensas sem o mínimo de escrúpulos e pudor, temos de recorrer sempre à direção da escola para tomar providências. Este ano um aluno armado com um revolver foi retirado da sala de aula pela polícia, foi um rebú danado dentro da escola, mas pasmem, o aluno foi apenas transferido de turno. São tantos casos que daria para escrever muitas páginas.
    O que mais me intriga é que não existem ações efetivas para resolver o problema e em nenhuma reunião o tema é debatido, agem como se nada tivesse acontecido, encobrem os fatos e a realidade só faz piorar. Até quando surpotaremos?

  3. cesar machado diz:

    vai matar o funcionalismo de fome… volta geraldo melo,volta com o bandern…

  4. Karly Robson de Sousa Pereira diz:

    Não é fácil.Já perdi a esperança em dias melhores na educação e hoje sou aluno do curso de Direito da Uern,contando os dias em que finalmente sairei da profissão.Tudo o que foi narrado por Willian pereira é a expressão maior da verdade.

  5. Maria da Conceição Lopes diz:

    Eu sempre acreditei na possibilidade de um dia a escola pública que tanto preza pela qualidade, pelos bons conceitos éticos, morais e civeis etc etc… adote medidas compondo em seus quadros outros profissionais como advogados, psicólogos, psicomotricistas, psicopedagogos, assistentes sociais dentre outros profissionais para este profissional ser capaz de trabalhar a família e o individuo no seio familiar como um todo e não necessariamente trabalha apenas como repasse de instrumentos do Ministério ou de outras esferas a fim de combater o desajuste encontrado na prática escolar . Que a sensibilidade de Carlos Augusto como mentor intelectual e co-responsável pelos avanços a serem traçados na gestão da sua dignissíma esposa Governadora Pediatra Rosalba Rosado, que o mesmo reinvente a nova cara da Educação do Estado do RN.

  6. Antonio C. diz:

    teve tbm a greve dos médicos recem nomeados por falta de pagamentos dos vencimentos desde de outubro/2010!!

  7. Raimundo Dantas Godeiro Filho diz:

    A mídia aqui é como a de São Paulo. Recebem grande quantias dos governos municipal e estadual. Como vão divulgar algo negativo para suas administrações?

  8. Lia Queiroz diz:

    É A ROSA, É A ROSA, DÁ-LHE ROSA !!!!!!

  9. MARCOS PINTO - Da AAPOL, ICOP, IHGRN e do IANTT. diz:

    NUNCA, na história deste Rio Grande do Norte sem sorte, se viu um governo enfrentar 03 greves em tão pouco tempo. Urge o tempo e os adversários rugem.

  10. itamar de sousa diz:

    tenho 54 anos,ontem vi uma de minhas professoras,D CONCEIÇAO,foi professora minha no ANTONIO GOMES,estava fazendo compras no supermercado,me emocionei novamente,pois ja tinha me emocionado ha dois meses atras,quando vi o professor ALBERTO,tambem meu professor do colegio estadual.
    o que aconteceu com as pessoas?se embruteceram?aonde está o respeito?o amor?a gratidao?
    penso que isso tem que ser ensinado em casa,pois meus tres filhos ,respeitam seus professores,e sempre que os encontram ,fazem questao de me apresentarem.
    caro PROF WILLIAM PEREIRA ,sou solidario a vc,nao se entristeça muito com isso nao,vc esta fazendo a sua parte,com certeza vc tera a satisfaçao do dever cumprido,já os pais desse alunos,terao muito a lamentar num futuro bem proximo.um abç
    AO MESTRE COM CARINHO,…..ALUNOS.

  11. Antonio Melo diz:

    Tem mais greve anunciada pra logo logo. Os professores da UERN já fizeram parada de advertência. E me parece que os funcionarios da EMATER já estão se mobilizando.
    VIVA OS ROSADOS EM MOSSORÓ E NO RIO GRANDE DO NORTE!

  12. Clara Mansur diz:

    Quando eu falo que essa Rosa é a rainha do marketing… pois é…foi fazer uma visitinha em Ipanguassu, foi recitar lá as estórinhas da carochinha pro povo mané.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.