• Banner Lion Brazil Fim de 2019 - 05-12-19
sexta-feira - 30/11/2018 - 16:14h
Saúde

Saída de cubanos e evasão de médicos causam preocupação


Prefeitos que integram a Federação dos Municípios do RN (FEMURN) estão preocupados com os rumos do Programa Mais Médicos, com a saída em massa de cubanos, em retorno ao seu país de origem. Segundo a entidade, há necessidade de rápido preenchimento das vagas, mas ao mesmo tempo apontam outro problema.

“Não bastasse a desagradável falta destes profissionais, diversos municípios do nosso Estado e de vários estados do País, também estão se deparando com outra realidade inesperada e indesejável: os Médicos que já estavam contratados diretamente pelos municípios, estão migrando para o Programa “Mais Médicos”, dadas as condições diferenciadas que o Ministério da Saúde oferece para os Profissionais atendam ao chamamento e o cumprimento das metas de contratação do Programa”, relata a Nota – Programa “Mais Médicos e atendimentos nos municípios do RN, que a entidade divulga nesta sexta-feira (30).

Segundo a entidade, “a situação tem causado inúmeros transtornos e angústia, tanto para a nossa população, que está sem o necessário e merecido atendimento básico de saúde, bem como para os Gestores Municipais, que aguardam, impotentes, o Governo Federal solucionar esses problemas”.

“Os Gestores Municipais do RN torcem para que o quanto antes os atendimentos aos nossos Munícipes sejam retomados, com o respeito e a cidadania de sempre”, completa a Femurn.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde

Comentários

  1. François Silvestre diz:

    É apenas o começo, antes de começar. Vem mais por aí. Entremos no paraíso.

  2. carlos diz:

    basta os prefeitos pagarem direito aos medicos que eles nao deixam as cidades. nao é falta de dinheiro,é falta de compromisso com a saude, ou eles acham que os medicos vao trabalhar de graça

  3. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Que tal BURRO NARIANOS, a governança/desgovernança do BURRO NARO, na prática, já iniciada e à pleno vapor, mesmo antes da posse do Estrupício, conhecido fantoche dos americanos do Norte….!!!???

    Entrementes, já agora no período da tarde em visita à uma cidade do interior de São Paulo, o cerebral dito Presidente eleito pelos maviosos, generosos, desprendidos, sensíveis e inteligentes eleitores BURRO NARIANOS, no caso o famoso e dito Mito, saiu-se com a seguinte pérola sobre a situação dos índios que ainda vivem nas aldeias demarcadas, vejamos:

    ” ÍNDIOS QUE VIVEM EM ALDEIAS DEMARCADAS,SÃO IGUAIS AOS ANIMAIS EM ZOOLÓGICOS”…!!!

    Conforme se pode deveras comprovar, se o DEPÓSITO de fezes, gazes, asneiras, estultices e bizarrices, de fato, conseguir tirar os quatro anos, torçamos para que algum brasileiro que não faça parte da meia dúzia historicamente privilegiada , consiga se salvar dessa tragédia que se anuncia à passos largos….!!!

    Nesse contexto,apenas uma singela e respeitosa perguntinha…Cadê os representantes (QUE TANTO LUTARAM E AO MESMO TEMPO, ENVERGONHARAM OS BRASILEIROS QUE POSSUEM CÉREBRO, QUANDO DA MAVIOSA “RECEPÇÃO” AOS MÉDICOS CUBANOS -AGORA, EXPULSOS PELO BURRO NARO) da nossa magNãnima classe médica para se reportar acerca da situação dos pacientes brasileiros abandonados desde sempre principalmente nos mais remotos rincões, pequenas e medias cidades brasileiras, basicamente em função do histórico processo elitista e corporativista secularmente engendrado por Vossas InsoLências notoriamente inclusivas, generosas e beneméritas figuras, as quais tem no Juramento de Hipócrates seu modus operandi às avessas quando das suas atuações profissionais, claro, salvo raríssimas exceções….!!!???

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN.7318.

  4. paulo diz:

    Ah, tá!

  5. Lair solano vale diz:

    Sei da centralização dos recursos em Brasília, mesmo assim , com GESTÃO e sem enrolação e politicagem é possível os municípios contratarem os médicos para as ESF ( saúde da família ) acrescentando remuneração aos recursos que vem de Brasília e dando condições de trabalho as equipes .
    Em Mossoró , Natal e Parnamirim os municípios fazem que pagam ( é uma merreca ) e alguns médicos trabalham apenas 20 horas por semana ( é pra ser 40 no ESF ), sobra pra quem o prejuízo ? para assalariados e desempregados.
    Falta para propaganda ? NÃO, para o lixo , NÃO, e etc e tal. A população precisa fazer a sua parte ? Sim , não sujando as ruas, pagando o IPTU e cobrando a NOTA FISCAL em todas as compras, são alguns exemplos.

  6. paulo diz:

    Obrigado!

    - De nada.

  7. Carlos diz:

    Quando alguém encontrar um médico Brasileiro trabalhando 40 hrs em uma ESF, me avise.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.