quarta-feira - 27/10/2010 - 19:44h

Supremo, outra vez, nada decide sobre Ficha Limpa


Todos os ministros mantiveram os votos, e a análise sobre a aplicação da Lei da Ficha Limpa nestas eleições no Supremo Tribunal Federal (STF) chegou novamente ao empate nesta quarta-feira (27). Outro 5 x 5.

O plenário julga recurso do candidato ao Senado Jader Barbalho (PMDB-PA).

Agora, os ministros decidem como desempatar a questão. O recurso de Barbalho, que teve o registro de candidatura barrado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), é semelhante ao de Joaquim Roriz (PSC-DF), que terminou em impasse entre os ministros.

O Supremo já reconheceu a repercussão geral, e o entendimento no caso deverá ser seguido pelos tribunais inferiores em processos idênticos. O advogado de Jader Barbalho, José Eduardo Alckmin, pediu a suspensão do julgamento até que outro ministro fosse nomeado.

“Essa Corte não pode ficar paralisada”, rebateu Celso de Mello. “O tribunal deve procurar meios para superar esse impasse.”

A maioria rejeitou o adiamento.

Saiba mais AQUI.

Nota do Blog – Uma pergunta: é pra rir ou para chorar?

Com todo respeito, mas esse comportamento da mais alta corte do país é um insulto ao país, desrespeito à própria Constituição que deveria zelar e guardar.

Está faltando coragem para decidir. Quem vai resolver o impasse? O bispo?

Chamem o Tiririca, porque "pior não fica".

Categoria(s): Blog

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.