quarta-feira - 08/05/2019 - 22:32h
Greve dos professores

Sindicato apresentará proposta de acordo em assembleia


O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) realizará assembleia geral às 9h dessa quinta-feira (9) no Auditório da Estação das Artes Eliseu Ventania.

A direção da entidade vai repassar detalhes da audiência entre a entidade e a Prefeitura Municipal de Mossoró, ocorrida na 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Mossoró, para definição de reposição de aulas dos professores grevistas e garantia de pagamento de dias paralisados.

A proposta apresentada é que haja pagamento dos dias cortados até o dia 20 de maio, firmando-se calendário para cobertura integral das aulas suprimidas dos alunos no período de greve.

Outros pontos da audiência deverão ser apresentados.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
quarta-feira - 17/04/2019 - 14:46h
Hoje

Professorado encerra greve após 39 dias de movimento


Assembleia aconteceu no Sindiserpum (Foto: cedida)

Durante assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (17), professores da rede municipal de ensino aprovaram o fim da greve iniciada em 8 de março.

O acordo veio depois de uma audiência entre Prefeitura e sindicato por intermédio do Ministério Público Estadual ocorrida na tarde dessa terça-feira, 16 de abril. O movimento durou 39 dias.

“A greve foi encerrada por causa do diálogo”, afirmou a presidente do Sindiserpum, Marleide Cunha. “A democracia venceu a tirania”, disse.

A mediação da audiência foi do promotor de justiça Olegário Gurgel.

Leia também: Audiência coloca Prefeitura e grevistas em diálogo.

Nota do Blog - O Sindiserpum esticou a corda até onde pode. A Prefeitura teve uma “vitória de Pirro”, pois se desgastou desnecessariamente por pura pirraça, evitando um simples diálogo, numa corrida de gato e rato humilhante e desnecessária.

Uma pena.

A pecha de prefeita incapaz de dialogar já está adesivada na prefeita Rosalba Ciarlini (PP), o que não é bom.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais
  • Repet
sábado - 13/04/2019 - 08:56h
Impasse

MP marca audiência entre grevistas e prefeitura


A partir de requerimento do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM), oficializado na terça-feira (09), o Ministério Público do RN (MPRN) resolveu marcar uma Audiência Conjunta de Negociação para tentar desmanchar impasse entre categoria de professores e a Prefeitura Municipal de Mossoró.

O MPRN definiu essa audiência para a próxima terça-feira (16), às 14h30min, tendo em vista que nenhuma abertura de diálogo foi possível com a Prefeitura, mesmo após o protocolo de nove ofícios – todos ignorados pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP).

Numa assembleia realizada na tarde dessa sexta-feira foram repassadas todas as informações acerca da audiência e, até lá, a greve continua.

Na quarta-feira (17), em uma nova assembleia marcada para às 8h na sede do Sindiserpum, serão repassadas as informações sobre a audiência e será novamente deliberado sobre os rumos do movimento grevista.

Professorado reivindica 4,17% de reajuste salarial e PMM já efetivou 3,75%.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
terça-feira - 02/04/2019 - 17:50h
Mossoró

Professores, em greve, vão ao ataque por reajuste


Professores municipais mantêm greve que chega ao 25º dia, sob o comando do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM). E o movimento recrudesce, emparedando o governismo.

Assembleia Geral no Auditório da Estação das Artes Eliseu Ventania, nesta terça-feira (2 de abril de 2019) traçou caminhos para novas movimentações, como a “Carreata Pelo Respeito à Educação”, na sexta-feira (5), às 15 horas, a partir da Igreja de São Manoel, na Avenida Presidente Dutra.

Programação dos grevistas definiu carreata para a próxima sexta-feira (reprodução)

Outdoor também estampa fotos da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e 13 vereadores, tratados como “Traidores dos Servidores”.

Grevistas cobram reajuste do Piso Salarial em 4,17%, mas governo da prefeita Rosalba Ciarlini já publicou lei com índice de 3,75% e há vários meses se recusa a receber comissão de docentes e sindicato.

Outdoor define papel da prefeita e bancada governista na relação com servidores (Foto: reprodução)

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Gerais / Política
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
terça-feira - 19/03/2019 - 18:48h
Mossoró

Paralisação de professores é mantida


Assembleia teve maciça participação de professores municipais (Foto: cedida)

Greve que segue.

Reunidos nesta terça-feira (19) no auditório da Estação das Artes Eliseu Ventania, professores da rede municipal de ensinam de Mossoró decidiram continuar greve.

Paralisação começou no último dia 8. Cobra-se pagamento de reajuste salarial de 4,17% (governo concedeu 3,75%), mas perdas acumulam-se há dois anos sem atualização remuneratória.

Leia também: Governismo publica lei com reajuste; protesto ganha volume.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
terça-feira - 19/03/2019 - 08:58h
Mossoró

Governismo publica lei com reajuste; protesto ganha volume


Do Blog Diário Político

O Jornal Oficial do Município de Mossoró (JOM) publicou na em sua recente edição (18 de março, veja AQUI) a lei que reajusta os salários dos servidores em 3,75% para todas as categorias, incluindo profissionais da educação, agentes comunitários de Saúde e agentes de combate a endemias.

Há dois anos os servidores não tinham qualquer reajuste salarial.

Os professores estão em greve desde o dia 08/03.

A categoria cobra reajuste de 4,75%, percentual indicado pelo piso nacional do Ministério da Educação. Sem diálogo os educadores cobram atenção do executivo.

Nota do Blog Carlos Santos – O movimento do professorado, comandado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM), ganhou volume e o engajamento de alunos e familiares. As redes sociais são um termômetro do desgaste crescente que a paralisação provoca na imagem da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e seu governo, que usa fórmulas de sempre num tempo que não é como sempre foi. Bradar como resposta o bordão “é a Rosa!”, acaba representando o vazio dos argumentos do governismo nessa peleja onde inexiste diálogo.

Leia também: Reajuste proposto por Rosalba esconde grande prejuízo;

Leia também: Prefeita e vereadores são “traidores dos servidores”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
sábado - 09/03/2019 - 08:22h
Mossoró

Greve de professores gera guerra de informações


Professores fizeram protesto público (Foto: Sindiserpum)

A Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Mossoró informou em comunicado oficial, que a paralisação do professorado não afetou a grande maioria das escolas que integra a Rede Municipal de Ensino. “Teve funcionamento normal nessa sexta-feira (8)”.

Apesar do anúncio de movimentação de paralisação pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDISERPUM), as unidades de ensino contaram com aulas nos dois turnos durante esta sexta.

Normalidade

Cerca de 70% das escolas tiveram funcionamento normal, assegura o governo.

No caso das Unidades de Educação Infantil, a adesão total ao movimento de greve foi de apenas 16,2% das 36 UEI´s da rede.

Já nas escolas, a paralisação foi de somente 15% das 77 nas zonas urbana e rural.

O relatório de acompanhamento foi divulgado pela Secretaria de Educação.

Já o Sindiserpum diz que “houve grande adesão”, mas não informa percentuais (veja AQUI). Chega a anunciar que mais de cinco mil alunos teriam ficado sem aula, sem maiores detalhes.

A entidade cobra diálogo com a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e cumprimento de compromissos salariais com os professores.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Educação
sexta-feira - 01/03/2019 - 16:02h
Estado do RN

Mais uma categoria anuncia greve na atual gestão


Os escrivães de Polícia Civil do estado irão paralisar as atividades a partir do próximo dia 13.

A decisão segue a mesma posição dos agentes de polícia, em assembleia ocorrida nesta quinta-feira (28) – veja AQUI.

Os policiais só suspenderão o movimento quando forem recebidos pela governadora Fátima Bezerra.

O objetivo da categoria é o compromisso da chefe do executivo de que não haverá perda salarial na resolução da ação judicial que visa a retirada dos adicionais por tempo de serviço (ADTS).

Para a Associação dos Escrivães de Polícia Civil do RN (Assesp/RN) é inadmissível que o servidor pague sozinho a conta da calamidade.

Desde o dia 5 de fevereiro que está em andamento a primeira greve na gestão da governadora Fátima Bezerra (PT), protagonizada pelo pessoal da Saúde.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
  • Repet
terça-feira - 22/01/2019 - 07:42h
Alerta

Sindicato cobra audiência e admite promover greve


Do Blog Diário Político

De acordo com publicação no perfil do Facebook de Marleide Cunha, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM), mais uma vez a direção da entidade solicitou via ofício, audiência com a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) para discutir, entre outros pontos, os reajustes salariais de pelo menos três categorias: professores, agentes de saúde e agentes de endemias.

Todos com data base para este mês de janeiro. Há dois anos os salários dos servidores não são sofrem qualquer reajuste.

No texto compartilhado, Marleide afirma que outros dois ofícios foram protocolados com o mesmo fim e não foram dadas respostas por parte do executivo municipal. Na publicação a líder sindical deixou aventada a possibilidade de greve, caso não exista negociação por parte da prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini:

- “Depois quando se deparar com uma greve não diga que não temos motivos ou que é intempestiva”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagramAQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
quinta-feira - 03/01/2019 - 18:08h
Salários em atraso

Sindicato avisa à Fátima Bezerra que não aceita parcelamento


Janeayre: mesma postura em novo governo (Foto: Web)

Do Blog Saulo Vale

“Nós não vamos aceitar o parcelamento de salários”. O recado é da presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do RN (SINSP/RN), Janeayre Souto.

Tem um claro destinatário: O governo Fátima Bezerra (PT).

“Parcelar o passado e pagar em dia o presente é iludir o servidor e fingir que está tudo bem. Não resolve o problema”, acrescentou.

Ela se referiu ao decreto governamental que pretende negociar o passivo dos servidores.

Janeayre liderou os protestos contra o governo Robinson Faria (PSD), em 2018, durante a polêmica votação do ajuste fiscal.

Nota do Blog – Postura absolutamente coerente da sindicalista Janeayre Souto.

Não pode mudar discurso porque mudou de governo e de governante, saindo de um adversário político para uma companheira de lado.

Mas vale a pergunta: se não for possível, teremos greve?

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
quinta-feira - 27/12/2018 - 22:40h
RN

Delegados são solidários à greve, mas fazem autos de prisões


Os delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte decidiram manifestar apoio ao movimento dos agentes e escrivães de polícia denominado “Operação Zero”, em protesto contra os atrasos na folha de pagamento dos servidores estaduais.

Atualmente, os delegados estão sem receber o 13º de 2017 e o de 2018. Também não possuem informações sobre o pagamento de dezembro deste ano.

A adesão foi decidida por unanimidade na tarde desta quinta-feira (27) em assembléia na sede da Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (ADEPOL/RN), mas com algumas ressalvas.

Serão suspensos os registros de boletins de ocorrência, investigações, e outros procedimentos, porém os autos de prisões em flagrante serão lavrados nas cidades de Natal, Caicó e Mossoró.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
quarta-feira - 26/12/2018 - 09:22h
RN

Escrivães se associam a movimento grevista a partir de hoje


Sem qualquer posição do Governo do Estado até o momento, os escrivães de polícia do RN confirmam o início de uma paralisação para esta quarta-feira (26).

A decisão foi aprovada em assembleia realizada na última segunda-feira (24), em conjunto com agentes de polícia, no Sindicato dos Policiais Civis e dos Servidores da Segurança Pública do RN (SINPOL), em Natal.

Segundo os policiais, o movimento durará até que o governo do Estado atualize a folha salarial.

Até hoje, agentes e escrivães não receberam o 13º de 2017 e estão sem previsão de pagamento do 13º de 2018 e do salário de dezembro deste ano.

“A categoria está firme. E não vai voltar a trabalhar enquanto ele não pagar o que está atrasado e pelo menos sinalizar uma data para o salário de dezembro”,  disse Carolina Campos, presidente da Associação dos Escrivães de Polícia Civil do RN (ASSESP/RN).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
terça-feira - 13/11/2018 - 21:38h
Indicativo

Porta-voz da Uern alerta para prejuízos com nova greve


Chefe de Gabinete da Universidade do Estado do RN (UERN), o professor Zezineto Mendes manifesta temor com o indicativo de greve em marcha na instituição. Para ele, “uma paralisação agora é algo imprudente”.

Zezineto pede prudência (Foto: Web)

A Associação dos Docentes da Uern (ADUERN) decidiu na segunda-feira (12) – veja AQUI, que no próximo dia 20, às 9h, em sua sede em Mossoró, tomará posição sobre nova greve.

Na pauta, atrasos salariais e a falta de pagamento do 13º salário de 2017, que o Governo do Estado ainda não pagou para quem recebe mais que R$ 5 mil.

Fim

“Estamos no fim de um ciclo acadêmico e uma decisão como essa prejudicará milhares de alunos. Também estamos a poucas semanas do término do atual governo, com outro prestes a ter início em 1º de janeiro”, lembra Zezineto Mendes.

A última paralisação do professorado foi encerrada em assembleia no dia 16 de março deste ano (veja AQUI). Durou 127 dias. A anterior, em 2015, teve 2015 ocorreu o recorde de 147 dias. Em menos de quatro anos, a Uern teve 274 dias de greve dos seus professores.

De 2011 até março deste ano, a instituição teve 446 dias de greve do professorado, sem qualquer conquista quanto a seus pleitos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
quinta-feira - 22/03/2018 - 09:43h
Uern

Professores lançam projeto que busca apoio da sociedade


A Associação dos Docentes da UERN (ADUERN) inicia nesta quinta-feira (22) o projeto “ADUERN Nos Bairros”. A iniciativa visa discutir com a comunidade a importância da universidade, mostrando o processo de sucateamento que vem sendo imposto a ela, mas também os inúmeros serviços e benefícios que ela oferece ao povo do Rio Grande do Norte.

O primeiro bairro a ser visitado pelo “Aduern nos bairros” será o Conjunto Vingt Rosado, que recebe os docentes a partir das 16h. Na oportunidade serão realizados atendimentos médicos e orientações de prevenção a doenças, uma roda de conversa sobre violência contra a mulher e também um minicurso de fotografia e produção cultural comunitária.

Nota do Blog – Uma luz de bom senso na Aduern. Depois de uma greve desastrosa (mais uma), finalmente atenta para uma necessidade imperiosa que defendemos no Blog Carlos Santos há anos.

A Uern precisa ser abraçada pela sociedade, mas para isso é imprescindível que essa mesma sociedade (e não apenas políticos) conheça quem ela é, seu valor, seus números, sua dimensão social incomensurável.

Muitos professores e alunos não sabem quase nada sobre o que defendem. O cidadão comum, menos ainda. Por isso, também, que em cada greve exaustiva, a instituição fica tão isolada e entregue à própria sorte, pois só são exaltados seus problemas, deficiências e carências.

Aplausos. Contem, como sempre, com esta página e nossa voz.

Só uma ponderação. A iniciativa deveria ter outro denominação e voltada para o simbolismo e marca da Uern e não do sindicato, algo que poderia ser conversado com a Reitoria e outros segmentos, para encorpá-lo mais. Essa é uma luta de muitos. Incluimo-nos nela.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
segunda-feira - 11/12/2017 - 12:40h
RN

Agentes penitenciários vão paralisar atividades


Agentes penitenciários estaduais vão fazer greve.

Devem cruzar os braços por tempo indeterminado a partir da próxima quarta-feira (13).

Pressionam o governo para a implantação do nível de carreira.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Segurança Pública/Polícia
segunda-feira - 06/11/2017 - 21:32h
RN

Policiais resolvem parar cobrando pagamento atualizado


A Polícia Militar do Rio Grande do Norte vai parar. Definido. A paralisação acontecerá na próxima segunda-feira (13).

Assembleia decidiu ir pro confronto (Foto: cedida)

Assembleia Geral Unificada, que ocorreu por volta das 17h desta segunda-feira (6), no Clube Tiradentes, sede da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN, definiu essa posição de policiais militares, bombeiros militares e praças.

Oficiais em assembleia também hoje tiveram a mesma posição.

A estratégia é cruzar os braços e levar movimento ao Centro Administrativo em Natal (onde fica a Governadoria) na segunda-feira, a partir das 8 horas.

Os policiais cobram atualização de seu pagamento, haja vista que atraso em alguns casos passa dos 60 dias.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
segunda-feira - 23/10/2017 - 19:54h
Funcionalismo

Pressionado, Robinson Faria pede projetos de volta


Em viagem ao Vaticano, com esticada até Portugal, o governador Robinson Faria (PSD) escalou seu vice Fábio Dantas (PCdoB) para protocolar na Assembleia Legislativa a entrega de dois projetos relacionados à questão remuneratória dos servidores.

Ele cumpriu a missão áspera, enquanto Robinson na Europa matinha distância do epicentro do estresse.

Vice e Robinson: fora de compasso, como o governo

Hoje à noite, o governador resolveu pedir de volta os projetos, alegando que considera importante ampliar debate em relação a eles, antes de submetê-los – ou não – à votação na Assembleia Legislativa.

“Nossa decisão é de promover um maior debate e um estudo mais aprofundado, em função da complexidade das medidas e do impacto que vão gerar. Em um momento de extrema dificuldade financeira, precisamos e faremos novos ajustes na máquina pública preservando sempre o diálogo que é marca da nossa gestão”, afirmou o Robinson em seus endereços nas redes sociais.

Projetos

Os projetos de lei – mensagem 151 e mensagem 148 – tratam do subsídio único e do teto salarial do servidor.

Com greve engatilhada, os servidores organizados em sindicatos, associações e um fórum próprio (veja AQUI), pelo visto impuseram maior temor ao governo, que resolveu recuar.

Dentro da própria Assembleia Legislativa a base governista está inquieta com o “dever” de endossar um rol de medidas antipáticas.

A decisão de Robinson deixa Fábio Dantas embaraçado no episódio. Mas nem por isso capitaliza o governador para que possa aparecer “bem na fita”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
terça-feira - 10/10/2017 - 23:52h
Sindiserpum

“Greve” sindical chega ao fim de forma melancólica


Chegou ao fim, de forma melancólica, como foi todo o movimento, a “greve” empinada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM).

Completaria um mês nessa quarta-feira (11).

Nunca passou de um pífio aglomerado de sindicalistas, tão-somente, que chegou a se reunir algumas vezes à calçada da sede da municipalidade (Palácio da Resistência).

Nas redes sociais, como é comum, não faltaram apoios e “participantes”. A grande maioria dos “apoiadores” nunca saiu do comodismo da rede, sofá ou cama com smartphone à mão.

A entidade não conseguiu mobilizar os servidores, em luta por reajuste salarial acima do proposto (3,93%) pela gestão Rosalba Ciarlini (PP).

Nota do Blog – O Sindiserpum precisa se reinventar, repensar suas estratégias de luta e sua relação com os próprios servidores.

Definha velozmente, desde que foi “parceiro” da gestão Francisco José Júnior (PSD), por conveniência político-partidária.

Paga o preço do alinhamento iníquo. Essa greve foi sem nunca ter sido. Nunca passou de uma paralisação do próprio sindicato.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais / Política
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
segunda-feira - 18/09/2017 - 23:34h
Paralisação (?)

Greve segue sem incomodar prefeita Rosalba Ciarlini


Completou uma semana hoje (segunda-feira, 18), a greve dos servidores da Prefeitura Municipal de Mossoró.

Ninguém percebeu.

A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) não está nem aí para a paralisação anêmica que se promove.

Leia também: Greve é esvaziada com astúcia e estratégias quase invisíveis AQUI;

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais
sábado - 06/05/2017 - 11:31h
Prefeitura de Mossoró

Rosalba tenta frear greve com diálogo, mas não consegue


A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) tentou estancar o movimento grevista marcado para começar na próxima segunda-feira (8), no âmbito da Prefeitura Municipal de Mossoró. Tentou reunião emergencial neste sábado (6) com a direção do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM).

Sindiserpum em reunião com Rosalba e secretários no dia 16 de janeiro (Foto: arquivo)

Foi em vão.

A proposta foi feita à presidente da entidade, Marleide Cunha, através do presidente do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Mossoró (Previ-Mossoró), Elviro do Carmo Rebouças, ontem.

A prefeita já havia assegurado, através da comissão designada por ela para dialogar com a entidade, que logo que retornasse de Natal, onde cumpriu compromissos administrativos, agendaria uma nova reunião com o sindicato.

Greve mantida

Sexta-feira (5), o Sindicato solicitou nova audiência com a prefeita para tratar do pagamento de dezembro e do indicativo de greve aprovado pela categoria para a próxima segunda-feira. A presidente Marleide Cunha justificou que como a maioria dos dirigentes está em viagem neste fim de semana para participar de eventos, não seria possível a reunião sugerida pela prefeita, neste sábado.

Greve mantida para segunda-feira, como decidido em assembleia (veja AQUI).

Rosalba viajará para compromissos em Natal na segunda-feira e também terça-feira (9), só estando de retorno à cidade para agenda a partir de quarta-feira (10).

Nota do Blog – Salutar a iniciativa da prefeita. Importante retomar diálogo. Uma paralisação em algo que já está quase parando, só penaliza o contribuinte, àqueles que mais precisam da máquina pública. Que o Sindiserpum junte seus dirigentes e procure negociar.

A greve deve ser o último recurso.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Lion Brazil - 09-01-18 a 09-03-19 - Moda Masculina
sexta-feira - 05/05/2017 - 20:56h
2017

Rosalba anuncia calendário de pagamento para funcionalismo


A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) anunciou nesta sexta-feira, 05, o cronograma de pagamento dos servidores públicos até o fim do ano. E adiantou que o desembolso continuará dentro do mês, como vem ocorrendo desde o princípio da atual gestão. Os salários de maio estão confirmados para o dia 31, para todo o funcionalismo.

Ao assegurar o pagamento em dia, a prefeita Rosalba adiantou que em função da festa da Abolição da Escravatura, o pagamento de setembro será antecipado para o dia 29.

Indicativo de greve

Ao anunciar o cronograma de salários, a prefeita disse esperar que as negociações com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDISERPUM) não sejam interrompidas para a conclusão do pagamento de dezembro, inclusive com o 13º salário e gratificações da saúde.

A entidade anunciou ontem que deflagrará greve a partir de segunda-feira (8) e questionará realização do Mossoró Cidade Junina (MCJ) judicialmente (veja AQUI).

“Já pagamos cerca de 63% dos servidores. Não houve quebra de diálogo por parte da Prefeitura, uma vez que determinei uma comissão de secretários para dar andamento às conversas com o Sindicato”, destacou.

Com informações da Prefeitura Municipal de Mossoró.

Categoria(s): Administração Pública
segunda-feira - 13/03/2017 - 13:16h
Hoje

Terceirizados fazem greve, mas Uern atesta pagamento


Servidores terceirizados da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), que atuam na limpeza e serviços correlatos, começam a semana em greve. Nesta segunda-feira (13), eles deflagraram paralisação sem tempo para terminar.

Cobram dois meses de salários em atraso.

Protesto começou hoje (Foto: Aduern)

De imediato, a instituição informou em Nota Oficial que “na última quinta-feira, 09 de março de 2017, enviou a remessa financeira autorizativa de pagamento à agência bancária, para que fosse efetuada a transferência de pagamento para a empresa responsável pela prestação de serviços gerais de higiene e limpeza na Universidade.”

Acrescentou que “no dia seguinte, 10 de março, a agência bancária efetuou a transferência para conta da empresa responsável, quitando a última fatura apta ao pagamento da prestação de serviços gerais de higiene e limpeza na Instituição.”

A empresa Solaris, terceirizada beneficiada com o pagamento, não se pronunciou sobre o caso. A Uern informa que para cobertura de outro mês cobrado pelos grevistas, a Solaris precisa cumprir o devido processo legal, o que não ocorreu até o momento.

Em suas páginas nas redes sociais, a Associação dos Docentes da Uern (ADUERN) destaca a greve.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.