domingo - 24/04/2011 - 08:34h

Traze-me



Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra, apenas,
– vê que nem te peço alegria.
Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no teu coração!
A alvura, apenas, dos ares:
– vê que nem te peço ilusão.
Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
-Vê que nem te digo – esperança!
-Vê que nem sequer sonho – amor!

Cecília Meireles (1901-1964) – Poetisa, pintora, escritora e jornalista carioca

Categoria(s): Nélter Queiroz

Comentários

  1. Edvan Queiroz diz:

    Que docura dos versos e a perfeita distribuição das palavras nos faz divagar em pensamentos. A busca por coisas tão singelas e possíveis para alegrar, pefurmar, e tranquilizar a alma o espírito dos seres humnaos imperfeitos, tudo descrito no trecho de poeisa de Cecilia Meirelhes, esta acadêmica da poesia.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.