quinta-feira - 13/02/2014 - 14:57h
Eleições 2012

Tribunal ratifica mais uma condenação para Cláudia e vice


Cláudia amontoa condenações

Finalmente.

O juiz Carlos Virgílio emitiu seu voto em cima do recurso eleitoral de número 417-67.2012.6.20.0033. Terminou de ler seu voto há poucos minutos no plenário do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em matéria concernente às eleições municipais de Mossoró em 2012.

Apesar de não concordar com alguns pontos das denúncias da matéria, também votou pela manutenção de condenação da prefeita e vice-prefeito eleitos de Mossoró, Cláudia Regina (DEM) e Wellington Filho (PMDB). Fechou placar de 5 x 0 desfavorável a ambos.

As sanções são inelegibilidade por oito anos, multa pecuniária, cassação e afastamento dos respectivos cargos.

Assim, Cláudia e Wellington (que estão cassados e afastados do governo municipal desde 5 de dezembro do ano passado), totalizam oito julgamento desfavoráveis no TRE. Foram mantidas seis cassações e reformadas duas sentenças que lhes foram favoráveis em primeiro grau.

AIJE

O julgamento desse recurso eleitoral começou no dia 30 de janeiro, com voto do relator Eduardo Guimarães. Placar chegou a ficar 4 x 0 para manutenção de condenação de primeiro grau, com votos ainda de Nilson Cavalcanti, Verlano de Medeiros e Nilson Cavalcanti.

Mas àquela data, Carlo Virgílio pediu vistas. Com o julgamento sendo retomado no dia 4 de fevereiro, mais uma vez Virgílio freou finalização do veredito, com novo pedido de vistas.

O recurso eleitoral 417-67.2012.6.20.0033 deriva de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) protocolizada pela coligação Frente Popular Mossoró Mais Feliz e o Partido Socialista Brasileiro (PSB).

No rol de denúncias, eis síntese do que é imputado aos réus, constante nos autos:

Denúncias

a) A promessa de Edvaldo Fagundes (empresário do Grupo Líder) as duas principais instituições católicas de Mossoró, com influência no sentimento subjetivo da caridade inerente à população católica. Promessa estendida a outras entidades de cunho solidário com indicativo de continuidade do auxílio, tudo para o caso exclusivo de sucesso da campanha de Cláudia Regina, isto acompanhado de ampla cobertura midiática de tal feito. Criação, sob abuso econômico e político, de circunstâncias favoráveis à eleição dos investigados.

b) Doações de Edvaldo de bicicletas a eleitores, sendo esta promessa antecedente à eleição e a entrega posterior documentada por Blog Carlos Santos, com a presença dos filhos da governadora e do deputado Betinho Rosado. Atos abusivos que gestaram situações favoráveis à eleição dos investigados, com atribuição de vantagens a serem recebidas em caso de vitória.

c) Doação de cadeira de rodas pela filha de Edvaldo Fagundes, antes da eleição, com panfletos ligando Larissa Rosado ao caso dos “Sanguessugas”.

Edvaldo: peça-chave

d) Apreensão de camisas padronizadas no dia da eleição, distribuídas pelos investigados.

e) Abuso de poder econômico e a ilicitude havida no emprego de dezenas de veículos Hilux na campanha dos investigados.

f) Helicóptero adesivado e responsável por jogar fumaça laranja sobre a cidade de Mossoró, mediante prática de propaganda/atividade de cunho eleitoral não contabilizada.

g) Irregularidade das doações efetivadas pelo colégio Mater Christi – empresa integrante de grupo educacional que recebe recursos públicos compulsórios para custeio do programa pró-superior.

h) Doações relacionadas a atividades que não pertencem à atividade econômica da parte doadora e que também não apresentam compatibilidade com o valor de mercado dos bens doados, implicando em custo significativamente superior àquele contabilizado pelos representados.

Saiba mais informações de bastidores acompanhando nosso TWITTER – clicando AQUI.

i) Emprego de veículos em propaganda eleitoral, mediante registro junto à justiça eleitoral, mas sem contabilização em prestação de contas.

j) Doações efetivadas após o dia 07 de outubro de 2012.

l) Alteração de limites de gastos em campanha de forma irregular, sob falso pretexto e vinculada a gastos diversos dos que deram suporte à alteração econômica verificada.

m) Superação do limite de gastos previstos para custeio da campanha dos investigados

n) Ilícita propaganda realizada pelos investigados no dia das eleições por meio da fala da governadora deste estado.

o) Abuso de poder econômico no amplo emprego de torpedos destinados a celulares com veiculação de propaganda negativa da candidata Larissa Rosado em prol da campanha dos investigados.

p) Emprego de recursos econômicos para doações irregulares em prol da campanha dos investigados – formas de captação de sufrágio que são mais evidentes como abuso de poder econômico: fato n° 01 – a troca de voto por pacotes de cimento; fato n° 02 – troca de voto por pares de óculos

q) Flagrante com detenção de servidores da SEDETEMA praticando atos políticos e distribuindo material de campanha dos representados em dia comum de expediente.

u) Flagrante feito em hospital privado com prestação de serviços ao Município de Mossoró por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

v) Doação de bens públicos em período vedado.

 

Categoria(s): Eleições 2012 / Política

Comentários

  1. erivan diz:

    KD O RÔDO? KD O RÔDO? , KD O RODO? , DIZIA UMA MUSICA DE NOITE ILUSTRADA QUE DIZ O SEGUINTE: LARANJA MADURA NA BEIRA DA ESTRADA , TÁ BICHADA ZÉ OU TEM MARIMBONDO NO PÉ .

  2. Carlos André diz:

    Já vai em quantas mesmo?

  3. RC 50 diz:

    Pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos todo o tempo.
    Abraham Lincoln

    • Carlos Andre diz:

      RC 50 vc devia dizer isso a LULA, pois aquele sujeito acha que o povo, num modo geral, é besta!

      • RC 50 diz:

        VC deveria transcrever e mandar para Pimentel,Padilha,Lindenberg e Gleise futuros Governadores da tríplice coroa e do Paraná que o Lulinha vai ajudar a por lá para os Lulofóbicos se estremecerem de ódjo!

        • Inácio Augusto de Almeida diz:

          RC 50
          Aposto como destes quatro dois não se elegem.
          Olhe se algum se eleger.
          Depois da entrevista do Tuma Junior, em que ele diz com todas as letras que o Lula tinha o codinome BARBA e era informante da DITADURA, os eleitores destes estados pensarão duas vezes antes de votar em alguém ligado a um dedo duro.
          Quem ainda não viu esta entrevista, pode ver.
          Basta para isto colocar no google: entrevista do Romeu Tuma Junior no programa RODA VIDA.
          Por que o Lula não processa Romeu Tuma Junior?
          Por que o BARBA não consegue tirar a entrevista da internet?
          Por que a Dilma não se pronuncia se solidarizando com o Lula?
          Por que o PT não faz a defesa da quele que era a sua maior estrela?
          Sabe por que?
          Porque contra fatos não existem argumentos.
          Se o Romeu Junior não tivesse como provar o que afirma ele já teria sido processado e estaria na CADEIA.
          TUDO ISTO VAI SE REFLETIR NAS ELEIÇÕES DESTE ANO.
          A consciência política dos eleitores de Minas, Rio, São Paulo e Paraná é muito boa.
          RC 50, entenda de uma vez por todas o seguinte.
          Você, como eu, lutamos contra a corrupção e por um Brasil melhor para os nossos filhos.
          Por que ao invés de você ficar tentando defender INFORMANTE DA DITADURA não escreve sobre o MENSALÃO MINEIRO:
          “Mensalão mineiro
          Supremo deve julgar, ainda no primeiro semestre, ação em que o atual deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG) é acusado de envolvimento com esquema de desvio de recursos públicos para abastecer sua campanha à reeleição para o governo mineiro, em 1998″
          Fonte: O Estado de São Paulo.
          Quer uma outra notícia sobre este escãndalo que vai resultar em cadeia para graúdos do bico grande?
          “Procurador-geral pede que Supremo condene Azeredo a 22 anos de prisão
          Rodrigo Janot afirma que deputado e ex-presidente do PSDB atuou de forma ‘efetiva, intensa e decisiva’ no esquema que ficou conhecido como ‘mensalão mineiro’, de desvio de recursos públicos
          07 de fevereiro de 2014 | 17h 01″
          Fonte: O ESTADO DE SÃO PAULO.
          Obswervou a data destas notícias?
          Junte-se aos que a partir de agora vão cobrar uma punição severa para os bandidos do mensalão mineiro.
          E saiba que as pessoas são como elas são, não como nós as imaginamos.
          Lula é o BARBA, disto ninguém tem mais nenhuma dúvida.
          Você não notou ainda o afastamento paulatino da Dilma do BARBA?
          Qual a viagem recente da Dilma que o BARBA foi convidado?
          Nas regiões Sul e Sudeste o BARBA no palanque da Dilma representa perda de votos.
          VAMOS NOS DEDICAR A COBRAR PUNIÇÃO SEVERA PARA OS BANDIDOS DO MENSALÃO MINEIRO.
          O BARBA é uma página negra da história política brasileira.
          Feklizmente uma página virada.
          ////
          O QUE NÃO PODE SER MUDADO NÃO DEVE SER COMENTADO.
          Inácio Augusto de Almeida

  4. Nilma diz:

    SÓ PODIA SER PROMETIDO NÃO FALTAR COMIDA NA MESA DO POBRE !!!!!!!

  5. Ana diz:

    A justiça tá passando o rodo com força!! ehehehehehe. População assistindo de camarote a justiça sendo feita. Ex-auxiliares já voltando para seus empregos anteriores, então o negócio tá feio mesmo!!!

  6. Nilson Gurgel Fernandes diz:

    Caro Carlos André;
    Eu acho que Lula não acha, eu tenho certeza que ele tem certeza.
    Nilson

Trackbacks

  1. [...] À semana passada, o presidente do  TRE, desembargador Amílcar Maia, chegou a pedir agilidade na apresentação de um voto-vista do juiz Carlo Virgílio, para que pudesse tomar essa providência. Ontem, Virgílio apresentou seu voto em um dos processos pendentes em tramitação na Casa, relativo ao pleito mossoroense de 2012 (veja AQUI). [...]

  2. [...] último voto-vista (veja AQUI o resultado), em processo relativo ao pleito mossoroense de 2012, abriu as portas para que o TRE [...]

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.