quinta-feira - 25/02/2016 - 18:02h
Pesquisa Blog do BG, Meio Dia Cidade, Consult

Uma adversária sem adversários


A  pesquisa publicada hoje mostra que Rosalba Ciarlini (PP), a ex-governadora do Estado e ex-prefeita mossoroense, é uma adversária sem adversários à sucessão municipal.

Imbatível, não.

Mas um nome a ser batido, que tem boa margem de vantagem como pré-candidata, sobretudo pela fragilidade dos nomes apresentados até aqui como supostos concorrentes.

Rosalba tem vitalidade principalmente em função do cabo eleitoral em que se transformou o prefeito Francisco José Júnior (PSD). Ele, com reprovação de quase de 80 por cento dá margem ao surgimento de salvadores da pátria.

Rosalba tenta encarnar isso, mesmo que com um índice bem abaixo do que esperava e do que seus eleitores especulavam.

Em 2014, em plena campanha estadual e último ano de gestão de Rosalba no Governo do Estado, ela chegou a ter 54 por cento de reprovação em Mossoró. Na época, a aprovação do prefeito passou dos 70 por cento.

Agora ocorre fenômeno inversamente proporcional, previsível e normal.

Vale lembrar que a campanha deste ano é bem mais curta, com 45 dias em vez dos três meses de antes. Ações e reações dentro do mesmo enredo de disputa terão espaço menor para acontecerem.

Rosalba não tem muita folga, mas tem boa sobra – vale ser lembrado.

Os potenciais adversários tem ainda tempo considerável para avançarem na pré-campanha.

O cenário não é de definição.

Entretanto nitidamente revela que a ex-prefeita tira melhor proveito da crise na Prefeitura e na aprovação em queda do Governo Robinson Faria.

Quem estiver atrás, que corra para alcançá-la.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política

Comentários

  1. lair solano vale diz:

    José Agripino e Garibaldi nunca mais tiveram interesse em se candidatar ao cargo de GOVERNADOR, sentou lá no Senado “aquele CÉU ” como dizia Agenor Maria se torna inesquecível. Rosalba canta todo dia, é pra lá que eu quero ir e é pra lá que eu vou… Portanto, o que pesa para a boa ex-prefeita é encontrar um vice para chamar de seu, e em 2018 voar de volta para o “CÉU” , ou seja o senado. Falta também combinar tin tin por tin tin com o povo.

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Engana-se redondamente quem pensa estarem estas eleições já decididas. As cartas ainda estão sendo dadas e tudo pode acontecer. Hoje a Rádio Difusora divulgava que Josué Moreira será candidato, o que implica dizer que não mais está integrando o MM. Isto significa que os empresários perderam um apoiador de peso. Josué deve levar com ele, além do PSDC, mais dois partidos menores.
    A Rosalba que lidera as pesquisas tem contra si o forte sentimento anti-rosado existente em Mossoró. Isto sem contar a maneira de fazer política que lembra mais a de uma rainha. Talvez pense Rosalba que em Mossoró existem súditos seus. Daí o sapato alto que a cada dia mais a distância do povo. Ponto fraco a serem explorados Rosalba tem em enorme quantidade. Uma candidata que não resistirá a uma propaganda bem feita por parte dos seus adversários.
    O prefeito, caso consiga a verba do empréstimo dos royalties e resolva parte dos problemas que estão a desgastá-lo tende a diminuir esta rejeição. E apoiado pela comunidade Evangélica, em todas as cidades brasileiras os evangélicos costumam votar em evangélicos, passará a polarizar a campanha com a Rosalba. E isto é tudo o que o MM não quer que aconteça. Não quer, mas nada faz para que não aconteça. Insiste o MM em fazer uma política totalmente ultrapassada no tempo e no espaço.
    Correndo por fora ainda temos o Luiz Carlos Martins que poderá se transformar no grande azarão destas eleições. Isto se realmente levar a sua candidatura até o dia das eleições. Poderá Luiz Carlos seguir dois outros caminhos. Candidato a vereador ou aceitar a vice numa outra chapa que não a do prefeito.
    As eleições estão indefinidas e adversários a Rosalba têm. Ninguém se engane.
    ////
    O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO RN JULGARÁ SAL GROSSO ANTES DAS ELEIÇÕES?
    SE SAL GROSSO PRESCREVER COMO DIZER AOS MEUS FILHOS QUE O CRIME NÃO COMPENSA?
    DEFENDA O SEU DINHEIRO. NÃO VOTE EM CORRUPTO!

  3. Marcos Pinto. diz:

    Antes de tudo, é preciso e indispensável que pensemos que essa desastrosa e incompetente política foi detentora de um total desrespeito e desatenção com a sua tão decantada Mossoró. Uma simples reforma do hospital Tarcísio Maia, para aumentar em apenas dez leitos hospitalares, uma alardeada reforma do teatro Lauro Monte Filho com destinação sombria dos recursos que nunca foram devidamente explicados quando nem onde foram aplicados, nos remete a uma concreta realidade: a de que essa mulher deve ser alijada de uma vez por todas dos destinos políticos e administrativos de Mossoró. Chega de oligarquia política e familiar numerada !. Vade retro !

  4. Flaviano Monteiro diz:

    Boa noite amigo
    Nesta Sexta-feira 26, a prefeitura de Apodi está pagando a folha de efetivos e comissionados referente ao mês de Feverieo. Esta incluído o 1/3 de férias dos 255 professores da rede municipal de ensino, além de 31 servidores de outras secretaria. Pagar em dia é uma obrigação de todo gestor público, além de um compromisso do nosso Governo com o servidor público e com o comércio local. Um forte abraço!!!

  5. Pedro Oliveira diz:

    Bom dia Carlos Santos,
    Andando por esta cidade, as vezes vemos certas coisas que nos faz pensar que ou Mossoró tem donos ou então é “terra de ninguém”.
    Um fato bem pitoresco, que vi recentemente, diz respeito à empresa Frut Frios, que inaugurou uma unidade na Av. Alberto Maranhão, bairro Belo Horizonte. Pois bem, para facilitar o acesso à empresa, foi construído um retorno no canteiro central, bem em frente à mesma. Não sei se tal obra foi feita pela prefeitura ou pela própria companhia. O problema é que a obra de acesso não parou com a intervenção no canteiro central. Não satisfeitos, fizeram intervenção também na via, transformando, veja-se o absurdo, a faixa da esquerda (sentido Centro – Belo Horizonte), em faixa exclusiva para acesso à firma, inclusive com colocação de tachões na via.
    Ora, a Av. Alberto Maranhão é uma via muito movimentada e me parece um absurdo desproporcional se transformar uma faixa da via, e logo à da esquerda, em exclusiva para acesso a uma empresa, cujo fluxo de veículo e percentualmente ínfimo ao movimento da rua.
    Como disse, não sei se a “obra” foi realizada pela prefeitura ou pela própria empresa, mas não tenho dúvida que, além de um grande absurdo, se foi obra privada, a empresa deveria ser intimada para desfazer a intervenção indevida e, se da prefeitura, revela o elevado grau de subserviência do agente público aos interesses do empresário, sem deixar de reclamar, também, a reversão imediata da “marmota” perpetrada no logradouro que deveria ser público.

    Pedro Oliveira
    Webleitor

    • Carlos Santos diz:

      NOTA DO BLOG – Já passei em frente, Pedro.

      Confesso que não observei..

      Quando novamente passr pelo local, se não for à noite (por questão de segurança), vou procurar observar melhor.

      Obrigado pela leitura.

      Abração

  6. Marcos Pinto. diz:

    A pesquisa é totalmente desacreditada, dado não ter seguido a metodologia empregada na colheita dos índices , pesquisa de campo. É a mesma propaganda enganosa que sempre foi empregada com artimanhas empreendidas pela oligarquia político-familiar de Mossoró.

  7. François Silvestre diz:

    Como não há lugar perfeito, a Mossoró só falta politizar-se para aproximar-se da perfeição.

  8. João Claudio diz:

    Ninguém neste país fez, e ainda continua fazendo, mais propaganda enganosa que a ”coração valente”.

    E ainda tem gente, pasmem, que a aplaude de pé e a defende com unhas e dentes.

    Fazer o quê com os surdos, cegos e mudos????? KKKKK

  9. Marcos Pinto. diz:

    Vejo, totalmente estupefato e ao mesmo tempo envergonhado o fato de que o sr. prefeito de minha amada terrinha APODI Sr. Flaviano Monteiro postou um comentário neste celebrado Blog, veiculando que o pagamento do funcionalismo municipal será pago em dia, como se o mesmo estivesse fazendo um grande favor. Resta a pergunta: como é que um professor/ prefeito se dá ao desplante e a cara lisa de achar que pagamento dentro do mês constitui um privilégio e favor ao funcionalismo público municipal ?. Homi, vá postar outra novidade dessa na Póvoa do Varzim, lá nas brenhas de Portugal.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.