quinta-feira - 15/06/2017 - 07:04h
Opinião

Vereadora Eleika acha ‘absurda’ autonomia financeira da Uern


Com larga atuação na área educacional e em seu segundo mandato consecutivo na Câmara Municipal do Natal, a vereadora Eleika Bezerra (PSL) é peremptoriamente contra qualquer arremedo ou projeto de autonomia financeira da Universidade do Estado do RN (UERN). Para ela, não é papel do governo estadual bancar a instituição.

Eleika tem larga trajetória na educação (Foto: CMN)

Nas redes sociais, Eleika diz que é “um absurdo a Uern querer autonomia financeira!”. Lembrou que “a competência dos Estados é com a educação básica (0 aos 17 anos) e especificamente com o ensino médio (15 aos 17 anos). Educação básica é tão básica que se chama básica! Quais as explicações para o Estado do RN oferecer ensino superior (graduação e pós graduação) se oferece o segundo pior ensino médio do Brasil?!”

Federalização

“A Uern há muito deveria ter sido federalizada.Será que o RN – sobretudo sua classe política – não enxerga o absurdo de um estado pobre manter uma universidade?!”, insistiu

A vereadora assinalou, que estudos mostram que “apenas 30% da população brasileira lê plenamente (interpreta, analisa, sintetiza)”. Acrescentou ainda que “esse absurdo também pode ser visto no município de Natal quando oferece bolsas para o ensino superior e submete a população infantil a um estranho sorteio.”

Trilha na educação

No segundo governo de José Agripino, entre 1990 a 1994, a professora Eleika exerceu o cargo de Secretária-adjunta de Educação. Na Prefeitura do Natal, ela esteve à frente da pasta da Educação em 1999 e da Ielmo Marinho em 2005. Foi eleita à  Câmara Municipal do Natal em 2012 (PSDC) e reeleita ano passado com 3.758 votos.

Ela adotou a doação integral dos seus subsídios de vereador para entidades filantrópicas e educacionais, como uma de suas referências de atuação política.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Educação / Política

Comentários

  1. João da Mata diz:

    Proclamada a verdade das urnas, em 2014, a vereadora retuitou post das alas mais radicais da sociedade defendendo a construção de um muro para “libertar” o Brasil dos nordestinos.

  2. marcelo silva diz:

    Professora Vereadora Eleika o Estado é pobre sim, mas tem condições de manter a UERN, educação não é gasto e sim investimento, é melhor manter uma Universidade que leva desenvolvimento ao interior do que manter certos políticos corruptos… Achei louvável sua atitude de doar seu salário de vereadora.

  3. fernando diz:

    Se a educação é cara, imaginem as camaras de vereadores as assembleias legislativas,a câmara dos deputados e o senado. Quanto custa a “justiça” para o bolso do povo,Os MPs .Tudo isso pago pelo povo. Será que esse mesmo povo não pode pagar pela sua educação?

  4. Marcos Pinto. diz:

    Essa estapafúrdia e acintosa manifestação da Vereadora delineia um quadro de psicose contra nossa magnânima e honrada UERN. Ela merece um título de PERSONA NON GRATA , pelo tamanho disparate. Vá se catar Eleika!.

  5. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    A “especialista” Eleika Bezerra, vejam só do PSL (JÁ FOI FILIADA AO PSDC) , já esteve à frente de duas Secretarias de Educação, a do Estado e do Maior e mais poderoso município do estado chamada cidade do Natal (VIDE INFORMAÇÂO DO PRÒPRIO BLOG).

    Pelo que me consta, a atuação da sumidade, foi deveras tão “REVOLUCIONÁRIA” que ninguém notou sua “BRILHANTE” passagem à frente das duas secretárias.

    O apice de destaque que a Ilustre “EDUCADORA” veio conseguir, não se deu em momento algum, derivado de sua atuação como suposta educadora, se deu exatamente de maneira bizarra, inconsequente e estúpida, a partir desse tormentoso e sombrio momento polticio atualmente vivencidado pelo Brasil e brasileiros, ou seja, mais precisamten durante o inicio do golpe político, juridico e midiático em curso.

    Quem não lembra, quando a Ilustre e suposta Educadora e Vereadora em nome da liberdade de expressão soltou a seguinte pérola metaforizada através de um mapa do Brasil dividido em vermelho e azul, segundo ela, pelo voto, e para tal peço vênia ao Web-Leitor João da Mata, para trancrever sua frase, que muito bem sintetiza o “BRILHANTE” pensamento político da “insigne” vereadora, vejamos:

    “Proclamada a verdade das urnas, em 2014, a vereadora retuitou post das alas mais radicais da sociedade defendendo a construção de um muro para “libertar” o Brasil dos nordestinos.”

    Ora Sra. ELEIKA BEZERRA, em nome da liberdade de expressão, efetivamente não se pode tudo. Menos ainda no redemoinho de um tormentoso e delicado momento político/cultural e econonômico vivenciado por todos os brasierlios. No caso, acender e (ou) reascender a pira do separatismo, da intolerancia e dos múltiplos sentimentos de mesquinhez e de egoismos que perparsam o sentimento, deveras não é caminho e muito menos solução…!!!

    Nesses momentos, o que se exige de todos os cidadão e, sobretudo das ditas autoriddes constituídas, é, no mínimo, razoabilidade, ponderação e tomadas de simancol quando das suas declarações.

    Não se pode, em nome da liberdade de expressão, tal e qual os Bolsonaros da vida (CONHECIDOS, EXATAMENTE POR NEGAR ÀS LIBERDADES CIVIS E, POR CONSEGUINTE, TAMBÉM, A LIBERDADE DE EXPRESÃO), repise-se, não se pode proclamar/disseminar o estrupo, a tortura, a pena de morte, a negação dos direitos das minorias como solução final e muito menos sob a fuga e o Alíbe da Liberdade de Expressão.

    Por fim, negar o direito da UERN existir, de parte dessas figuras mais que impolutas não é nenhuma novidade. Posrto que, de fato são e sempre foram contra a universalização da educação, e já o fizeram em outras oportunidades e de várias maneiras. Que o diga o Nobílissimo Desembargador CLAÚDIOS SANTOS, na mesma sinfonia, há bem pouco tempo, iniciou um processo político de implosão da UERNE, com praticamente as mesmas tintas e os mesmos argumentos.

    Por último, assevero que pra mim, nenhuma surpresa, posto que, o que esperar de uma “educadora” que serviu a governos oligárquicos e (ou) direta e (ou) indiretamente vinculado às conhecidas oligarquias potiguares, terra arasada da educação em nosso Estado….!!!???

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  6. Nadio diz:

    Essa elite política de Natal reluta em não dá espaço para o interior do Estado. A universidade Estadual do Rn, com sede em Mossoró é um ato de bravura daqueles que em tempos passados acreditaram que por meio de uma instituição educacional interiorana, daria suporte educacional as mais longínquas cidade de menor porte do sofrido Rio Grande do Norte (pequeno). Em outros estados da federação, existem igualmente, universidades Estaduais, então aqui não é diferente do restante do Brasil. Essa ultrapassada senhora da politica municipal de Natal, sabe que o próprio Ex – presidente Lula, negou qualquer federalização as universidade estaduais, em reunião no Hotel Thermas, quando em reunião com a ex Gov, Wilma de Farias e equipes de ambos governos, quando estes ainda mandatários do poder. Agora querer dá as cartas de como acontecer nas casas dos outros, é uma aparição um pouco deselegante. Certamente, se a UERN, tivesse sida criada na capital do Rn, esta mesma estaria trabalhando pela melhoria, autonomia da instituição.

  7. Raniele Costa diz:

    Não vamos dar ouvidos a esta suposta Educadora, faz tempo que ela defende o fim da Grande UERN, fique ela sabendo que é melhor manter uma Universidade do que casas de prostituição e casas de prostituição são as Câmaras e Assembleias espalhadas pelo Brasil, que só dar prejuízos ao povo Brasileiro.

  8. FRANCISCO diz:

    safadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  9. João Claudio diz:

    A foto e o fato.

    Por acaso a madame tomou banho e se esqueceu de deixar a toalha no banheiro, foi?

  10. Elves Alves diz:

    Quando – e se – algum dia a Uern for geradora de sua própria receita orçamentária, aí sim, poderá falar em ‘autonomia financeira’ como gente grande e emancipada.
    Até lá, entretanto, é tudo conversa para enrolar trouxas e manter o ‘status quo’ de alguns poucos privilegiados.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.