sexta-feira - 16/11/2018 - 10:03h
Rio

Verso revisto


Por François Silvestre

O verso de Gil

virou espanto.

As pedras que cercam o Rio

continuam belas,

mas a Cidade cercada por elas

nem tanto!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Poesia

Comentários

  1. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Nem tanto…cabe choro, meu Rei.

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    TRECHO DE SERMÃO AOS PEIXES DO PADRE ANTÔNIO VIEIRA
    “”Vós, diz Cristo, Senhor nosso, falando com os pregadores, sois o sal da terra: e chama-lhes sal da terra, porque quer que façam na terra o que faz o sal. O efeito do sal é impedir a corrupção; mas quando a terra se vê tão corrupta como está a nossa, havendo tantos nela que têm ofício de sal, qual será, ou qual pode ser a causa desta corrupção? Ou é porque o sal não salga, ou porque a terra se não deixa salgar. Ou é porque o sal não salga, e os pregadores não pregam a verdadeira doutrina; ou porque a terra se não deixa salgar e os ouvintes, sendo verdadeira a doutrina que lhes dão, a não querem receber. Ou é porque o sal não salga, e os pregadores dizem uma cousa e fazem outra; ou porque a terra se não deixa salgar, e os ouvintes querem antes imitar o que eles fazem, que fazer o que dizem. Ou é porque o sal não salga, e os pregadores se pregam a si e não a Cristo; ou porque a terra se não deixa salgar, e os ouvintes, em vez de servir a Cristo, servem a seus apetites. Não é tudo isto verdade? Ainda mal!”
    Este sermão foi feito em São Luís do Maranhão, Igreja de Santo Antônio,13/06/1654.
    Continua atualíssimo.
    Recomendo a leitura do sermão na íntegra.
    Será que se o Padre Antônio Vieira fizesse este sermão nos dias atuais seria processado e condenado por injúria, calúnia e difamação? Alguém duvida?
    ///
    NADA MAIS TRISTE E DIGNO DE PENA DO QUE A DECADÊNCIA DE UM CORRUPTO.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.