quarta-feira - 23/09/2020 - 16:42h
Polícia

Vice-governador encerra assunto sobre ‘desmilitarização’


O vice-governador Antenor Roberto (PCdoB) pôs um freio na polêmica em torno de suposta defesa do Governo Fátima Bezerra (PT), pela desmilitarização da Polícia Militar do RN. O assunto ganhou corpo após realização à semana passada, da II Conferência Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do RN.

- A desmilitarização é um conceito. O Brasil adotou outro com a Constituição de 88, que é esse em vigor. Mas, claro que não está na ordem do dia a discussão, pois somos um ente federado que sequer teria competência legislativa/legal para fazer esse tipo de mudança – comenta Antenor Roberto.

A Associação dos Oficiais Militares do RN emitiu uma nota esbravejando contra a suposta intenção do governo. O deputado estadual Coronel André Azevedo (PSC), ex-comandante geral da PMRN, também vociferou.

- O que precisamos, nós já estamos conseguindo. Precisamos de polícias integradas, atuando com afinação, nas ruas – comenta o vice-governador. “Há uma imagem positiva das polícias e quanto mais elas se integrarem às comunidades, maior será a resolutividade das ações”, diz.

Ele insiste: “Uma polícia que vai deixar de ter armas não está na ordem do dia”.

Revolta

Veja abaixo, trechos da nota da Associação dos Oficiais Militares do RN:

“A desmilitarização das polícias só é possível mudando a Constituição Federal, nenhuma unidade federativa tem competência para tanto”, assinalou.

“Suscitar esse tema em debates estaduais sobre segurança pública, como foi a Conferência Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte, caracteriza devaneios de operadores de segurança frustrados e ausência total de credibilidade por parte do Governo, vez que tem a plena consciência que esse tema foge totalmente a sua competência”, destacou.

“A definição do tal evento que tratou a ‘desmilitarização da PM como proposta para melhorar a segurança pública do Rio Grande do Norte’, é recebida com descrédito e grande preocupação. Afinal, o Governo do Estado não cumpre suas obrigações com o cidadão e ainda se propõe a invadir a competência do Governo Federal, numa afronta a Constituição do nosso país”, encerrou.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube ( AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política / Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Assisti um áudio do Sen.Styvenson contra essa insanidade. O que pretendiam? levar o RN ao caos? O Senador, Captain my Captain, deu o recado brilhantemente, rechaçando tal ideia.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.