sábado - 31/03/2012 - 10:04h
Lição romana

A honestidade da mulher de César e nossas desconfianças


“À mulher de César não basta ser honesta, precisa parecer honesta”.

A máxima acima é uma herança da velha Roma.

Centenas de anos depois, o Império-República continua dando lições do Ocidente ao Oriente.

Os agentes públicos, dos três poderes potiguares, deveriam ficar atentos a essa frase sábia.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política

Comentários

  1. Nilson Gurgel diz:

    Amigo;
    Sem querer, acho que melhorei esta máxima ou, mais provável, inconscientemente tê-la pescado de passado bem longe em que lia tudo de Grécia, Egito e Roma, pois às vezes costumo dizer:
    “Não basta a gente ser, nós temos que parecer que realmente somos”. De modo que não vale só para a mulher de Cezar como você muito bem colocou.

    Nilson

  2. Marília Vargas diz:

    Caro Carlos Santos.

    Será que a sociedade Mossoroense vai se mover contra os donos de Postos?
    Espero que sim, afinal de contas temos a gasolina mais cara da região.
    Enquanto isso os Rosado o que têm feito, seja situação ou oposição? Nada a não ser gozar as benesses do poder, né?

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.