segunda-feira - 24/02/2020 - 18:22h
Opinião

A lição do Carnaval


Por François Silvestre

As ruas estão cheias. Onde chove ou onde não chove. Em todas as cidades a festa do povo derrete em cinzas a máscara da hipocrisia.

O Brasil tem tão poucos evangélicos assim?

Pergunto porque com tantas igrejas fanáticas, vendendo milagres, era de se esperar um país recolhido ao retiro. (aqui, excluo da crítica os evangélicos luteranos, das igrejas protestantes que merecem meu respeito, trato das “igrejas” empresas da picaretagem dos Malafaias, Edir Macedo, Romildo Soares, Valdomiro e et caterva.)

Mentiram. Tem retiro nenhum.

Ou “evangélicos” de mentira no meio da esbórnia. Onde estão os evangélicos do poder? Farreando nos escombros.

Quantos blocos ou movimentações de ruas são movidos por “artistas” vinculados ao fascismo? Ou ao humor? Quantos? Nenhum.

Por quê? Porque o fascismo não tem graça.

É uma nojeira fantasiada de ordem, de sossego, de união. Sem ordem legal, sem sossego pessoal, sem união social.

Isso é o fascismo.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Artigo

Comentários

  1. Carlos Andre Gomes de Araujo lima diz:

    Então no tempo de desgoverno PETRALHA, onde se compravam tudo e a todos que se deixavam vendilhar, e tratorava e perseguia aos demais que se opunham, não existia fascismo e nem muito menos hipocrisia?

    Muitos dos textos que vejo ultimamente neste espaço estão mais para mimimi de quem perdeu a “tetinha” no governo federal, e ver minguar a “tetinha ressequida” da maquina estadual!!!!

    CHORA MADALENA!!!!!!!!

Deixe uma resposta para Carlos Andre Gomes de Araujo lima Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.