quarta-feira - 28/02/2018 - 11:19h
Saúde e Educação

CGU fiscalizará aplicação de recursos federais em Mossoró


O município de Mossoró foi selecionado para a Fiscalização de Entes Federativos (FEF) realizada pela Controladoria-Geral da União (CGU). Auditores da CGU estarão no município na primeira semana de março para avaliar o uso de recursos federais pela gestão local.

Outros dois municípios potiguares, ainda não divulgados, também serão alvo de fiscalização da CGU ainda neste primeiro semestre.

Mossoró é a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte, fica na região Oeste do estado e tem 295.619 habitantes, segundo o IBGE.

Durante uma semana os auditores vão analisar documentos que comprovem a aplicação de recursos federais recebidos pelo município. A fiscalização acontece em programas de várias áreas, mas essencialmente nas áreas da saúde e educação.

O Programa de Fiscalização em Entes Federativos faz parte do aprimoramento dos instrumentos e processos de trabalho da Controladoria-Geral da União (CGU).

O endereço para denunciar suspeitas de corrupção, apresentar reclamações e sugestões é este: é https://sistema.ouvidorias.gov.br/publico/Manifestacao/RegistrarManifestacao.aspx

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Não sei onde, mas em algum rádio a Valsa da Saudade.
    Linda a voz do do Francisco Petrônio.
    /////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS A QUALQUER INSTANTE.

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    “A fiscalização acontece em programas de várias áreas, mas essencialmente nas áreas da saúde e educação.”
    Certamente souberam que o UNIFORME ESCOLAR não é entregue em Mossoró desde 2015, apesar do Ministério Público do Rio Grande do Norte ter emitido uma RECOMENDAÇÃO para que o uniforme seja entregue no dia primeiro dia letivo de cada ano.
    O que fazem é venderem blusas dentro dos colégios a R$ 15,00. Blusas que arremedam as do UNIFORME ESCOLAR.
    Calça jeans e tênis recomendam aos pais que comprem no comércio e ameaçam dizendo que aluno só entra no colégio UNIFORMIZADO. Fazem isto para caso chegue alguma fiscalização pense que os alunos receberam UNIFORME ESCOLAR.
    MATERIAL ESCOLAR ninguém mais se recorda quando um lápis foi entregue.
    Computadores dizem que existem, mas NUNCA um aluno da rede municipal de ensino viu dentro de um colégio um computador.
    MERENDA ESCOLAR, nos poucos dias que servem alguma coisa, é sempre um refresco feito com aromatizante e duas bolachas. Quando acontece de servirem alguma outra coisa, oferecem aos alunos farinha apelidada de paçoca.
    Na SAÚDE o desastre é maior. Basta ver a falta de INSULINA.
    E quando denunciamos à OUVIDORIA DO SUS, em Brasília, justificam dizendo que o fornecimento de medicamentos está normalizado e o problema existia na gestão passada.
    Como eu gostaria de ser ouvido por um auditor da CGU.
    Contaria para ele que agendamento de consulta na UBS CHICO PORTO só acontece às sextas-feiras e dentista a cadeira sempre está quebrada ou falta luva.
    Mas como sei que não serei ouvido…
    ////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS A QUALQUER INSTANTE.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.