• Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - TOPO
terça-feira - 29/01/2013 - 20:21h
Elefante branco

Despesa de estádio mostra o que ocorrerá no RN


Agência Estado

Abrir a Arena Castelão pela primeira vez após a reforma representou uma despesa de R$ 402.118,68. Esse foi o valor dos gastos com a rodada dupla realizada no último domingo, quando o Bahia venceu o Ceará por 1 a 0 e Fortaleza e Sport ficaram no 0 a 0, pela Copa do Nordeste, de acordo com o borderô divulgado pela Federação Cearense e publicado no site da CBF. A renda bruta da partida foi de R$ 590 494,00, arrecadados de 33.249 pagantes – exatas mil pessoas entraram no estádio gratuitamente.

O borderô atesta o que já era esperado: abrir o Castelão não vai sair barato. É justamente por causa do alto custo que a diretoria dos dois principais times do estado, Ceará e Fortaleza, relutam em assinar contrato com a administradora do estádio, o Consórcio Arena Castelão, para jogar frequentemente no local.

Nota do Blog – Você imagine o tal do Arena das Dunas, em Natal, com Alecrim e Potyguar de Currais Novos, Palmeira e Riachuelo etc., com pouco menos de 200 torcedores em suas arquibancadas. Risível, apesar de triste.

Vale lembrar que o ABC tem seu estádio próprio e não tem interesse em torrar dinheiro nesse elefantinho branco e o América marcha para construir o seu próprio estádio.

O Arena das Dunas na verdade faz parte de um dos maiores golpes contra os cofres públicos do RN, numa articulação de quadrilha interestadual que envolve políticos daqui e alhures, além de grupos empresariais.

O povo que vá à m….

Estamos diante de um butim sem precedentes.

Categoria(s): Administração Pública

Comentários

  1. Carlos Lopes diz:

    Carlos,
    Segundo informação de um engenheiro da SIN (Secretaria de Infra-Estrutura), mensalmente o governo Rosalba repassa R$ 9.000.000,00 (Nove milhões de reais) à empresa responsável pela construção da Arena das Dunas. Ele falou-me que nos governos anteriores de Garibaldi e Wilma todos os meses havia um “excesso de arrecadação” de pelos menos 10 a 12 milhões que era disponibilizado à SIN para pagamento dezenas empresas de engenharia que tinham contrato de obras firmados com o governo do estado. No atual governo da Rosa esse “excesso” tem um único “dono” a OAS (Empresa Bahiana responsável pela construção da Arena).

  2. Carlos André diz:

    A ROSA já está vendo que o povo potiguar já está preparando o troco com relação a seu governo imoral, só dá MARCA de corrupção, desvio de dinheiro público e engodo para se extraviar escassos recursos públicos .

  3. hermiro vieira gurgel filho diz:

    Carlos,
    Meses atrás assiste em um canal de televisão do RN um grande empresário de outras bandas dizendo a repórteres que iria construir um aglomerado na cidade de Extremoz e no projeto estava incluído um estádio de futebol com capacidade para um público de 30 mil pagantes. Você tem alguma informação sobre esse empreendimento?

  4. Teodósio diz:

    Lembro-me que antes de ser iniciada a construção do elefante branco Arena das Dunas, foi noticiado em vários órgãos de imprensa do Estado que como como forma de garantia à construtora responsável pela construção do estádio, o governo do Estado se comprometeu em destinar 20% dos royalties do petróleo à OAS como contrapartida do Estado a fim de assegurar a efetivação da obra. Não sei se o Estado ainda está pagando à construtora a quantia relativa ao percentual dos nossos royalties, entretanto, se estiver pagando, acho um absurdo que 20% de nossa maior riqueza, a qual é finita, esteja sendo desviada para construir um estádio em Natal que não produz uma xícara de petróleo. Como diria Canindé, é de lascar os tamancos.

  5. Sebastião Almeida de Medeiros diz:

    Enquanto isso, quem foi que viu no almoxarifado do Hospital Walfredo Gurgel um pedacinho de fio de aço que o coitado do médico está precisando para fechar o tórax de um pobre cristão que está na mesa de cirurgia do referido hospital. Do jeito que a coisa vai, eu não duvido que façam com os pacientes dos hospitais públicos do RN o que é feito nos cadáveres nas unidades do ITEP/RN, onde estes são costurados com barbante, como se fossem sacos de farinha ou coisa igual.
    É triste, mas a coisa pública trata o cidadão como mercadoria de péssima qualidade. Mercadoria que só tem valor, quando chega a hora do voto. É preciso que aconteça uma tragédia como a de Santa Maria/RS, para que se possa ter no mesmo ambiente, apresentando todo tipo de solução e na maior cara de pau, o prefeito da cidade, secretários municipais, assessores municipais, polícia, corpo de bombeiros, ministros, governador, presidente da república e o escambau. Eles mesmos, que liberaram a casa noturna com uma única porta para entrar e sair, sem nenhuma janela ou um buraco qualquer nas paredes. Um bando de irresponsáveis, que na hora da desgraça dos outros aparece com aquela cara de choro, como se tivesse um pingo de compaixão no coração.
    O povo está à deriva, sem governantes, sem nada.
    O dinheiro público não está chegando para quem precisa. É miséria por cima de miséria.
    Enquanto isso, o governo vai alimentando estes miseráveis com bolsa de tudo quanto é coisa.
    É triste…mas, é verdade.

  6. Rui Nascimento diz:

    Tenho uma excelente ideia para o destino do “Elefante Branco”, digo, Arena das Dunas, e não vou cobrar nada. Que tal se após os TRÊS JOGOS da Copa de 2014 demolissem o “brinquedo”? Afinal, não vai servir pra nada mesmo, pois qual clube do RN teria R$ 400.000,00 para utilizá-lo? E mias, o que significa 1 BILHÃO DE REAIS para um Estado tão rico como o RN, não é mesmo?!

  7. Sebastião Almeida de Medeiros diz:

    Tenho outra ideia, Rui. É absurda, mas, quem sabe os SEM TERRA ocupem a grande arena e exijam do governo a desapropriação. Assim, eles ficariam morando na parte coberta do estádio e no gramado seria plantada uma grande horta com cebolinha, coentro, alface e coisas assemelhadas. Não tenho a menor dúvida que uma coisa como essa chamaria atenção da mídia nacional e internacional.
    E aí, Rui. Pode uma coisa dessa?

  8. Antonio Firmo diz:

    CARAS PÁLIDAS. Arena Machadão como as demais foram ideia absurda do presidente LULA. Parem de terrorismo. Não se acostumaram ainda com a grande vitória na ´´ultimas eleições aqui. dor de cutuvelo

Trackbacks

  1. [...] (o custo) da primeira partida oficial realizada no recém inaugurado Castelão, em Fortaleza/CE, foi de R$ 400 mil. Talvez duas partidas por ano no Rio Grande do Norte consigam bater esse valor. Quem ressarcirá a [...]

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.