terça-feira - 22/10/2019 - 12:56h
Mossoró

Empréstimo dará para construir sede de Câmara Municipal


Presidente da Câmara Municipal de Mossoró, a vereadora Izabel Montenegro (MDB) adiantou que parte do empréstimo de até R$ 150 milhões que a municipalidade pretende contrair, será investido na construção da sede própria do poder legislativo local.

Maquete de nova sede da Câmara Municipal foi apresentada em outubro de 2017 (Foto: reprodução)

Ela falou sobre o assunto na sessão desta terça-feira (22), em meio a debate sobre a questão do empréstimo (veja AQUI e AQUI). A matéria não foi colocada em apreciação, mas polarizou discussões hoje.

Izabel informou que alguns vereadores, ao lado dela, já tinham apresentado pleito para que essa obra fosse incluída no rol de realizações, em conversa com o Município.

Mas até aqui, as demais obras não estão listadas. A sede nova da CMM é a primeira a ser noticiada, assim mesmo de forma informal pela presidente Izabel Montenegro.

Contra Mossoró

A presidente defendeu que a questão seja tratada com racionalidade e não apenas pelo lado político-partidário. “Se posicionar contra esse empréstimo é se posicionar contra Mossoró”, definiu. ”Se eu pudesse, o empréstimo seria de 300 milhões”, bradou a presidente.

Garantiu, que “todos os bairros serão beneficiados” e advogou que os vereadores de oposição repensem e possam “agir com responsabilidade com seus eleitores e Mossoró”.

O vereador Alex do Frango (PMB) argumentou que recursos para edificação da nova sede da Câmara Municipal de Mossoró deveriam ser resultado de economia do custeio da casa e não de recursos dessa natureza.

Izabel apresentou projeto para a nova sede da Câmara Municipal no dia 9 de outubro de 2017. Lembrou à ocasião, que “só com aluguel são pagos mais de 1 milhão e 300 mil reais a cada legislatura”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Fabio diz:

    Não só a câmara municipal, mas também todos os órgãos públicos deveriam sair do centro da cidade. Isso só gera mais engarrafamento e falta de vaga para estacionar
    Justiça, MP e escritórios de advogacia já encontram um setor próprio para se estabelecer e isso facilitou muito a vida do cidadão. Deixem o centro somente para comércio e serviços

  2. Victor diz:

    Precisa mesmo?

  3. HADASSA TEIXEIRA DE diz:

    É preciso saber se o escopo do objeto do empréstimo permiti construção para o legislativo. Em principio não creio…

  4. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Prédio tão branco que lembra as montanhas de sal grosso que é possível ver quando nos aproximamos de Areia Branca. Lindo prédio. Lindo e luxuoso.
    Nisto tudo só não entendo usar dinheiro de um empréstimo que vai sacrificar a receita de Mossoró por muitos anos para construir um prédio no momento em que se faz reforma com gastos estratosféricos na sede da Câmara Municipal de Mossoró.
    Quem vai ressarcir os gastos feito no prédio particular?
    Será que pensam que o dinheiro dos nossos impostos é capim?
    O que impede os vereadores de oposição buscarem ajuda no MPRN?

  5. henrique diz:

    cooisa desnecessaria! essa grana dava para uma UPA de primeira!

  6. Carlos Andre Gomes de Araujo lima diz:

    Faz muito tempo que não comento as postagens do nobre jornalista Mas vendo esta postagem não me contive, então serei sucinto.

    Isso é uma p****** com o dinheiro Suado do Cidadão.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.