terça-feira - 10/07/2018 - 21:38h
Eleições 2018

Evangélicos vivem guerra declarada na política potiguar


Do Blog do Xerife

O deputado estadual Albert Dickson (PROS) disse ao Blog do Xerife que ‘sacramentou’ o apoio do partido à pré-candidatura do deputado federal e pré-candidato a senador Antônio Jácome (Podemos) numa forma de manter unido o eleitorado da igreja evangélica.

Albert: "Zera o jogo" (Foto: AL)

Mas, a decisão de Jácome de lançar 3 pré-candidaturas a federal, retirando consequentemente o apoio à vereadora Carla Dickson (PROS), pré-candidata a federal, fez Albert retirar o apoio a Jácome.

Os adversários políticos que se declararam unidos em torno de um projeto, continuarão desunidos.

Dentro e fora da igreja.

“Com a entrada de 3 pré-candidatos para disputar votos com Carla, zera o jogo”, disse Albert Dickson ao blog.

O presidente do PROS disse, inclusive, que com o distrato de Antônio Jácome, poderá lançar um outro nome do segmento evangélico para disputar a segunda vaga de Senado na chapa do governador Robinson Faria (PSD).

Nota do Blog Carlos Santos – No dia 29 de junho último, em evento do pré-candidato ao governo Carlos Eduardo Alves (PDT), Carla Dickson (mulher do deputado Albert) chegou a saudá-lo como ‘futuro governador’. Mas ontem, ela, seu marido e seu partido anunciaram apoio ao governador Robinson Faria, o adversário.

Em reação, o deputado federal e pré-candidato ao Senado ao lado de Carlos Eduardo, Antônio Jácome, ameaça lançar pelo menos três nomes a federal, minando projeto de eleição de Carla. Ele sente-se traído, pois ‘vendeu’ ideia de que a comunidade evangélica estaria unida ao seu lado e de Carlos Eduardo, no mesmo palanque.

Que coisa, hein?

Leia tambémPros anuncia apoio à postulação de Robinson Faria.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Disputas políticas não podem, em nenhuma hipótese, melindrar A Paz do Senhor.

  2. Elves Alves diz:

    Evangélicos (fundamentalistas ou não) fazem política por amor… num é por dinheiro não!
    Como diz o cancioneiro popular, “num me amarra dinheiro não/ beleza pura…/ dinheiro não/ mas elegãncia/ dinheiro não/ mas a cultura/ dinheiro não…”
    Sacou, mermão?

Deixe uma resposta para Naide Maria Rosado de Souza Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.