sábado - 24/04/2021 - 18:28h
Covid-19

Falta de “kit intubação” pode gerar ambiente de terror em hospital

lote de medicamentos que integram o chamado kit de intubação não faltariam, dizia governo (Foto Antônio Américo/Sesa)

lote de medicamentos que integram o chamado kit de intubação não faltariam, dizia governo (Foto Antônio Américo/Sesa)

Sedativos usados em intubação chegaram ao esgotamento no Hospital São Luiz em Mossoró, utilizado como hospital de campanha.

Há semanas, o hospital tem pedido a familiares de internados que obtenham alguns remédios (seja lá como for).

O “kit intubação” fabricado no país não está atendendo à alta demanda no atendimento a pacientes com Covid-19.

Problema também chegou a hospitais privados. Não é apenas na rede pública.

Difícil encontrar bloqueadores neuromusculares, sedativos e anestésicos disponíveis.

– Eu saí de lá angustiado. Pode acontecer aqui o que já ocorre em outras partes do Brasil, com pacientes amarrados a leitos – relata médico em conversa com nossa página.

“Essa medicação – Midazolam 5mg/ml – foi pedida à família de uma pessoa que está lá internada. Estamos todos correndo atrás e não conseguimos”, comentou com o Blog Carlos Santos uma outra fonte.

“A gente observa também que os próprios remédios estão com menor eficácia e por isso mais doses precisam ser aplicadas”, alerta outro médico.

Há poucos dias publicamos essa postagem.

Leia ou releia: Quase mil municípios temem ficar sem kit intubação.

Em Nota Oficial, o Ministério da Saúde garantiu que mais de 2,3 milhões de medicamentos do kit intubação começaram a ser distribuídos na sexta-feira (16). Os insumos foram adquiridos na China e doados ao governo federal por empresas como Petrobras, Vale, Engie, Itaú Unibanco, Klabin e Raízen.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Saúde

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Assunto da maior importância e ninguém fez um só comentário.
    Notaram que a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL não está entre as empresas que participaram do esforço financeiro para adquirir o material que foi doado ao Ministério da Saúde?
    Por que a CEF só patrocina time de futebol?
    No dia que eu encontrar Geddel, vulgo caraínho, faço esta pergunta.
    Pensei em perguntar ao Queiroz, mas vou deixar isto para Caraínho responder.
    Tem coisas tão gritantes que são escutadas até por ouvidos menos atentos.
    Se duvidar, até por surdos.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.