• Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - TOPO
segunda-feira - 11/12/2017 - 22:14h
Carlos Eduardo Alves

Governadorável posta nota enigmática com adversários


Em tom ‘enigmático’, numa postagem isolada e sem qualquer comentário acessório, em endereço próprio no Twitter (rede social), o prefeito do Natal e “governadorável” Carlos Eduardo Alves (PDT) misturou três personagens políticos que devem estar em outros palanques na campanha 2018.

Carlos associa-os, como eles estiveram num tempo recente: juntos. Robinson Faria (PSD), governador; Fátima Bezerra (PT), senadora; Fernando Muneiro (Mineiro, do PT), líder do Governo Robinson – desfiou ele em postagem nesse dia 10, para complementar a charada: “O que está havendo?”

Lembra o poema “Quadrilha”, de Carlos Drummond de Andrade, um dos clássicos do autor, contido em seu primeiro livro – publicado na primeira metade do século passado:

João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para o Estados Unidos, Teresa para o
convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto
Fernandes
que não tinha entrado na história.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. João Claudio diz:

    Sabe o que eu acho?

    O dia e o horário da postagem (5:26PM) sugerem que o ‘Boneco de Olinda’ estava de saída para curtir a ultima noite pulando na pipoca do Carnatal disfarçado de Baltasar, um dos Reis Magos, para não ser reconhecido e não ‘levar’ uma chuva de vaias do povo da zona norte, a zona mais sofrida e desprezada por todos prefeitos, desde à época da construção do Forte. Fato.

    O bonecão já estava pra lá de Bagdá quando entrou em seu veiculo e fechou a porta.

    Antes de falar ao motorista ‘bora pá fuzarca elétrica’, ele ouviu uma voz feminina que saía do interior da casa:

    - Meu ‘bonequinho fu fu’, espera mais meia hora enquanto eu passo a chapinha nos meus cabelos. Aproveite e tome mais uma ‘paisquentá’, pois você sabe que os preços cobrados no corredor da folia estão pela hora da morte.

    A voz era do seu ‘mô’, atrasada como sempre.

    Desesperado porque ia perder a passagem do trio que conduzia o Safadão, o primeiro a entrar no fojo no domingo, ele disse:

    - Essa agora foi de torar até o corpete de leão lobo. Quer saber? Se é de eu ficar aqui chupando bila e cagando enquanto ela não vem, eu vou ‘tuitá’.

    - Viiiiiiixi! Num tô vendo nem o teclado. Hummmmmm…Deixa-me ver…Eu vou ‘digitá’ que rob ainda é o governador, que Fátima já é a senadora…Nós estamos em que ano, hein? Hummmmm…Como se escreve ‘minêru’? Vô tentá. Cadê a letra ‘i’? Ah, vai ‘Muneiro’ assim mesmo. ♫ Cara, caramba cara ôôôôô…♫ Chiclete, Chiclete, eu quero chiclete….♫ Cabelo raspadinho, é Ronaldino…É isso aííííííííííí, meu rei.

    - Vossa Excelência, ela já chegou e veio disfarçada de Estrela de Davi. Tá irreconhecível. Onde vocês querem ficar?

    - Homi, me deixe aliiiiiiii… Perto da casa do Tamborete de Forró.

    - Ah, tá.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.