segunda-feira - 30/09/2013 - 15:44h
Angicos

Governo garante que não planeja fechar hospital


A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece que não há planejamento para fechar o Hospital Regional de Angicos. O que houve recentemente foi apenas um remanejamento de profissionais, definido com critérios técnicos, com intuito de suprir a necessidade de hospitais de média e alta complexidade e com abrangência estadual, para garantir este tipo de atendimento, inclusive, para a própria população daquela Região.

Sobre o perfil do referido hospital, está agendada para o próximo dia 7/10 uma audiência da Sesap com os prefeitos de Angicos e municípios vizinhos para buscar um entendimento e avaliar a possibilidade de construção de um consórcio municipal que melhore a capacidade de resposta do hospital, de modo que os municípios também possam arcar com sua responsabilidade em assumir ações básicas em saúde pública.

A Sesap está ciente das dificuldades por que passa o hospital, que assim como outras unidades hospitalares da rede estadual, sofre com a insuficiência de recursos. Em que pese os desafios vivenciados pela Saúde Pública, o Rio Grande do Norte é hoje um dos estados da Federação com maior número de hospitais regionais (26 hospitais para 167 municípios), o que gera a necessidade de uma planificação das ações para prestar uma assistência integral à população a partir das linhas de cuidado e redes de atenção à saúde.

Diante disso, a Sesap realizou um estudo detalhado sobre o perfil de cada um dos 26 hospitais que atendem às oito Unidades Regionais de Saúde Pública no Rio Grande do Norte (Ursap) com objetivo de realizar um redimensionamento de toda a rede hospitalar estadual com o fortalecimento de pelo menos um hospital público para ser referência em cada região e organizar as demandas de alta complexidade na rede.

O Hospital Regional de Angicos realiza, em sua porta hospitalar, que é o papel real da unidade, uma média de 1,89 procedimentos/dia, em contraponto aos atendimentos de baixa complexidade, que contabilizam cerca de 700 procedimentos ambulatoriais diários.

Outros números aproximados: 15 cirurgias são realizadas mensalmente e 1,4 internações por dia, o que do ponto de vista financeiro denota uma situação insustentável. Entretanto, não se faz saúde pública observando apenas a questão financeira, e será assim que será encontrado o perfil mais adequado para uma boa prestação de assistência em saúde para aquela unidade hospitalar.

Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap)

Governo do Estado do RN

 

Categoria(s): Administração Pública / Saúde

Comentários

  1. Claúdia diz:

    E desde quando esse governo garante algo e cumpre????? Ahhh ia esquecendo, ele cumpre, pois ameaçou e cumpriu com o pagamanto( não) dos policiais civis em greve, aí ele cumpre!!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.