segunda-feira - 17/06/2019 - 07:24h
Novo Fórum

Governo tenta apaziguar relação tensa com empresariado


Fátima não quer ficar isolada na relação com setor produtivo (Foto: arquivo)

O Governo Fátima Bezerra (PT) tenta reduzir o impacto altamente negativo da medida de congelar restos a pagar com fornecedores e prestadores de serviço, advindos da gestão passada. Nos bastidores, a costura é para aplacar a insatisfação no meio produtivo e suas organizações empresariais.

Nos moldes do que já acontece com o Fórum Estadual de Servidores do RN, formalizado desde a administração Robinson Faria (PSD) para mediar conflitos e debater soluções à atualização salarial e outros compromissos com o funcionalismo, o estado propõe algo similar em relação ao empresariado.

O débito atual do Estado advindo com fornecedores e prestadores de serviço, advindo do governo anterior, é de cerca de R$ 2,4 bilhões.

Com canal aberto e boas relações com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (FECOMÉRCIO/RN) e Federação das Indústrias do Estado RN (FIERN), o governo sentiu reação cáustica das entidades à medida publicada na quinta-feira (13) e busca reaproximação.

Relação difícil, como tem sido com o próprio Fórum de Servidores.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Economia

Comentários

  1. João Paulo diz:

    Governadora precisa fazer o que tem que se fazer. Só dialogar sem mostrar ações e resultados, não dará em nada.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.