• Expofruit - Teaser - 20-07-18 a 21-08-18 - Topo
sexta-feira - 27/10/2017 - 20:34h
Assembleia Legislativa

Kadu Ciarlini abre caminho para dúvidas no rosalbismo


Um dos responsável pelo marketing vitorioso da mãe Rosalba Ciarlini (PP) na campanha municipal à Prefeitura de Mossoró em 2016 e, ex-secretário-chefe do Gabinete por pouco tempo (até 21 de março último), Kadu Ciarlini voltou à cena. Mas sem formalismo.

Ele não eclipsou Rosalba, aniversariante do dia nessa quinta-feira (26), mas foi coadjuvante ilustre na sede da municipalidade (Palácio da Resistência) e Capela de São Vicente, onde ocorreu Missa em Ação de Graças.

Kadu, com a mãe-prefeita e a irmã Lorena, deixou no mínimo uma dúvida para o futuro próximo do rosalbismo (Foto: PMM)

Kadu circulou o suficiente para inflar preferência ou no mínimo uma dúvida entre muitos rosalbistas: quem a “Rosa” deve apresentar como seu candidato (a) à Assembleia Legislativa em 2018?

Até aqui, o rosalbismo tenta encorpar o nome da secretária municipal do Desenvolvimento Social e irmã de Kadu, Lorena Ciarlini. Ela parece divorciada do próprio projeto.

Com Kadu, não. Aflora nele um crescente apetite pela política.

A chave elementar para se fazer qualquer caminho vitorioso, o marqueteiro e ex-secretário sinaliza possuir: vontade.

Terminou aplaudido na Missa em Ação de Graças na Capela de São Vicente, quando falou em nome dos presentes em homenagem à Rosalba.

O abraço da aniversariante no filho, orador, pode dizer adiante muito mais do que as fotos e vídeos mostram.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Yendis Said diz:

    Pobre RN.

  2. Yendis Said diz:

    Podres Poderes do RN.

  3. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Na dinâminca dos herdeiros da Monarquia Rosadus tentando abrir frestas e estradas do porvir em seu secular reinado, nada mais oportuno que um aniversário, no qual os súditos, sabujos, asseclas e babões de sempre comparecem “liturgicamente”, usam as mãos as caras e bocas no ato do aplauso forçado e (ou) encomendado.

    No caso, exatamente para tentar manter uma boquinha no futuro dos cargos comissionados e outras patrimonialides na forma de malandragens e corrupções ditas “legalizadas” na nossa cultura do toma lá dá cá.

    E assim, a dita humanidade mossoroense tem atravessado décadas e décadas sob o escrutínio da ignorância, da alienação e da subserviência postas….!!!

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  4. George Duarte diz:

    Nada de novo, continuísmos a vista, esse filme o RN já vive.

  5. Francisco das Chagas Veras Leite diz:

    Deus nos livre desse povo mamador do dinheiro público. Tratam a política como herança. Chega! Mossoró pertence ao povo honesto, trabalhador e sofredor.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.