domingo - 05/08/2018 - 12:38h
História

Mossoró volta a ter dois nomes a vice em disputa por governo

Há 16 anos, Carlos Augusto e Laíre Rosado fizeram parte de chapas derrotadas por Wilma de Faria

A campanha estadual deste ano no Rio Grande do Norte traz uma novidade que não ocorria há vários pleitos.

Outra vez, duas chapas ao Governo do Estado trazem nomes a vice oriundos de Mossoró. Ocorrera em 2002, ou seja, há 16 anos.

Em 2018, Carlos Eduardo Alves (PDT) tem como vice o filho da prefeita Rosalba Ciarlini (PP), Kadu Ciarlini (PP).

Wilma, cabeça de chapa, venceu dois adversários que tinham conterrâneos como vice (Foto: arquivo)

O governador Robinson Faria (PSD) importou o empresário e ex-candidato a prefeito Tião Couto (PR).

Em 2002 foi assim

- Fernando Freire (PPB), governador, contou com deputado federal Laíre Rosado (PMDB) como vice. Obtiveram 404.865 votos (30,89%).

- O senador Fernando Bezerra (PTB) teve a companhia do ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (PFL). Somaram 261.225 votos (19,93%).

A chapa vencedora tinha uma mossoroense na cabeça: Wilma de Faria (PSB). O seu vice foi o deputado estadual Antônio Jácome (PSB), paraibano de Sousa.

Venceram com 492.756 votos (37,59%) no primeiro turno, indo para o segundo turno contra Fernando Freire-Carlos Augusto.

Segundo Turno

A chapa Wilma de Faria-Antônio Jácome empalmou 820.541 (61,05%) e a perdedora com Fernando Freire e Laíre Rosado não passou de 523.614 (38,95%).

“Eu vou vencer as eleições. Meus adversários são muito fracos”, previu Wilma de Faria em fase preliminar da campanha daquele ano, quando chegava para evento na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Mossoró, em interlocução com o empresário Genivan Batista.

Acertou em cheio.

Em 2006 ela obteve reeleição, tendo o deputado federal Iberê Ferreira (PSB) como vice.

Mas aí já é outra história.

Depois a gente conta.

Leia também: A “maldição” de ter vice de Mossoró (15 de junho de 2010). Nessa postagem, há mais de oito anos, traçamos um histórico de vice de Mossoró, que vem desde os anos 50, pós-regime do Estado Novo no país.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. José Augusto Barroso diz:

    Tudo caminha para uma reedição do fato narrado: dois candidatos a vice de Mossoró e uma mulher vencendo, só que desta vez ela não será mossoroense como Wilma, mas paraibana…

  2. Raniele Costa diz:

    A possibilidade de nem um dos dois ser eleito é muito grande, não faz diferença eles serem de Mossoró pois já tivemos vários governadores da terra de Santa Luzia e nada aconteceu de benefícios para esta cidade imagine um simples vice .

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.