sexta-feira - 29/05/2015 - 21:44h
Mais problema

Restrição a táxi e alternativo provoca mobilização contrária


Mais um problema para o prefeito Francisco José Júnior (PSD). E, outra vez, o discurso de que “é intriga da oposição” – não cabe.

A decisão de restringir a circulação de centenas de táxis e carros alternativos na área urbana de Mossoró, a partir do próximo dia 10, começou a causar um efeito contrário crescente. O estrago é ainda difícil de medir, mas o problema está instalado.

Em reunião hoje pela manhã no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL),  entidades de taxistas e vans, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, lojistas locais e de outros municípios e os vereadores mossoroenses Tomaz Neto (PDT) e Genivan Vale (PROS), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e até delegações do estado do Ceará.

Ficou decidido, entre outras ações, que haverá pressão para que o prefeito suspenda a decisão até que se discuta o caso. Busca-se uma solução mais razoável para acomodar os diversos interesses em jogo.

Os vereadores Tomaz Neto sugeriram pronunciamento da própria Câmara Municipal de Mossoró nesse sentido.

À tarde, ambos conversaram com outros vereadores, como o presidente da Casa, Jório Nogueira (PSD), e o líder da bancada governista, Manoel Bezerra de Maria (DEM).

Câmara e Assembleia

Eles prometeram apoio para que a Câmara se manifeste de forma uníssona, contra essa medida.

O deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”, foi interpelado por Genivan e Tomaz num evento ocorrido à tarde no Hotel VillaOeste. Assegurou endosso à iniciativa. “Levarei o assunto à Assembleia Legislativa, para t ermos uma saída negociada e que seja boa para as partes envolvidas. Isso é impactante na economia de Mossoró”, disse.

Sobre o assunto, o Blog já tratou hoje e repetiu sugestão feita há vários anos (veja AQUI).

Categoria(s): Administração Pública

Comentários

  1. Junior 100 diz:

    Queria saber quem é o camarada que trabalha na prefeitura de mossoró que sempre passa essa “bela ideia” aos gestores municipais, pois na época de Fafa tentaram a mesma coisa. Tem que avisar a esse “especialista” (ou esses..) que o Brasil passa por uma crise e Mossoró já vivi uma crise a muito tempo (principalmente com a redução das atividades da petrobras na cidade) e toda e qualquer renda trazida dos outros municípios é bem aceita. Por favor informe-os!

Trackbacks

  1. [...] é a mais nova “medida” que a Prefeitura organiza (veja AQUI), limitando tráfego de milhares de táxis, vans e veículos alternativos que despejam diariamente [...]

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.