sexta-feira - 04/12/2020 - 07:50h
Governo municipal

Transição não avança em Mossoró e tensão gera bate-boca

Paulo Linhares, da equipe do prefeito eleito Allyson Bezerra, se irrita com um auxiliar de Rosalba

As relações entre as comissões de transição do prefeito eleito Allyson Bezerra (Solidariedade) e prefeita não reeleita Rosalba Ciarlini (PP) estão esgarçadas. A corda esticou.

O advogado e professor Paulo Linhares, que integra o grupo de trabalho do prefeito eleito, teve acirrada discussão com o coordenador da equipe de Rosalba nessa quarta-feira (2), consultor geral do município Anselmo Carvalho. Em ligação telefônica (no viva-voz) na própria sede do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (Previ-Mossoró), Paulo esbravejou com ele, sob o testemunho de dirigentes da autarquia.

Paulo Linhares, no Previ-Mossoró, irritou-se com Anselmo que não tem pressa em passar informações (Fotomontagem BCS)

O presidente do Previ-Mossoró, economista Elviro Rebouças, e o diretor João Batista Chaves, garantiram que adiantariam radiografia da autarquia para conhecimento da equipe do prefeito eleito. Paulo Linhares esperava recebê-la de ambos, através de arquivo virtual na quarta-feira – como prometido. Mas, Anselmo Carvalho vetou.

Ficou a seu tempo quando e como passar, o que deixou os próprios dirigentes do Previ-Mossoró constrangidos e, Linhares, possesso.

Até o momento, a equipe de transição de Allyson Bezerra não avançou praticamente em nada na coleta de dados e acesso à estrutura técnica da municipalidade. São quase duas dezenas de ofícios (veja AQUI) que não tiveram respostas do governo Rosalba Ciarlini.

História depreciativa

Entre 2011 e 2012, em meio a negociações entre Governo Rosalba Ciarlini no Estado do RN e grevistas da Universidade do Estado do RN (UERN), o professor Anselmo Carvalho, no papel de secretário-chefe do Gabinete Civil, teve participação vetada pelos colegas de docência da instituição. Viram-no como inconfiável e pusilânime.

Anselmo virou peça-chave em gestões de Rosalba no estado e município, com passagem também na administração da prefeita Fafá Rosado (DEM, hoje no PSB).

É de sua lavra, por exemplo, o polêmico projeto de lei complementar número 038, de 7 de dezembro de 2009. Instituía o Regimento Disciplinar Interno (RDI) para os agentes de trânsito de Mossoró, que são civís, mas passariam a ser regidos por um ordenamento de inspiração fascita-militar.

Entre as determinações caricatas contidas na lei complementar, o Artigo 13 no ítem XIX proibia expressamente o agente de trânsito de “cantar, assobiar ou fazer ruído em lugar ou ocasião em que seja exigido silêncio” (sic).

Vergonha e servilismo no Estado

No governo estadual, como secretário-chefe do Gabinete Civil, José Anselmo Carvalho desceu ao servilismo em estado cristalino, a ponto de baixar portaria destituindo-se de algumas prerrogativas do cargo e outros papeis. Passou a ser estafeta, um leva-e-traz, fazendo percurso diário entre a Governadoria e a Residência Oficial do Governo do Estado, no bairro de Morro Branco.

Era lá onde o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado e marido da governadora despachava, emitia ordens, aferia comportamento administrativo e apontava caminhos políticos do governo. Enfim, era governador de fato, como o próprio ex-auxiliar de governo, ex-deputado estadual Paulo de Tarso Fernandes, descreveu numa entrevista bombástica ao Blog Thaísa Galvão, no dia 22 de outubro de 2011:

– “Ela (governadora Rosalba) despacha em casa. Governa de casa. Mas o lugar do governador é no gabinete. Até porque um deputado, um prefeito ou um secretário que quiser falar com a governadora não vai para a casa dela sem ser chamado, mas na Governadoria ele chega. Eu mesmo como chefe da Casa Civil só ia quando era chamado”, revelou Paulo, afirmando que a opção pela residência oficial se dava pelo fato de, na Governadoria, não ter como o ex-deputado Carlos Augusto participar das decisões (até então ele não era secretário, assumindo Gabinete Civil posteriormente – veja AQUI).

Leia também: Carlos Augusto se livra de “Ravengar” para ser governador.

Anselmo acabou substituindo Paulo de Tarso no Gabinete Civil. Porém, na prática virou adjunto do adjunto Galbi Saldanha, homem de maior confiança de Carlos. Cumpria ordens superiores sem pestanejar.

Foi uma anomalia no organograma (veja detalhes clicando AQUI). Um secretário de direito, mas com o lugar de fato cedido a Galbi. Espectro de si. Ou nem isso. Agora, na prefeitura, novamente aparece nos escaninhos do poder, no apagar das luzes, sendo ele mesmo. O de sempre: “Cabo Anselmo” (saiba o porquê desse epíteto clicando AQUI),

Leia também: “Cabo Anselmo” vira persona non grata na Uern; “Cabo Anselmo” volta a ser excomungado por colegas.

* INSCREVA-SE em nosso canal no Youtube (AQUI) para avançarmos projeto jornalístico.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Fernando diz:

    Não querem reconhecer a derrota, imitação grosseira de Donald Tramp.

  2. Mdm diz:

    Esse baba ovo é aquele em que um dia o rei ravengar ia se ausentar por alguns dias da corte e ao se despedir deu um até mais. O Babão disse saúde. O rei pergunta pra que isso, o vassalo respondeu em cima da bucha: É que o sr. vai sair e pode espirrar eu não estou por perto vou logo antecipar o saúde.

  3. Marcos diz:

    Essa derrota não estava no planejamento da oligarquia.

    Nada que uma auditoria não resolva e óbvio que querem dificultar para que Alison não consiga fazer nada para reforçar o quanto pior melhor….

    Atenção!!! Recado para Alison bezerra …abra o olho no seu partido. Cuidado em quem tá querendo se encostar por perto…se precisar saia do partido … Quem avisa amigo é. Seu futuro é muito maior que isso

    • Marcos diz:

      Peço que o nobre jornalista não poste esse comentário acho que o prefeito eleito deve aprender com seus próprios erros nem necessidade de alerta

  4. menezes diz:

    Mossoro votou para mudar mais parece que o prefeito eleito se cerca das mesma raposas de sempre.

  5. Jerônimo Emiliano Marcolino Apolinario diz:

    Tudo isso é para sentirem na própria pele toda perseguicao que o SINDISERPUM sofreu dos secretários e gestores do poder público munipal com a orientação da predeita derrotada, onde faziam de conta que o representante legítimo dos servidores nao existia.

  6. João Claudio diz:

    Sem comentário. Apenas três palavras: uma curta e duas longas.

    Atenção para a contagem:

    Uma…duas…três…três e meia e……JÁÁÁÁÁ!

    – PEGA FOOOOGO CABARÉÉÉÉÉ…!!!

  7. lsi bordea diz:

    Alvassireiros escribas divulgam as vergonhas visceras alheias, defendendo sua propria patulieia. Sr mister dr faça um favor a vossimecê e veja quem vendeu o terreno da igreja mormon, ali nas proximidades de frei miguelunho e felupe camarao. Descobrirá que foi um grande aliado seu, só que alienava o q era da oab subseccioanl mossoro. Ande e vá se informar moço preguiçoso

  8. Hermiro Filho diz:

    Tem um ditado popular muito conhecido: chupa ovo.
    Os coitados dos agentes, talvez não podiam nem peidar, kkkķkk
    Vai-te

  9. Q1naide maria rosado de souza diz:

    Estão todos felizes? Ótimo. O Nome Rosado não se apaga com uma derrota. O Nome Rosado aguarda uma gestão profícua do novo prefeito.

  10. Q1naide maria rosado de souza diz:

    As transições, via de regra, seguem esse ritual. Assim como, ao prefeito vindouro, com certeza, caberá culpar a gestão anterior por tudo que não der certo. É praxe.

  11. MARIADOSOCORROMENEZESALVES diz:

    Dona Naide,só queremos 1 oportunidade para provar que outras familias tbm tenha oportunidade,mais para isso temos que tirar para poder provar que só os ROSADOS SÃO COMPETENTES.

  12. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    A propósito, historicamente falando, Cabos Anselmos da vida …INFELIZMENTE, é arvore fecunda e que mais floresce na Terra de Santa Luzia..!!!

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.