quarta-feira - 23/10/2019 - 09:26h
HOJE

Prefeita articula aprovação “imediata” de empréstimo


A bancada governista junta seus membros agora pela manhã na Escola Municipal Paulo Cavalcante de Moura (bairro Alto do Sumaré), onde se realiza 12ª edição do projeto Câmara Cidadão (veja AQUI), para votar “imediatamente” o projeto de lei de número 1214 de 15 de outubro de 2019.

A matéria é para autorizar a municipalidade a “contratar e garantir operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal (CEF), até o valor de R$ 150 milhões”.

Sessão começou sem transmissão ao vivo da TV Câmara Municipal (Foto: BCS)

O Palácio da Resistência (sede da municipalidade) cobra que projeto seja “resolvido” logo. Temem um revés com questionamentos da oposição. O Blog Carlos Santos antecipou que essa decisão estava tomada e em diligências (veja AQUI).

Na sessão ordinária do dia passado (veja AQUI), a bancada da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) esvaziou o plenário para que não fosse apreciada e votada proposição do vereador oposicionista Gilberto Diógenes (PT), que queria uma audiência pública para discutir o projeto.

Apenas transparência

- Não somos contra, queremos discutir o projeto em todas as suas nuances e o texto original dele não diz praticamente nada. É demais pedir uma audiência pública para debatermos algo de tanta importância? Não sabemos nada sobre encargos, carência, plano de aplicação dos recursos, quais são as obras e que critérios vão definir o que é prioritário – comenta o vereador Petras Vinícius (DEM), da oposição.

Sem cobertura da TV Câmara, a sessão ordinária deste quarta-feira (23) da Câmara Municipal de Mossoró deve aprovar projeto sem registro documental à publicização à comunidade. A gestão desse poder alegou que a transmissão “era de difícil acesso”.

Leia também: Prefeitura quer fazer empréstimo “urgente” de até R$ 150 milhões;

Leia também: Empréstimo de Rosalba é cartada político-eleitoral decisiva;

Leia também: Empréstimo dará para construir nova sede da Câmara Municipal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Não entendo os vereadores de oposição deixarem de buscar ajuda em outras esferas.
    Mossoró já vive dificuldades financeiras enormes sem este empréstimo, imagine tendo no futuro de honrar mais este compromisso.
    A CEF está de plantão para liberar esta dinheirama? Sequer vai analisar a capacidade de pagamento do tomador do empréstimo?
    Já estão anunciando que a quase totalidade do empréstimo será utilizado na construção de uma LUXUOSA sede para a Câmara Municipal, mesmo no momento a CMM torrar muito dinheiro numa reforma no prédio onde se encontra funcionando.
    Mossoró se não existisse teria que ser inventada.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.