• Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - TOPO
segunda-feira - 25/11/2013 - 08:51h
Mantendo a escrita

PR abandona outra mulher, mas falta ‘pedido de desculpas’


Rosalba e Micarla: desculpas em dose dupla

Para não fugir à escrita, o PR (Partido Republicano) deverá emitir uma nota à população do Rio Grande do Norte, com “pedido de desculpas” por seu vínculo ao Governo Rosalba Ciarlini (DEM). É o mínimo que se espera.

No último final de semana, o PR proclamou afastamento do Governo e tomada de novos rumos.

Aliado da então prefeita natalense Micarla de Sousa (PV), o partido tirou o corpo de banda oficialmente no dia 15 de fevereiro de 2011 (veja AQUI). Entrava no terceiro ano de gestão da prefeita “borboleta”.

À ocasião, o PR anunciou afastamento com nota oficial e promessa de manutenção de apoio político à cidade, mas sobretudo se desculpando pela escolha infeliz de apoio à ela.

REPROVAÇÃO AO GOVERNO MICARLA EM PESQUISAS:

- Dezembro de 2011 – 90.20%
- Fevereiro de 2012 – 91,60%
- Março de 2012 – 88,60%
- Maio de 2012 – 87,80%
Junho de 2012 – 92,3%.

E olha que Micarla não tinha alcançado ainda a marca de mais de 92,3% de reprovação na capital, um recorde nacional.

Rosalba, antes de completar terceiro ano de gestão, em agosto deste ano, em sondagem veiculada pela Band Natal, empinou quase 84% de reprovação.

Mais recentemente, à beira de iniciar o último ano de governo, teve índice de rejeição de 81,59% no âmbito do estado e 89,6% em Natal (AQUI).

Próximo do último ano de administração da “Rosa”, o PR repete a debandada que promoveu alguns meses antes em Natal.

Para o enredo ficar completo, falta a nota.

 

Categoria(s): Política

Comentários

  1. osorio sampaio diz:

    TAL E QUAL EM TERMO DE ADMINISTRAÇAO PUBLICA, SO QUE MICARLA ADMINISTRAVA SO E ROSALBA TEM AJUDA DO MARIDO. INCOMPETENCIA EM DOSE DUPLA.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.