• Banner parceria Blog Carlos Santos-TV Terra do Sal - Eleições 2018
quinta-feira - 20/09/2018 - 11:38h
Augusto Carlos Viveiros

Secretário geral da AL é investigado na “Canastra Real”

Tio-afim do presidente Ezequiel Ferreira foi alcançado por mandados de busca e apreensão dia 17

Viveiros: Tio-afim do presidente e de confiança (Foto: TN)

Além de chegar na antessala do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), a Operação Canastra Real desembarcou noutro gabinete ainda mais influente nesse poder: do secretário geral da Casa, o ex-deputado federal Augusto Carlos Viveiros, tio-afim de Ezequiel.

Viveiros também é investigado pelo Ministério Público do RN (MPRN), em novo caso de corrupção na Assembleia Legislativa. Dessa feita, mais de R$ 2,4 milhões teriam sido desviados com uso de servidores fantasmas – todos lotados no Gabinete da Presidência da AL.

Por enquanto, o nome que aparece em maior relevo na Canastra Real, deflagrada na última segunda-feira (17), é o da chefe de Gabinete de Ezequiel Ferreira, Ana Augusta Simas Aranha Teixeira de Carvalho, presa na operação. Deduz-se, que ela chegava a juntar em espécie (na boca do caixa) cerca de R$ 80 mil líquidos/mensalmente, “em proveito próprio e de terceiros” (ainda ocultos).

Falsificação

Mas contra Viveiros foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão em dois endereços seus: Avenida Rio Branco, Edifício Barão do Rio Branco 571, salas 507/508, em Cidade Alta; Rua Doutor Manoel Dantas, 516, Condomínio Residencial Solar João e Marilda Ferreira de Souza, Apartamento 2001, Petrópolis, ambos em Natal.

Relata o MPRN, que Augusto Carlos Viveiros falsificou pelo menos seis declarações de domicílios em favor de servidores fantasmas recrutados por Ana Augusta no município de Espírito Santo (RN), onde seu marido Fernando Teixeira (PSDB) é prefeito e, uma filha, vereadora. Ela mesma presidiu a Câmara Municipal local noutra legislatura.

Documento revela que Viveiros assinou, conscientemente, declaração falsa no esquema (Print: MPRN)

A decisão judicial assinada pelo juiz titular da 3ª Vara Criminal de Natal, Raimundo Carlyle, determinou a prisão temporária de várias pessoas. No caso de Viveiros, não. O despacho autorizou o MPRN – com aparato policial – à busca e apreensão.

Mesmo com mais essa caso de corrupção na AL, esse poder não se pronunciou até o momento. É como se nada de anormal estivesse ocorrendo e não fosse seu dever dar explicações ao contribuinte.

Acompanhe a Operação Canastra Real

Leia também: Principal envolvida em escândalo está no João Chaves;

Leia também: Assembleia evita “Bola” mas não exonera presa por corrupção;

Leia tambémComo é fácil desviar milhões da Assembleia Legislativa;

Leia tambémMP atesta que corrupção na Assembleia Legislativa não para;

Leia tambémMP descobre ‘fantasmas’ na antessala de Ezequiel Ferreira;

Leia tambémAssembleia Legislativa – Casa da rapinagem;

Leia tambémCanastra Real tem ligação com a Assembleia Legislativa.

Apesar de envolver pessoas diretamente ligadas ao presidente Ezequiel Ferreira, ele do mesmo modo adota o silêncio. Ana Augusta e Augusto Viveiros são tidos na Casa como gente de sua absoluta confiança. Os cargos atestam isso.

A tática até aqui produz ilações diversas, que terminam o embaraçando mais ainda aos olhos da opinião pública.

Traremos mais detalhes de bastidores desse caso. Não faltam informações. Basta querer publicar.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público / Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Depois de tudo apurado, julgados e condenados. Recorrerão.
    Quando do julgamento dos recursos penas brandas serão aplicadas e todos poderão continuar a exercerem os cargos eletivos em que hoje se encontram.
    Com o processo SAL GROSSO foi assim.
    Por qual razão agora será diferente?
    ////
    ENQUANTO EXISTIR UM PENSAMENTO VOLTADO PARA O BEM EXISTIRÁ A ESPERANÇA DE UM AMANHÃ FELIZ.
    Inácio Augusto de Almeida

  2. João Claudio - (sem número) diz:

    Viiiiiiiiiiixi!!! Esse aí é uma velha raposa, digo, é um raposão das antigas.

    Ficou careca de tanto roçar a cabeça nas tetas públicas. Depois de mamar, claro.

    O sobrenome dele está errado. O correto é ‘Vivaldino’.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.