terça-feira - 12/06/2018 - 05:00h
Política

Dois nomes de 2016 que podem afinar sintonia para 2020


Candidatos a prefeito de Mossoró em 2016, com expressivas votações, Tião Couto (PR) e Gutemberg Dias (PCdoB) encontraram-se no sábado (9).

Cada um participava de evento político de seu partido, no mesmo endereço – mas em espaços distintos, no Hotel VillaOeste em Mossoró.

Tião e Gutemberg somaram votações expressivas em 2016; João, líder do PR (Foto: BCS)

Numa brecha entre os respectivos compromissos, os dois conversaram amenidades e sobre política, sob o testemunho do ex-deputado federal João Maia (PR).

Janela aberta para diálogo que pode chegar às eleições municipais de 2020.

Faz sentido.

Se a oposição sair fracionada, praticamente dará de “bandeja” a vitória ao governismo.

Os números do último pleito mostram isso.

Rosalba Ciarlini (PP) venceu o pleito com maioria de 2.362 votos sobre o cumulativo dos concorrentes (Tião, Gutemberg, Josué Moreira do PSDB, e o que foi computado para o desistente prefeito Francisco José Júnior).

Leia também: Voto se revela um ativo de alto risco na política de Mossoró.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 08/06/2018 - 17:20h
Que fique claro

Tião Couto não dividirá palanque com Rosalba Ciarlini


Do Blog Saulo Vale

Tião (de amarelo): distância (Foto: cedida)

O ex-candidato a prefeito de Mossoró e empresário Tião Couto (PR) deu um ultimato ao seu partido: se a legenda se unir ao grupo da adversária e prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP), ele retira sua pré-candidatura a deputado federal.

Segundo Tião, não há clima para subir no mesmo palanque de Rosalba.

“Eu tenho o livre arbítrio para não aceitar esse tipo de união. Eu só vou para uma candidatura se for para servir e ter liberdade em tomar decisões. Eu não preciso me alinhar a pessoas que não concordo com elas. Se isso vier a acontecer [o PR se alinhar a Rosalba], eu vou ficar calmo e esperar 2020, quando será uma disputa direta”, adiantou o empresário em entrevista ao Jornal da Tarde (Rádio Rural de Mossoró) desta quinta-feira (7).

Ele afirmou ainda que já fez esse comunicado ao presidente estadual do PR, ex-deputado federal João Maia.

O empresário defendeu ainda que a sigla apoie a candidatura do ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 06/06/2018 - 23:30h
Mossoró

O perigo da “oposição social” que ronda Rosalba Ciarlini


* A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e seu grupo não têm o que temer, aboletados no governo. Pelo menos em relação à denominada “oposição” política.

Ela inexiste.

Quem faz oposição ao governo Rosalba?

Tião Couto (PSDB), segundo colocado nas eleições municipais do ano passado?

Gutemberg Dias (PCdoB), agradável surpresa e terceiro colocado na mesma disputa?

A bancada contrária na Câmara Municipal de Mossoró?

O ex-candidato a prefeito “Cinquentinha” (hoje, no PSDC)?

O antecessor Francisco José Júnior (PSD).

O governador Robinson Faria (PSD).

Nada, nada, nada disso.

Todos inexistem até aqui como tal. Uns, por incapacidade; outros, por estratégia.

O problema que ganha corpo de forma lenta, gradual e expressiva é a “oposição social”, muito mais letal do que a política.

É a voz das ruas.

Ela germina nas unidades básicas de Saúde (UBS’s) e Unidades de Pronto-Atendimento (UPA’s), com precário atendimento e falta de medicamentos; nas ruas e avenidas esburacadas e cobertas por lixo; na escola com escassez de merenda, na insegurança do centro à periferia e no desemprego que não é estancado.

E tudo fica grandiloquente nas queixas que se espalham nas redes sociais, através de vídeos, textos, fotos e áudios. Esse perturbador boca a boca virtual cresce em proporção geométrica.

A prefeita e sua entourage palaciana não podem ignorar esse fenômeno. Se o fizerem, por arrogância ou falta de sensibilidade política, podem contabilizar rápido e crescente prejuízo.

Quanto à oposição política, nada a temer. Por enquanto.

Essa inexiste. Ainda.

O governo e a “oposição social” quase um ano e dois meses depois

* Este texto acima foi originalmente publicado no dia 11 de Abril de 2017, às 19h02. São quase 14 meses de sua veiculação original. O que mudou de lá para cá? Praticamente nada. Na verdade, o quadro se agravou para a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e seu governo.

Ela tem pesquisa guardada a sete chaves, com números que mostram sua continuada corrosão. O governo é vítima do fantasma da “silveirização” (desgaste como do ex-prefeito Francisco José Júnior).

Qualquer dúvida, é só olhar nas redes sociais a crescente onda de críticas e denúncias contra serviços elementares da administração municipal. Não são manifestações articuladas, de guetos ou grupos organizados, mas vozes espontâneas que viralizam rapidamente.

É a “oposição social” a que nos referimos há mais de um ano e Rosalba e seus próceres preferiram desdenhar. Incensados por uma vitória eleitoral em 2016 e o poder, por que nos levariam a sério?

Mesmo com pesado investimento na imprensa convencional e páginas virtuais de Mossoró, de Natal e Caicó, vendendo uma imagem diferente, a gestão não consegue maquiar mais a realidade. E a oposição? Ah, a oposição política de Mossoró consegue ser ainda menor.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política
quinta-feira - 24/05/2018 - 10:44h
Eleições 2018

Nome do empresário Tião Couto é cogitado para vice


Tião: por enquanto, federal (Foto: arquivo)

A pré-candidatura à Câmara Federal de Tião Couto (PR), ex-candidato a prefeito de Mossoró em 2016, não é algo irremovível.

Ninguém estranhe se ele for deslocado para uma posição em chapa majoritária, como nome a vice.

Cogitação já existe.

Até o próximo mês o seu partido definirá politica de alianças, nominatas proporcionais, apoio a uma candidatura ao governo e nomes ao Senado.

As conversas estão em andamento.

Depois trago mais informações.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
sexta-feira - 18/05/2018 - 10:56h
PR

Briga paroquial em Mossoró atrapalha Carlos Eduardo


Carlos e João: dificuldade (Foto: montagem)

Do Blog da Chris

O ex-prefeito de Natal e pré-candidato ao governo do Estado, Carlos Eduardo (PDT), tem encontrado muitas pedras no caminho para ter o apoio do Rosalbismo.

O empecilho passou a ser o PR, comandado no RN pelo ex-deputado e pré-candidato a deputado federal, João Maia.

João Maia não esconde a vontade de fechar com Carlos Eduardo Alves, que por sua vez quer por demais o apoio do PR. Partido este, que hoje abriga o ex-candidato a prefeito de Mossoró e também pré-candidato a deputado Federal, Tião Couto, inimigo político do casal Carlos Augusto e Rosalba Ciarlini (PP).

O casal não aceita dividir o mesmo palanque com o empresário mossoroense.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 10/05/2018 - 10:40h
Justiça eleitoral

Rosalba questiona extinção de processo contra Tião e Jorge


Do Blog Saulo Vale

Rosalba e Tião: duelo judicial (Foto: montagem)

A defesa da prefeita Rosalba Cialrini (PP) entrou com embargos de declaração junto à 33ª Zona Eleitoral de Mossoró no processo que extingiu a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada contra os ex-candidatos a prefeito e vice-prefeito de Mossoró, Tião Couto (PR) e Jorge do Rosário (PR).

Os embargos não servem para reverter a sentença do magistrado, mas pedem esclarecimentos ao juiz responsável, Breno Valério, sobre a extinção do processo.

A AIJE teve como objetivo a alegação de abuso do poder econômico na eleição municipal de 2016 e pleiteava a suspensão dos direitos políticos de Tião e Jorge por um período de oito anos.

Na sentença que extinguiu a AIJE, o magistrado apontou que a única penalidade para os ex-candidatos, prevista na Lei, seria a cassação dos diplomas. Como não foram eleitos, a ação tornou-se inútil.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política
  • Repet
segunda-feira - 30/04/2018 - 05:58h
Mossoró

Juiz encerra processo contra ex-candidatos a prefeito e vice


Breno: decisão (Foto: Web)

O juiz da 33ª zona eleitoral de Mossoró, Breno Valério Fausto de Medeiros, decidiu extinguir a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) impetrada pela Coligação Força do Povo, que abrigou a candidatura a prefeito de Rosalba Ciarlini (PP), contra a chapa a prefeito e vice de Tião Couto (PSDDB, hoje no PR) e Jorge do Rosário (PR), nas eleições municipais de 2016. Em sua sentença o magistrado entendeu pela falta de interesse de agir dos impetrantes e encerrou o processo sem julgamento do mérito.

A AIJE teve como objetivo a alegação de abuso do poder econômico na eleição passada e pleiteava a suspensão dos direitos políticos dos acusados por um período de oito anos. Embora Tião e Jorge tivessem suas contas de campanha aprovadas pela Justiça Eleitoral, a Coligação Força do Povo insistiu na abertura de uma AIJE tentando criar uma situação jurídica contra seus adversários políticos.

Inutilidade

Em sua sentença o juiz Breno Valério entendeu a ação não tinha como prosseguir:

“A inutilidade do provimento revela a carência da ação ora examinada por ausência de interesse de agir, desaguando na extinção do processo sem resolução de mérito, nos termos do art. 485, VI, CPC: ‘o juiz não resolverá o mérito quando (…)verificar ausência de legitimidade ou de interesse processual’”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 20/04/2018 - 09:10h
Fafá Rosado

Talvez sim, talvez não


Ainda não está definido.

Talvez sim, talvez não.

Por sua vontade, sim.

Mas familiares ponderam que não.

Assim está o momento político da ex-prefeita mossoroense Fafá Rosado (recém-filiada ao PSB), quanto a uma candidatura a deputado estadual este ano.

É um pêndulo.

Em 2014, ela tentou chegar à Câmara Federal em dobradinha à reeleição do marido e então deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM).

Nem uma coisa nem outra.

Em 2016, deram apoio à Prefeitura de Mossoró ao empresário Tião Couto (PSDB, hoje no PR).

Outro fracasso.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 09/04/2018 - 06:37h
COLUNA DO HERZOG

Populismo e dominação carismática no lulismo encarcerado


Por Carlos Santos

Preso no sábado (7) na Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba (PR), onde passou a cumprir pena de de 12 anos e 1 mês de prisão pela condenação no caso do triplex em Guarujá (SP), o ex-presidente Lula da Silva (PT) é uma força política desmedida – solto ou encarcerado.

Ele encarna um papel sem cópia no lulismo, movimento político tipicamente brasileiro que mesmo assim não pode ser caracterizado como original e incomum, quando o tratamos sob a ótica da ciência política e da sociologia, por exemplo.

Mestre da retórica, ou seja, da arte da eloquência, Lula representa o que o filósofo alemão Max Weber trata por força da “dominação carismática”, um poder de “caráter autoritário e imperativo”, irradiado pelo fascínio que exerce sobre a massa-gente.

Como ele, não faltam outros personagens com características parecidas no Brasil e no mundo, através dos tempos. Germinam principalmente em períodos de instabilidades político-sociais e anemia institucional, com essência no populismo, culto à personalidade e messianismo.

Lula tem entre seus eleitores uma multidão de devotos, sequazes e fanáticos, massa comum a esse modelo de relação que caracterizou o “peronismo” na figura de Juan Perón na Argentina, entre 1946 e 1955 e de 1973 a 1974; Getúlio Vargas, e o “getulismo”; Benito Mussolini, na Itália fascista da primeira metade do século XX; Antônio Conselheiro e seu Arraial de Canudos no sertão baiano do século XIX etc.

Todos eles falavam, como Lula, para um universo que era catequizado para ter um guia e não um representante formal. O “povo”, nos discursos demagogos e manipuladores, sempre aparece como uma razão quase divina do líder, regente de sua história.

O “não-povo” é todo aquele que não crê e não o incensa. É todo aquele que se põe longe, fora ou em conflito com essa aura mítica. O Estado é personificado no que pensava o monarca Luís XIV na França imperial: “Sou eu”. Pode tudo em suas mãos.

O lulismo, ou o “lulupetismo” – como se define depreciativamente a era Lula-PT, não vai ser riscado do mapa com o xilindró do líder. Pode até recrudescer mais ainda essa paixão coletiva, alimentada pela vitimização fática ou laboratorial do ex-líder sindical.

Ninguém espere também um substituto para Lula nas urnas ou mais adiante. Ele é espécime raro.

Primeiro, porque nada nasce ou cresce em torno de gente com seu perfil, a ponto de eclipsá-lo. Segundo, porque essa troca não obedece a qualquer alteração formal e ritualística, como se faz numa convenção partidária.

Cada senhor de dominação carismática e populista tem seu tempo e lugar na história; seu legado será sempre discutido e discutível.

PRIMEIRA PÁGINA

Ex-deputado Laíre Rosado tem rotina de apoio a outros detentos – Preso (veja AQUI) desde o dia 22 de março último no Centro de Detenção Provisória (CDP) do Apodi, o ex-deputado federal, bacharel em direito e médico Laíre Rosado tem-se adaptado à rotina prisional e revelado enorme capacidade de convivência com os demais detentos. Revela-se até bastante útil à comunidade carcerária, no exercício de seus conhecimentos de medicina. Ao mesmo tempo, pleiteia sua liberdade através de instrumento de apelação judicial.

Filha de Zenaide Maia seguirá “renovação” da política do RN – Mada Calado Maia, que até bem poucos dias era titular da Secretaria Municipal de Assuntos Extraordinários da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, segue a receita uterina das “mudanças” e “renovação” na política do RN. Será candidata a deputado estadual pelo PT, enquanto sua mãe – deputada federal Zenaide Maia – concorrerá ao Senado pelo PHS. Além disso, seu tio João Maia (PR) tentará voltar à Câmara Federal. Outro tio, Agaciel Maia (PR), é deputado distrital em Brasília.

Mada: em família (Foto: Web)

Deputados podem não viabilizar registro de candidatura – Fiquemos atentos à marcha burocrática das candidaturas à reeleição dos deputados estaduais Ricardo Motta (PSB), Dison Lisboa (PSD) e José Adécio (DEM). Os três têm seriíssimos problemas judiciais que podem gerar comprometimento de registro de candidatura à reeleição. Anote.

Os argumentos e a botija do crescimento do  PSDB/RN – Com oito deputados estaduais, o PSDB do RN experimenta um crescimento exponencial e de difícil compreensão para leigos e até gente conhecedora da política. Tantos candidatos à reeleição estariam apostando em quê? Tem quem diga que o presidente da sigla e da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira, possui muitos argumentos e uma “botija” para convencer políticos tão experientes de que não estão entrando numa furada.

Segundo turno à vista – Com a concorrência de pelo menos três ou quatro chapas ao Governo do RN, com boa capacidade de votos, é mais do que previsível a realização do pleito em dois turnos. Sob essa ótica, é que o governador Robinson Faria (PSD) trabalha, sob a crença de que um nome no segundo turno será o seu. Em 2014, ele perdeu o primeiro para Henrique Alves (MDB), mas levou de arrastão o segundo.

Galeno Torquato x Raimundo Fernandes – Os deputados estaduais Galeno Torquato (PSD) e Raimundo Fernandes (PSDB) fazem duelo à parte na campanha deste ano. Ambos tem São Miguel no Alto Oeste como berço político, mas espraiaram apoios por outras regiões. No pleito de 2014, Galeno estreou na disputa com 63.286 (3,82%) votos, sendo o segundo mais votado. Mas deve ter uma queda expressiva nesses números em 2018. Raimundo empalmou 35.333 (2,13%) votos e foi o 18º mais votados entre os eleitos. Parte para seu nono mandato.

Um vice para Carlos Eduardo Alves – A candidatura ao governo estadual de Carlos Eduardo Alves (PDT), que renunciou ao cargo de prefeito do Natal no final de semana, pode ter um nome indicado pela prefeita Rosalba Ciarlini (PP) a vice. A ideia é fechar chapão com força nos dois maiores colégios eleitorais do estado.

Geraldo Melo é cogitado para lugar de Agripino – Nos bastidores da política, em Natal, já se conversa a possibilidade de deslocamento do senador José Agripino (DEM) para chapa à Câmara Federal. Em seu lugar, entraria o ex-senador Geraldo Melo (PSDB), tendo o empresário Haroldo Azevedo (PSDB) como primeiro suplente. Garibaldi Filho (MDB) seria mantido como candidato à reeleição ao Senado, tendo Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB, pai do presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira Filho-PSDB) como primeiro suplente.

Rosados podem repetir disputa familiar de 2014 – Se em 2014 o clã Rosado se fracionou em três candidaturas à Câmara Federal, para 2018 a corrida eleitoral na família talvez aconteça num patamar mais abaixo: Assembleia Legislativa. Larissa Rosado (PSDB), Kadu Ciarlini (PP) e Fafá Rosado (PSB) podem concorrer a uma vaga no parlamento estadual. Em 2014, Fafá, Sandra Rosado (PSB, hoje no PSDB) e Beto Rosado (PP) disputaram espaço na Câmara Federal, mas só esse último se elegeu.

Três pré-candidatos ao governo e um destino – Os três primeiros pré-candidatos ao governo do RN que surgiram ano passado não prosperaram as intempéries da pré-campanha: desembargador Cláudio Santos (sem partido), empresário Tião Couto (PR) e vereadora grossense Clorisa Linhares (Solidariedade) figuram nessa lista.

EM PAUTA

Sérgio Oliveira – O jornalista Sérgio Oliveira mergulha de vez no universo forense. Está instalado com escritório no Oásis Center, Avenida Alberto Maranhão, Centro de Mossoró, Sala 79-B, no 1º andar. Bom demais, Serginho. Depois apareço por aí.

Sérgio: advocacia (Foto: Web)

Simpósio – O Campus Avançado Professora Maria Elisa de Albuquerque da Universidade do Estado do RN (UERN), em Pau dos Ferros, vai sediar entre 17 e 19 de abril, o Simpósio Internacional de Ensino e Culturas Afro-brasileiras e Lusitanas (I SINAFRO).

Instituto Oral Clínica – Será nessa terça-feira (10), às 19h, a inauguração do Instituto de Ensino e Pesquisa Oral Clínica, com realização de workshop sobre Gestão e Mercado em Saúde, seguida de um coquetel. Ocorrerá na Rua Doutor João Marcelino, 450, Santo Antônio, Mossoró. O objetivo da instituição é a qualificação profissional de excelência para as diferentes áreas da saúde, sobretudo a nível de pós-graduação, iniciativa dos odontólogos Ney Robson e Kátia Maia.

Reeleição – A professora Marlúcia Barros Cabral foi reeleita para direção do Campus da Universidade do Estado do RN (UERN), em Assu, na sexta-feira (7).

Voos – A Azul Linhas Aéreas, após inspeção no Aeroporto de Mossoró à semana passada, conclui relatório sobre condições para uso comercial desse equipamento. Intenção é de promover pelo menos três voos semanais (segunda, quarta e sexta-feira), no horário vespertino. Isso poderá acontecer a partir de junho.

Casa Centelha – A tradicional empresa Casa Centelha de Mossoró abriu seu show-room recentemente no Santo Antônio, próximo ao Serviço Social do Comércio (SESC). Mas evitou qualquer evento de inauguração.

SÓ PRA CONTRARIAR

O verde-oliva voltou a ser uma cor presente em Brasília.

GERAIS… GERAIS… GERAIS

Anote aí o fone e email do “Palhaço Pitanga”, que nos garante: é atração perfeita para aniversários infantis em Mossoró: migo38a@hotmail.com e (84) 9.8638-3389. Recado dado.

Chuvas nos últimos dias tem fortalecido sobremodo a crença no inverno no estado. Regiões mais castigadas do RN como Oeste e Seridó estão com excelentes chuvas e as imagens se multiplicam na Internet, como a sangria do Açude Público de Riacho da Cruz.

Obrigado à leitura do Nosso BlogJoel Canela (Felipe Guerra), Wilana Dantas (Caicó) e Magnólia Maria da Rocha Melo (Mossoró).

Veja a Coluna do Herzog da segunda-feira (02/04) passado, clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Coluna do Herzog
sábado - 07/04/2018 - 19:40h
Denúncia

Nome de Tião Couto é usado indevidamente na Internet


O empresário, ex-candidato a prefeito de Mossoró e pré-candidato a deputado federal Tião Couto (PR) está sendo vitima de perfil “fake” (falso) na Internet.

Tião Couto reage a fake e alerta população para uso indevido do seu nome (Foto: reprodução)

Usam denominação “Tião da EBS” em WhatsApp, travando diálogos com outras internautas, como se fosse o empresário.

Tião reage à má-fé esclarecendo o caso também nas redes sociais, cientificando as pessoas do que está ocorrendo (veja print contido nesta postagem).

Nota do Blog – Esse tipo de molecagem tem-se tornado frequente. Na última campanha estadual, por exemplo, houve empresa contratada só para esse fim, gerando fakes para insultos e ataques diversos a adversários dos contratantes.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
quarta-feira - 04/04/2018 - 21:28h
Confirmado

Tião e Jorge farão dobradinha a federal e estadual no PR


Jorge e Tião: PR (Foto: Jornal de Fato)

O empresário Tião Couto anunciou filiação ao PR nesta quarta-feira (4) à noite.

Exatamente como o Blog Carlos Santos antecipou em primeira mão -  Tião Couto deverá anunciar filiação ao PR hoje à noite.

Ele será candidato à Câmara Federal, em dobradinha com o empresário Jorge do Rosário, que já estava na legenda e concorrerá à Assembleia Legislativa.

Os dois formaram chapa à Prefeitura de Mossoró em 2016, como candidatos a prefeito e vice.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 04/04/2018 - 14:50h
Eleições 2018

Tião Couto deve anunciar filiação ao PR hoje à noite


O empresário Tião Couto, ex-candidato a prefeito de Mossoró pelo (PSDB) em 2016, ainda não fechou seu novo destino partidário após pedir desfiliação da legenda, um pouco antes da chegada do grupo da vereadora Sandra Rosado (ex-PSB) – veja AQUI.

Tião conversou com vários partidos até aqui e dificuldades de definição foram aumentando paulatinamente (Foto: arquivo)

Mas o anúncio será feito hoje (quarta-feira, 4), provavelmente à noite. A princípio, tende a migrar para o PR – controlado no estado pelo ex-deputado federal João Maia e pelo empresário Marcelo Rosado em Mossoró.

Afina entendimento.

O PR é o partido de Jorge do Rosário, seu vice em 2016, pré-candidato a deputado estadual.

Tião Couto já conversou com várias siglas até aqui, sem êxito: PHS, PRB e Solidariedade, por exemplo.

Nada.

Ele tem até o dia 7 próximo (sábado) para pousar em alguma sigla e tentar ser candidato a algum cargo eletivo este ano.

A princípio, cogitou campanha ao governo, admitiu disputa ao Senado e após rechaçar ideia de concorrer à Câmara Federal, aquiesceu a essa possibilidade.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
terça-feira - 03/04/2018 - 05:56h
Em Mossoró

Importantes partidos passam por mudança de comando


PSDB, PSD e PSB, três importantes partidos da vida política do Rio Grande do Norte e do país, vão sofrer alterações de comando em Mossoró.

Tudo devido a dança das cadeiras, ao jogo político, as articulações com vistas às eleições deste ano.

O PSDB será comandado pelo grupo da vereadora e ex-deputada federal Sandra Rosado, que saiu com família, aliados, patinho de borracha, criado-mudo, pinguim da geladeira etc. do PSB (veja AQUI).

Antes, o PSDB tinha o controle local do grupo do empresário e ex-candidato a prefeito Tião Couto, que vai aportar noutra sigla.

No PSD do governador Robinson Faria, as reformulações são necessárias desde que o ex-prefeito Francisco José Júnior largou a legenda em 2017.

Quanto ao PSB, após ser “desovado” num canto qualquer pelo rosadismo, terá novos inquilinos ainda a serem definidos por sua Executiva Estadual.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 02/04/2018 - 11:32h
Constrangimento

PSDB espera saída, rápida, do ex-governadorável Tião Couto


Tião e Diego: adversários se aproximam (Foto: Web)

O ex-candidato a prefeito de Mossoró Tião Couto (PSDB) tem que correr para arrumar as gavetas e sair do partido com sua trupe. Logo.

Desde o dia 13 de maio do ano passado que ele assumiu o comando partidário em Mossoró, com a posse do seu filho e também empresário Diego Couto na presidência da Comissão Provisória da legenda, no município.

Mas com o desembarque do grupo da adversária, vereadora e ex-deputada federal Sandra Rosado na legenda (veja AQUI), a pressa agora é amiga da perfeição e evitará mais constrangimentos.

Tião foi apresentado como provável nome do PSDB ao governo ou Senado, em 2017, mas foi paulatinamente isolado pela cúpula partidária, até chegar a esse extremo.

Como não pediu desfiliação antes do anúncio da chegada dos novos filiados, é obrigado a passar por mais esse vexame.

Leia também: Cúpula do PSDB isola e escanteia ex-candidato.

P.S (18h27) – Assessoria de Tião Couto informa que ele pediu desligamento da sigla, protocolando decisão na Justiça Eleitoral e Diretório Municipal, logo após saber que o rosadismo ocuparia a legenda. Foi nessa terça-feira (24)

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Repet
terça-feira - 27/03/2018 - 22:04h
Campanha 2018

PSDB atrai Larissa e Sandra, escanteando Tião Couto


Larissa e Sandra em propaganda de campanha 2014

Notícia passada pelo Blog de Thaísa Galvão: a deputada estadual Larissa Rosado, que já se desfiliou do PSB, vai oficializar filiação ao PSDB na próxima segunda-feira (2), às 16h, no Hotel Arituba.

Junto com ela, passa a integrar também o partido o ex-governador Geraldo Melo, que saiu recentemente do MDB.

Sandra Rosado, vereadora em Mossoró, também pediu desfiliação do PSB, mas aguarda parecer do TRE para confirmar desembarque no ninho tucano.

O comando do PSDB de Mossoró, que estava nas mãos do empresário Tião Couto, será transferido para o grupo da vereadora Sandra Rosado.

Nota do Blog Carlos Santos - O empresário e ex-candidato a prefeito Tião Couto poderia ter evitado esse constrangimento. Bem, não foi falta de aviso, alerta, sinalização.

Leia também: Cúpula do PSDB humilha e isola ex-candidato a prefeito.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
quarta-feira - 21/03/2018 - 06:48h
Eleições 2018

RN poderá ter mais de seis candidatos ao Governo do Estado

Partidos e outros nomes se movimentam e podem superar quantidade do pleito que ocorreu há 4 anos

Aos poucos vai se formando um quadro de nomes à disputa ao Governo do Estado do RN este ano. Alguns deixam de ser espectros para se firmarem como prováveis candidatos à sucessão estadual. Hoje (quarta-feira, 21 de março), pelo menos sete estão praticamente certos à campanha.

Outros três são cogitados e pelo menos dois estão claramente descartados.

Em 2014, a campanha ao governo potiguar teve cinco candidatos, sendo dois por coligações e três por partidos isolados (veja boxes abaixo).

O governador Robinson Faria (PSD) será mesmo candidato à reeleição. Quem apostou e trabalhou por sua renúncia, se deu mal. As costuras políticas dos últimos dias são no sentido de tentar a reeleição.

A senadora Fátima Bezerra (PT) ainda não anunciou, mas não é preciso recorrer a qualquer cartomante para antecipar que será candidata.

Robinson Faria, Fátima Bezerra e Carlos Eduardo se movimentam para disputa ao governo neste ano (Foto: arquivo)

O vice-governador dissidente Fábio Dantas (PSB) é pré-candidato também, conforme anunciado em sua filiação ao novo partido no último sábado (17) – veja AQUI.

O prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) prometeu uma definição que “sim” ou que “não” para depois do Carnaval (veja AQUI). Aproximamo-nos da Páscoa, mas a tendência é que renuncie ao cargo no início de abril.

Boxe relativo às candidaturas, partidos e coligações concorrentes ao governo em 2014 (Arte: G1 RN, 2014)

O Psol deverá repetir o nome do professor universitário Robério Paulino para concorrer ao governo.

Freitas Júnior, do REDE, é mais um concorrente confirmado à disputa ao governo.

Vereadora grossense Clorisa Linhares (PSDC), um dos primeiros nomes a se pronunciar com esse fim.

O atual secretário de Segurança do município de Mossoró, general Eliéser Girão (PSL), tem o nome defendido ao governo, para dar palanque à candidatura presidencial de Jair Bolsonaro (PSC) no estado.

Nome que aparece

O deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) cobrou há poucas semanas que seu nome fosse incluído em planilhas de pesquisas eleitorais, como opção à sucessão estadual. Em pesquisa divulgada dia passado, ele apareceu em quinto lugar (veja AQUI).

Kelps faz aparição, mas seu foco é outro (Foto: AL)

Mas é pouco provável que realmente aposte numa candidatura ao governo, abandonando reeleição quase certa.

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU) homologou a candidatura da enfermeira Simone Dutra em 2014, mas é possível que apresente outro militante à corrida eleitoral à Governadoria, este ano.

Alijados

Quem se volatizou no tempo foi o desembargador Cláudio Santos (sem partido). Na démarche dos últimos meses praticamente sumiu das intenções de voto e do noticiário.

Se esperava ser ungido por algum grupo tradicional ou força alternativa, desista. Só há um caminho: empinar candidatura em faixa própria. Ou engatar marcha à-ré.

Situação parecida ocorre com o empresário e ex-candidato a prefeito de Mossoró em 2016 – Tião Couto (PSDB).

É peça praticamente fora do jogo, por exclusão do seu próprio partido (veja AQUI). Além disso, como “pré-candidato” não se viabilizou por ação própria a qualquer cargo eletivo – governo ou Senado.

Eleições ao Governo do Estado em 5 de outubro de 2014:

Henrique Eduardo Alves (PMDB) – 47,34% (702.196)
Robinson Faria (PSD) - 42,04% (623.614)
Professor Robério Paulino (PSOL) – 8,74% (129.616)
Simone Dutra (PSTU) – 0,98% (14.549)
Araken Farias (PSL) – 0,90% (13.396)
Votos apurados – 1.935.105
Votos válidos  - 76,66% (1.483.371)
Brancos – 7,05% (136.498)
Nulos – 16,29% (315.236)
Abstenções – 16,83% (391.478)
* Fonte: Blog Carlos Santos

Cogita em conversa interna no seu grupo, uma terceira opção que sempre vinha descartando: concorrer a uma vaga à Câmara Federal.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política / Reportagem Especial
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
segunda-feira - 19/03/2018 - 15:35h
Política

Êeee, Tião!

Cúpula do PSDB do RN humilha e isola ex-candidato a prefeito de Mossoró rumo à campanha 2018

Há tempos o comando do PSDB do RN isolou o empresário e ex-candidato a prefeito de Mossoró Tião Couto (PSDB). É uma  postura recheada de episódios que devem levar Tião a sair do partido por “livre e espontânea pressão”.

Vira-lhe as costas, desdenha-o e anula-o, mesmo com o capital eleitoral que o empresário amealhou na eleição municipal de 2016: 51.990 (39,39%) votos, em sua estreia nas urnas. Enfim, um profundo desrespeito.

Ezequiel, Tião e Rogério Marinho dia 14 de maio do ano passado: promessa para lubidriar (Foto: arquivo)

Confirmando-se o desembarque do grupo da deputada estadual Larissa Rosado (PSB) na legenda – veja AQUI, sob o apadrinhamento do presidente tucano e da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira de Souza, teremos mais outro ato desse enredo de humilhações.

No último sábado (10), por exemplo, Tião Couto participou de evento ao lado do deputado federal Rogério Marinho (PSDB) no Seridó – veja AQUI, posando a seu lado, e não foi sequer citado em release (matéria oficial) do parlamentar distribuído á imprensa.

Alerta e promessa

Antes, dia 6, viabilizou a presença do presidenciável Flávio Rocha (sem partido) em Mossoró para lançar o “Movimento Brasil 200″ (veja AQUI), mas a cúpula do PSDB não lhe prestigiou.

No dia 14 de maio de 2017, na Convenção Municipal do PSDB em Mossoró, Rogério Marinho avisou que Tião seria o nome do PSDB ao governo em 2018. Promessa para ludibriá-lo. Nos dias e meses seguintes o PSDB foi tirando o ‘chão’ do ex-candidato a prefeito.

As situações embaraçosas não param por aí. Vá anotando.

No dia 7 de janeiro deste ano (veja AQUI), Ezequiel e o também deputado tucano Gustavo Carvalho aportaram na casa de praia da deputada Larissa Rosado e de sua mãe e vereadora Sandra Rosado (PSB), para participarem de almoço político. Ambas, adversárias de Tião, além da própria prefeita mossoroense Rosalba Ciarlini (PP), que o derrotou em 2016 e prestigiou o convescote.

Ezequiel (centro) prestigia adversárias de Tião (Foto: Arquivo)

Contudo no dia 20 de dezembro de 2017, Tião e o seu vice em 2016, empresário Jorge do Rosário (PR), promoveram o “Encontro de Articulação Política RN Melhor” em Mossoró e não tiveram a presença de Ezequiel ou qualquer dirigente estadual da sigla. Seria o pontapé da pré-campanha dele ao governo potiguar, mas que se revelou um fiasco.

Semanas antes, Ezequiel passara por Mossoró para um compromisso político e não fez sequer um contato com o importante correligionário tucano. Nem um alô pelo “zap-zap” (WhatsAPP).

Disparate

A assessoria de Tião Couto ‘plantou’ tentou reagir à ‘cristianização’ do empresário. Espalhou tese na imprensa de Mossoró, Natal e redes sociais de que a direção nacional do PSDB e o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) acabariam por referendar sua postulação ao governo, com ou sem apoio de Rogério e Ezequiel. Um disparate que sequer publicamos nesta página.

O que ocorre foi antecipado pelo Blog Carlos SantosTião caminha à disputa estadual desconectado da realidade – ainda ano passado (25 de julho de 2017). Voto é um “ativo” frágil e a política exige ações proativas de quem quer ser protagonista. Tião está sendo tangido pelos donos do PSDB-RN.

Êeee, Tião!

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
segunda-feira - 12/03/2018 - 12:58h
Análise

Zenaide Maia é uma realidade eleitoral em disputa acirrada

Garibaldi e Agripino vão à reeleição em campanha que parece não ter espaço para 'novidades' maiores

A disputa eleitoral ao Senado da República este ano no Rio Grande do Norte e nos demais estados federados terá duas vagas. No ambiente potiguar talvez tenhamos uma das contendas mais emocionantes, conforme já apontam números de pesquisas (dezembro de 2017 e fevereiro de 2018).

A sondagem mais recente, divulgada na sexta-feira (9) pela FM 98.9 e o Instituto Consult, foi realizada entre dias 24 e 27 de fevereiro. A anterior teve coleta de dados entre 2 e 7 de dezembro, sob encomenda da Federação das Indústrias do RN  (FIERN), também realizada pelo Instituto Consult – veja AQUI.

Zenaide marcha com consistência e pode jogar atuais senadores à briga à parte no mesmo palanque (Foto: sem identificação)

O que os números mostram agora, é que a deputada federal Zenaide Maia (PR), pré-candidata ao Senado, é uma realidade em termos de intenções de voto, ameaçando abocanhar uma vaga. Caminha para fazer dobradinha ao governo com a senadora Fátima Bezerra (PT).

O senador José Agripino (DEM) terá maiores dificuldades em conter marcha da parlamentar (sua prima), mas o também senador Garibaldi Filho (MDB) que se cuide.

A pesquisa aponta que Garibaldi é o líder na primeira opção de votos, mas Zenaide já colou nele e há empate técnico na opção “Estimulada” (quando os nomes dos pré-candidatos são apresentados pelo pesquisador).

O senador emedebista tem 16% e Zenaide soma 14,65. Agripino já ficou com 6,65%. Os demais nomes apresentados aparecem bem atrás (veja boxe abaixo).

Senado – Primeiro Voto

Garibaldi Filho – 16%; (era 15,76% em dezembro)
Zenaide Maia – 14,65%; (era 12,12% em dezembro)
José Agripino – 6,65% (era 6,94% em dezembro)
Carlos Eduardo Alves (PDT) – 4,59%;
Geraldo Melo (sem partido) – 2,88%;
Ney Lopes (PSD) – 1,94%;
Magnólia Figueiredo (SDD) – 1,88%;
Flávio Rocha (sem partido)  – 1,24%;
Fábio Dantas (PSB) – 0,94%;
Joanilson de Paula Rego (PSDC) – 0,82%;
Tião Couto (PSDB) – 0,41%;
Luiz Roberto Barcelos (sem partido)  e outros – Zero%;
Nenhum – 35,53%;
Não Sabe Dizer – 12,35%.

Um fio de esperança aparece para José Agripino, quando se indaga qual o segundo nome ao Senado do entrevistado, apresentando-se a lista de opções. Aí, o senador do DEM figura em primeiro lugar com 7,6% (era 6,18% em dezembro), seguido de Garibaldi com 5,88% (era 3,12% em dezembro) e Zenaide obtém 4,41% (era 3,12% em dezembro).

Na planilha que soma o primeiro e segundo votos ao Senado, Garibaldi é o primeiro lugar com 21,88% (era 18,88% em dezembro), mas Zenaide outra vez está próxima em empate técnico, com 19,06% (era 15,24% em dezembro) e José Agripino é apenas o terceiro com 13,71% (era 13,12%).

Garibaldi e Agripino: reeleição (Foto: arquivo)

Rejeição

O senador Agripino é o campeão de rejeição com 21,7%, seguido de Garibaldi com 16,5%, enquanto Zenaide possui apenas 3,5%.

Os eleitores também foram ouvidos sobre o projeto de reeleição dos atuais senadores. O resultado é de novo bastante desfavorável a José Agripino, num comparativo com Garibaldi Filho. A renovação de mandato do senador do DEM é vista como “ruim” para 29,06% dos ouvidos e “péssima” para 21,82%. A soma bate em 50,88%.

Já Garibaldi Filho ostenta 27,53% de “ruim” e 18,76% de “péssimo”, totalizando 46,29% que não querem sua volta ao Senado.

Pesquisa Espontânea

Um sinalizador de que a briga pelo voto ainda pode sofrer mudanças na movimentação de peças e até com alguma surpresa não observada até aqui, é indicada pela pesquisa com pergunta espontânea (quando o entrevistado cita algum nome de memória, sem ter qualquer opção).

O Não Sabe Dizer atinge 71,2% e Nenhum fica em 22,1%, totalizando 93,3%. Porém mesmo aí, Zenaide (nome menos conhecido num comparativo com os atuais senadores) empina 2,1%, Garibaldi ergue 1,7% e Agripino levanta 1,2%. Atrás deles, nenhuma ‘surpresa’.

Se forem pro mesmo palanque, “casando” votos, Garibaldi e Agripino talvez cheguem às urnas duelando entre si. Quem sobrará, se realmente Zenaide continuar em ascensão? Faça suas apostas. A luta está apenas em suas prévias.

Leia tambémFátima ganha status de ‘favorita’ ao crescer em pesquisa;

Leia tambémFátima Bezerra lidera corrida ao Governo do Estado do RN;

Leia tambémMaioria do eleitor não quer nenhum nome ao Senado;

Leia tambémRobinson é campeão de rejeição e reprovação; Agripino o mais rejeitado ao Senado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
domingo - 11/03/2018 - 10:52h
Parelhas

Flávio Rocha conhece indústria que gera emprego no sertão


“Empregado e empregador unidos”. Com essa frase impressa numa faixa e discursos em defesa do trabalho, do emprego e da renda, o empresário e executivo do Grupo Riachuelo, Flávio Rocha, falou para expressivo público em Parelhas nesse sábado (10). Ele conheceu no município seridoense unidades do projeto Pro-Sertão.

Caravana reuniu público expressivo em Parelhas nesse sábado conhecendo Pró-Sertão (Foto: cedida)

Presente à visita e ao evento, o deputado federal Rogério Marinho (PSDB) lembrou que foi ele que criou o projeto Pró-Sertão em 2013, quando era secretário de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte. Na época, contou justamente com a parceria decisiva de Flávio Rocha e a Guararapes, além da Fiern, Senai e Sebrae.

Atualmente, são mais de 5 mil empregos diretos gerados pelo projeto. E a expectativa desde o início do programa era aumentar em até quatro vezes esse número.

Comunidade rural

Antes do evento público, Rogério, Flávio e dezenas de pessoas visitaram uma das fábricas que participam do projeto, na Comunidade Cachoeira, zona rural de Parelhas

O evento contou com as presenças dos prefeitos Batata Araújo (Caicó), Sérgio Fernandes (Serra Negra do Norte), Alexandre Petronilo (Parelhas), Sueleide Araújo (Tenente Laurentino Cruz), Amazan (Jardim do Seridó), Hudson Brito (Santana do Seridó), Polion Maia (São Fernando), Lusimar Porfírio (São Francisco do Oeste), Lydice Araújo (São João do Sabugi), Noeide Sabino (Equador), Jodoval Pontes (Japi), Maria Dalva Miúda (São José do Seridó), Iracema Pereira (São Vicente), Maria das Graças (Cerro Corá), Isaías Cabral (Acari) e Sally (Cruzeta).

Também estiveram presentes muitos vereadores e lideranças empresariais e políticas da região e de outras áreas do estado, como o ex-candidato a prefeito de Mossoró e empresário Tião Couto (PSDB).

Duelo contra o MPT

Ano passado, uma polêmica em torno da multa de mais de R$ 37,7 milhões aplicada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT/RN), colocou a empresa Guararapes Confecções S/A (Grupo Riachuelo) no centro de discussões e embate jurídico acalorados.

O MPT acossou o grupo com denúncias de supostas irregularidades trabalhistas em facções têxteis espalhadas principalmente pelo interior do estado.

Também partiu pro campo pessoa, abrindo demanda judicial coletiva contra o próprio Flávio Rocha.

ACOMPANHE O CASO

Leia também: Flávio Rocha fala sobre economia e política no Roda Viva AQUI;

Leia também: Entidades de auditores fiscais dão apoio ao MPT/RN AQUI;

Leia também: Informações divulgadas como “fake” satanizam Guararapes AQUI;

Leia também: III Grito do Emprego repete sucesso de eventos anteriores AQUI;

Leia também: Grito do Emprego mobiliza expressivo número de pessoas AQUI;

Leia também: Um silêncio muito estranho no Senado AQUI;

Leia também: Garibaldi apela para conciliação entre empresa e o MPT/RN AQUI;

Leia também: MPT/RN promete recrudescer a relação com Guararapes AQUI;

Leia também: Facção Têxtil de Antônio Martins é vista como caso de sucesso AQUI;

Leia também: Ato pró-emprego acontecerá em frente à sede do MPT/RN AQUI;

Leia também: “Grito do emprego” mobiliza vários setores no final de semana AQUI;

Leia também: Ministério Público do Trabalho é nocivo ao RN e a seu povo AQUI;

Leia também: Ministério Público do Trabalho diz defender direitos trabalhistas AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Economia / Política
sábado - 10/03/2018 - 18:28h
Análise

Fátima ganha status de ‘favorita’ ao crescer em pesquisa

Números dizem que senadora ganhou força em meio a eleitores que até então não tinham preferências

A mais recente pesquisa de opinião pública divulgada no estado, que aferiu o pensamento popular sobre aspectos das eleições deste ano, não apresenta maiores novidades num comparativo com a divulgada no dia 14 de dezembro do ano passado. Mas revela algumas tendências e estimula-nos a algumas previsões que podem se confirmar no pleito de outubro.

Números mostram que Fátima cresce em meio aos que estavam alheios à disputa ao governo (Foto: arquivo)

A sondagem veiculada nessa sexta-feira (9) pela FM 98.9 do Natal, em parceria com o Instituto Consult, teve trabalho de campo entre os dias 24 e 27 de fevereiro. A anterior teve coleta de dados entre 2 e 7 de dezembro, sob encomenda da Federação das Indústrias do RN  (FIERN), também realizada pelo Instituto Consult – veja AQUI.

O que parece mais claro, ainda, é que o eleitor continua distanciado do burburinho político, mas dá sinais de diminuição desse alheamento. Não existe ninguém disparado na preferência popular ao Governo do Estado.

Entretanto tem quem apareça em viés de crescimento e capacidade de avançar mais ainda: a senadora Fátima Bezerra (PT). Ela é o nome a ser batido na corrida ao governo potiguar e tende a ter como principal contendor o prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT).

Até no quesito “rejeição” eles estão num patamar aceitável, com 11,2% dela e 11,3% dele, contra 51% do governador Robinson Faria (PSD).

A princípio, não existem indícios de que um terceiro nome possa surpreender os dois. A princípio.

Fátima dá um salto à frente

A senadora Fátima Bezerra em dezembro empalmou 20,29% das intenções de voto, saltando agora para 27,12%. O crescimento foi de 6,83%.

Carlos e Jeferson: sem gordura (Foto: Web)

O seu principal adversário e potencial concorrente, prefeito natalense Carlos Eduardo Alves, teve uma ‘engorda’ mixuruca, dentro da margem de erro, saindo de 11,41% para 13,29%, ou seja, elevação de esquálida de 1,88% que nem deve ser considerada.

E é importante se assinalar, que a senadora dá um salto a mais à frente sem praticamente se mexer, em contraponto a Carlos Eduardo que acabou de sair com o moral elevada do “Carnaval Multicultural”, promovido por sua gestão no início de fevereiro.

Até aqui, parece que a gordura do Rei Momo natalense Silvano Jeferson não passou em nada para ele.

É interessante ser destacado também, que caiu quase 10% percentuais o universo de eleitores que estavam alheio à própria disputa que se avizinha. Em dezembro, 41,24% dos ouvidos diziam não ter Nenhum candidato e 11,71% eram da ladainha “Não Sabe”. Total: 52,95%.

Agora, na pesquisa FM 98.9/Consult, “Nenhum” ficou em 31% e Não Sabe apareceu com 12,99%. Soma: 43,29%.

Nomes não empolgam, não incomodam

Ou seja, o desinteresse/desinformação quanto à eleição ao governo caiu 9,66%. E quem se capitalizou com isso? Fátima Bezerra. Ela atraiu grande parte desses eleitores que passaram a ter escolha ativa. Cresceu 6,83% nas intenções de voto.

Fábio e Robinson: rachados e minguados (Foto: arquivo)

O governador Robinson Faria não saiu do canto (tinha 5% e agora obteve 5,33%) e o ex-governador Geraldo Melo (sem partido) foi pela primeira vez incluído no formulário de perguntas, alcançando 7,29%. Provavelmente beneficiou-se da faixa de eleitor de Flávio Rocha (sem partido), que estava na pesquisa de dezembro e amealhou 6,59%, mas não foi incluído agora.

O vice-governador dissidente Fábio Dantas (sem partido) – com 1,76% – está há pouquíssimos dias se apresentando como pré-candidato. O desembargador Cláudio Santos (sem partido) e o empresário Tião Couto (PSDB), com 1,29% e 0,47%, nada representam. Encolheram mais ainda, pois em dezembro Cláudio Santos somou 2% e Tião Couto juntara 1,41%.

Leia tambémFátima Bezerra lidera corrida ao Governo do Estado do RN;

Leia tambémMaioria do eleitor não quer nenhum nome ao Senado;

Leia tambémRobinson é campeão de rejeição e reprovação; Agripino o mais rejeitado ao Senado.

O deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) não teve o nome incluído na planilha. É outro que muito recentemente noticiou que é pré-candidato ao governo, mesmo qualquer pessoa razoavelmente bem-informada sabendo que é puro jogo de cena.

Ele concorrerá à reeleição.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
  • Lion, Moda Masculina, de João Paulo Araújo - 11-08-15
sexta-feira - 09/03/2018 - 18:34h
Pesquisa 98.9/Consult

Fátima Bezerra lidera corrida ao Governo do Estado do RN


Blog do BG/FM 98.9/Instituto Consult

A FM 98.9 do Natal apresentou agora à noite o resultado de pesquisa de opinião pública com números da corrida eleitoral no estado.

Senadora petista aparece com dianteira em relação a outros pretensos candidatos ao governo (Foto: autor não identificado)

A pesquisa foi realizada entre 24 e 27 de fevereiro, com 1700 entrevistas em todo o Estado. A margem de erro é de 2,3% para mais ou para menos.

A sondagem teve o seguinte resultado ao governo estadual, nas perguntas Estimulada e  Espontânea:

Estimulada

Fátima Bezerra (PT) – 27,12%;
Carlos Eduardo Alves – 13,29%;
Geraldo Melo (sem partido) – 7,29%;
Robinson Faria (PSD) – 5,35%;
Fábio Dantas (sem partido) – 1,76%;
Tião Couto (PSDB) – 1,29%;
Nenhum – 31%;
Não Sabe – 12,29%

Espontânea

Fátima também lidera quando os nomes dos candidatos não são apresentados aos entrevistados.

Ela tem 5.41%. Depois vem Carlos Eduardo (1,94%) e Robinson Faria (1,35%). Os demais não pontuaram acima de um ponto percentual.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
terça-feira - 06/03/2018 - 10:44h
Presidência da República

Flávio Rocha lança ‘Brasil 200′ e é incentivado a ser candidato


O lançamento do “Movimento Brasil 200″ (conheça AQUI) em Mossoró nessa segunda-feira (5) foi um expressivo sucesso. A cruzada do empresário Flávio Rocha pelo país, pregando princípios liberais para a economia e a defesa do “Estado mínimo”, arrebanhou plateia numerosa de empresários, políticos e curiosos da cidade e de vários outros municípios.

Flávio Rocha (centro) foi muito aplaudido e incentivado à candidatura presidencial (Foto: cedida)

Cerca de 600 pessoas compareceram ao Garbos Recepções e Eventos para ouvir Flávio Rocha. Os ex-candidatos a prefeito e vice de Mossoró, respectivamente Tião Couto (PSDB) e Jorge do Rosário (PR), articuladores da iniciativa, também se pronunciaram.

Apesar de insistir que não faz um périplo político-eleitoral, mas cívico, em várias momentos de sua palestra e intervenções de outros oradores à mesa dos trabalhos, ele foi ovacionado como nome à Presidência da República.

Seu sorriso de assentimento a cada manifestação indicava contentamento.

Flávio Rocha, CEO do Grupo Riachuelo, desembarcou em Mossoró próximo das 16 horas, procedente de Natal, onde tinha participado do evento denominado de “Motores do Desenvolvimento do RN”.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.