sexta-feira - 30/05/2014 - 11:27h
Mossoró

Robinson trabalha entendimento da bancada de novo prefeito


O vice-governador dissidente Robinson Faria (PSD) está no Palácio da Resistência, sede da Prefeitura de Mossoró.

Ele define a visita como uma manifestação de cortesia ao prefeito do seu partido, empossado ontem, Francisco José Júnior (PSD).

Porém, seu papel por lá é bem mais edificante e, também, menos protocolar.

Robinson costura entendimento e pacificação da bancada governista, que está fracionada por conta de duas eleições internas na Câmara Municipal (veja postagem mais abaixo).

Tudo indica que vai sair “fumacinha” branca da reunião.

Aguardemos.

Acompanhe novidades de bastidores em nosso Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 30/05/2014 - 11:04h
Mal-estar

Relações entre prefeito e Jório Nogueira estão deterioradas


Francisco: indignação e desapontamento (Foto: Ricardo Lopes)

Ficaram esgarçadas e com profundo fosso, as relações entre o prefeito Francisco José Júnior (PSD) e o vereador Jório Nogueira (PSD). Discutiram feio ontem.

Reunião entre o prefeito e cinco vereadores dissidentes, entre eles o próprio Jório (veja postagem AQUI), abalaram a convivência do prefeito com o vereador e outros parlamentares da base de apoio do governo mossoroense.

A própria postulação de Jório para presidência da Câmara Municipal, biênio 2015-2016, “subiu ao telhado”. Terá enormes dificuldades para se sustentar.

Arenga

Nunca foi prioridade do prefeito. Hoje, menos ainda.

Na reunião de ontem houve dedo em riste, ameaças de rompimento, troca de acusações, mão na mesa e outros sinalizadores de tensão e enfrentamento. No corredor onde fica o gabinete de Jório, em que acontecia o bate-boca, era possível se ouvir a arenga.

Ontem mesmo, o prefeito começou trabalho mais contundente para eleger o vereador Francisco Carlos (PV) para a presidência em mandato tampão até 31 de dezembro deste ano.

Em relação ao biênio, um nome já se sabe que dificilmente terá apoio do Palácio da Resistência: Jório Nogueira.

Categoria(s): Política
  • Banner 9 - Raf Propaganda - Governo do RN - 25 a 29-02-2020 - Educação
sexta-feira - 30/05/2014 - 09:13h
Mossoró

Prefeitura vai garantir regularização de milhares de casas


Jerônimo aponta benefícios (Foto: Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Mossoró)

Uma excelente notícia para milhares de mutuários de casas em Mossoró. A informação alvissareira chega depois de incontáveis anos de espera. Em certos casos, mais de 25 anos e inúmeras promessas políticas.

A Prefeitura, consorciada com o Estado, vai oficializar meios à escrituração dos terrenos à regularização de imóveis de vários conjuntos habitacionais. Quem repassa a notícia ao Blog é o secretário da Fazenda do município, auditor fiscal Jerônimo Rosado de Sousa Neto.

Segundo ele, a iniciativa vai permitir benefícios a quem possui imóveis no Promorar, Santa Delmira I e II, Abolição IV, Redenção II, Independência I e II, Resistência, além de Liberdade I, II e III. “No total são 4.581 unidades residenciais que poderão ser regularizadas”, afirma o secretário. Derivam da época da “Cohab”, empresa estadual responsável pela política habitacional do estado.

Benefícios

São inúmeros os benefícios da medida que deverá estar oficializada em breve espaço de semanas. Ele cita: “Facilitará negociações imobiliárias (compra, venda), permitirá a escritura pública que assegura a posse do bem, além de viabilizar meios de financiamento para reforma e ampliação de imóveis”.

Jerônimo informa que o trabalho da prefeitura, nos últimos meses, avançou bastante e há estudo para que seja lançado um  programa a ser denominado de “Papel legal”, para regularização de escrituras.

O secretário informa que cerca de “70% dos imóveis de Mossoró não possuem escritura pública”. Isso revela a grande demanda reprimida de tributo direto do município, que compromete serviços básicos à população.

Por outro lado, é extremamente prejudicial aos proprietários e ao segmento imobiliário.

Veja abaixo, os conjuntos beneficiados com a iniciativa da prefeitura, nesse primeiro momento:

I -    Conjunto Habitacional Independência I         -       100 unidades;

II-    Conjunto Habitacional Independência II        -       100 unidades;

III-   Conjunto Habitacional Redenção II                 -         70 unidades;

IV-   Conjunto habitacional Resistência                  -         80 unidades;

V-    Conjunto Liberdade- 1ª Etapa                         -        776 unidades;

VI-   Conjunto Liberdade- 2ª Etapa                         -        186 unidades;

VII-  Conjunto Liberdade- 3ª Etapa                         -        180 unidades;

VIII- Conjunto Abolição IV                                        -      1440 unidades;

IX-    Conjunto Santa Delmira I                                -         664 unidades;

X-      Conjunto Santa Delmira II                              -         648 unidades;

XI-     Conjunto Promorar                                         -         337 unidades.

Categoria(s): Administração Pública
sexta-feira - 30/05/2014 - 08:29h
Eleições 2014

Henrique desmitifica “acordão” e cobra debate elevado


Alex e Henrique conversam no estúdio da FM 94 (Natal)

O pré-candidato a governador Henrique Alves (PMDB) foi inquirido hoje pela manhã, sobre a pecha de “acordão”, que adversários tatuam na aliança que ele forma. Evitou rodeios.

Deu entrevista ao jornalista Alex Viana, no programa “Jornal da Cidade”, na FM 94 (Natal).

Lembrou que é imprescindível a costura de base de apoio para administrar, sendo próprio da política a união.

Citou – por exemplo – que a presidente Dilma Rousseff (PT) deverá ter cerca de 14 partidos dos mais variados matizes, em torno de si, no projeto de reeleição. Mesma situação para a sucessão em Pernambuco, do substituto do presidenciável Eduardo Campos (PSB) – João Lyra Neto (PSB). Um cenário que se repete por todo o país, frisou.

Mossoró

Henrique recorreu até a um caso mais próximo. Em Mossoró, em recente eleição suplementar, o candidato eleito – Francisco José Júnior (PSD) – contou com o PT, PSDB e o deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM) no palanque.

Por lá, lembrou o pré-candidato, não se falou em acordão.

Em sua ótica, esse discurso desvirtua o debate e impede que questões realmente relevantes para o povo e o Rio Grande do Norte sejam focados.

- Acreditamos que radicalismo não é o caminho. Isso não faço e não farei – assinalou.

Também ponderou que é fundamental a quebra de barreiras que levem a política e os políticos ao radicalismo. Sua experiência na presidência da Câmara Federal, disse, é a prova de que é possível unir os contrários:

- Eu acho que aprendi na minha vida publica a ouvir. Naquela Casa (Câmara Federal) temos 22 partidos e é ouvindo que se constrói caminhos.

Categoria(s): Política
  • Banner 9 - Raf Propaganda - Governo do RN - 25 a 29-02-2020 - Educação
sexta-feira - 30/05/2014 - 08:08h
Eleições 2014

Walter Alves vira outro complicador para Henrique Alves


O presidente da Câmara Federal e pré-candidato a governador pelo PMDB, Henrique Alves, precisa agir rápido para debelar crise na aliança que costura. É fogo de monturo.

Lideranças de partidos e pré-candidatos à Câmara Federal estão incomodados com suposto favorecimento ao deputado estadual e pré-candidato à Câmara Federal Walter Alves (PMDB).

As escaramuças apontam até para rompimento.

Ricardo Motta (PROS), presidente da Assembleia Legislativa, já mandou recado avisando que não vai tolerar privilégios que comprometam a eleição do seu filho, o vereador natalense Rafael Motta (PROS).

Curo e grosso.

Categoria(s): Política
sexta-feira - 30/05/2014 - 07:12h
Partido dividido

DEM deve arrastar decisão de candidatura para final de junho


Ninguém espere uma definição quanto à candidatura própria ou não, do DEM, ao Governo do Estado, na reunião do seu Diretório Estadual. Está marcada para a próxima segunda-feira (2), às 9h, em sua sede em Natal.

Provavelmente, o impasse a ser discutido será arrastado para mais adiante, em convenção estadual no final de junho.

Existem duas alas se digladiando, por adoção de posições distintas, portanto num antagonismo interno que nunca tinha ocorrido no partido em sua história, no Rio Grande do Norte.

Desdobramentos

O presidente nacional e estadual da sigla, senador José Agripino, aponta o DEM para aliança e apoio à pré-candidatura ao Governo do presidente da Câmara Federal, Henrique Alves (PMDB).

O secretário-chefe do Gabinete Civil e marido da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, topou a queda de braço com o primo Agripino. Desencadeou uma agressiva operação para cooptar a maioria dos votos  para garantia de legenda à Rosalba.

São 59 votos em jogo e muito mais do que isso. Os desdobramentos da decisão são imprevisíveis, seja ela lá qual for.

 

 

Categoria(s): Política
  • Banner 9 - Raf Propaganda - Governo do RN - 25 a 29-02-2020 - Educação
sexta-feira - 30/05/2014 - 06:57h
Mossoró

“Sorrindo no São João” levará humor ao Cidade Junina


O Mossoró Cidade Junina é marcado pela diversidade de projetos e públicos. Na Praça de Eventos se concentram atividades variadas que atraem um grande número de pessoas. Uma delas é o Sorrindo no São João, que traz apresentações de humoristas já conhecidos e revela talentos através de concursos de humor.

O projeto acontecerá aos sábados, sempre a partir das 20h. No dia 14, a Cia Paraibana de Comédia de João Pessoa (PB) comanda a alegria do público e a programação também contará com Concurso de Imitações. Hirandelmar, o Coxinha, e o Concurso de Performance são as atrações do dia 21. O Sorrindo no São João termina no dia 28, com Concurso de Piadas e apresentação dos humoristas Ery Soares e Mafaldo Pinto.

Chico Anysio

O Festival de Humor será disputado em três categorias: Imitações, Performance e concurso de Piadas. As Imitações devem homenagear Chico Anysio, trazendo personagens desse ícone do humor nacional. Os participantes do Concurso de Performances poderão apresentar paródias ou dublagens.

As inscrições devem ser feitas no período de 9 a 28 de junho, de acordo com a categoria. A comissão julgadora observará a interpretação, originalidade, caracterização, aceitação do público e tempo de apresentação. O edital do Festival de Humor está disponível no Jornal Oficial de Mossoró do dia 09 de maio, disponível no site www.prefeiturademossoro.com.br/jom.

Categoria(s): Cultura
sexta-feira - 30/05/2014 - 06:39h
Mossoró e Ipanguaçu

Robinson prestigia posse e reforça palanque eleitoral


O vice-governador Robinson Faria (PSD) participou nesta quinta-feira (27) da posse e diplomação do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD) e  comício em Ipanguaçu ao lado dos deputados federais Fábio Faria (PSD) e Fátima Bezerra (PT).

Comício levou Robinson, Francisco José Jr e outros políticos a Ipanguaçu (Foto: divulgação)

Robinson parabenizou o prefeito de Mossoró pela posse. “Francisco José é um prefeito jovem que tem projetos modernos e fará uma gestão justa para beneficiar os mossoroenses”, afirma.

Em Ipanguaçu

Depois da posse em Mossoró, Robinson, Fábio, Fátima e o prefeito prestigiaram o comício do candidato a prefeito Geraldo Paulino (PT) e do vice Valdereto Bertoldo (PPS).

O deputado estadual Fernando Mineiro (PT), o presidente estadual do PT, Eraldo Paiva, o ex-prefeito Leonardo Oliveira (PT), vereadores e lideranças da região também participaram do comício.

A eleição suplementar em Ipanguaçu será no próximo domingo, dia 1 de junho.

Categoria(s): Política
  • Banner 9 - Raf Propaganda - Governo do RN - 25 a 29-02-2020 - Educação
sexta-feira - 30/05/2014 - 06:12h
Economia

Usibrás receberá importadores de castanha no Ceará


Andréh Jonathas (jornal O Povo)

Durante a Copa do Mundo, a Usibrás (empresa originária de Mossoró)  receberá importadores no Ceará. Os convidados são norte-americanos e fazem parte da ação da Apex-Brasil para trazer investidores ao País. Terão hospedagem, receptivo e ingressos para os jogos na Arena Castelão bancados pelo Governo Federal.

investidores que virão a Fortaleza para prospectar negócios na Copa do Mundo serão recebidos pela Usibras, indústria de processamento de castanha de caju no Ceará e no Rio Grande do Norte. A oportunidade de expandir as exportações está sendo viabilizada por meio de uma ação da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), vinculada ao Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic).

A Apex vai trazer ao Brasil 2,3 mil convidados de 104 países para a Copa do Mundo.

Lorena Araújo Vasconcelos, assistente executiva da diretoria Usibrás, participou do planejamento que tornou possível o contato com duas empresas norte-americanas. Uma delas é a Latitude/Specialty Commodities, uma das maiores importadoras de produtos orgânicos brasileiros. A outra é a YSA Brokers, empresa ponte entre empresários mundiais e dos Estados Unidos.

“Eles têm grandes projetos para o 2015, que é triplicar a compra de orgânicos para atender mercado asiático, por exemplo. Virão conhecer nossa fábrica”, conta. Ela revela que a Apex-Brasil está custeando a hospedagem e a ida para o jogo na Arena Castelão, inclusive com alguém da empresa local. “As empresas que estão vindo pagam as passagens. É um custo pequeno para a Usibras”, ressalta.

Nota do Blog Carlos Santos – A Usibrás é comandada pelo mossoroense Francisco Assis Neto (Grupo FAN), o “Assis da Usibrás”, um dos mais vitoriosos empresários locais, mas que há muitos anos ganhou dimensão multinacional, com negócios além das fronteiras do Brasil.

Sucesso é sempre um bom motivo para aplausos.

 

Categoria(s): Economia
quinta-feira - 29/05/2014 - 23:52h

Pensando bem…


“A verdadeira origem da descoberta consiste não em procurar novas paisagens, mas em ter novos olhos.”

Marcel Proust

Categoria(s): Pensando bem...
  • Lion Brazil - Banner Rodapé - 20-02-2020
quinta-feira - 29/05/2014 - 23:29h
Francisco José Júnior

Prefeito toma posse pregando igualdade em discurso


Por Marília Rocha (Nominuto.com)

Prefeito fez discurso após diplomação e posse (Foto:Nominuto.com)

Menos de um mês depois das eleições que apontaram a vitória de Francisco José Júnior (PSD) no dia 4 de maio, nesta quinta-feira (5) o prefeito eleito foi diplomado e empossado pela Câmara Municipal.

Em seu discurso, Francisco José falou em igualdade para a população e citou investimentos nos serviços públicos como saúde e educação. “Todos merecem atenção e respeito nos serviços”, descreve.

Presenças

Emocionado, o prefeito afirmou:

“Vamos – eu e o professor Luiz Carlos (PT) – nos esforçar ainda mais para melhorar a qualidade de vida da população de Mossoró”, afirmou.

Francisco José Júnior assinou hoje também a renúncia do cargo de vereador de Mossoró, que ocupou durante 14 anos.

Além dos vereadores de Mossoró, o vice-governador Robinson Faria (PSD), os deputados Fátima Bezerra (PT), Fábio Faria (PSD), Leonardo Nogueira (DEM), Antonio Jácome (PMN), o presidente do Tribunal de Justiça do RN, Aderson Silvino, os juízes eleitorais de Mossoró e lideranças políticas participaram das solenidades.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 29/05/2014 - 17:34h
Desenvolvimento Econômico

PDT espera uma secretaria em novo governo


O PDT mossoroense aguarda seu lugar no governo do prefeito eleito Francisco José Júnior (PSD), a ser diplomado e empossado hoje às 19h.

Pelas conversas preliminares, caberá à sigla a indicação de nome para a Secretaria do Desenvolvimento Econômico.

O partido é presidido no município pelo empresário Rútilo Coelho.

Tem um vereador na Câmara Municipal, Tomaz Neto, mas que tomou posição  de apoio à então candidata Larissa Rosado (PSB), nas eleições suplementares de 4 deste mês.

Categoria(s): Política
  • Banner 9 - Raf Propaganda - Governo do RN - 25 a 29-02-2020 - Educação
quinta-feira - 29/05/2014 - 15:32h
Eleição na Câmara Municipal

Prefeito impõe nome de Fco. Carlos e enfrenta rebelados

Gustavo Rosado pode ser diretor de Câmara Municipal com a eleição de vereador do seu esquema

Virou ponto pacífico para o prefeito eleito, a ser diplomado e empossado hoje, Francisco José Júnior (PSD): a ordem é eleger Francisco Carlos (PV) para presidente da Câmara Municipal.

O prefeito quer ele como presidente da Casa no mandato tampão até o dia 31 de dezembro deste ano.

Francisco Carlos e prefeito: eleição a qualquer preço (Foto: arquivo)

A reunião de Francisco com cinco vereadores governistas que se rebelaram contra essa sua orientação, hoje, teve momentos de profundo mal-estar.

Jório Nogueira (PSD), Ricardo de Dodoca (PTB), Cícera Nogueira (PSD), Soldado Jadson (Solidariedade) e Nacízio Silva (PTN) mantiveram-se firmes. Não abrem mão do que está praticamente selado.

Eles possuem apoio uníssono da bancada da oposição (sete votos) para eleição de Jadson ou mesmo de Ricardo de Dodoca, que também apresentou seu nome à presidência.

- Eu respeito a preferência do prefeito, mas considero essa relutância em respeitar a vontade da maioria uma forma de veto a mim e aos demais colegas, que estiveram com ele antes e durante sua campanha – resmungou Jadson.

- Nós fomos excluídos de qualquer conversa sobre essa eleição por um grupo de nossa bancada, inexplicavelmente. Na oposição encontramos apoio irrestrito, que cobra apenas respeito à bancada e tem interesse em uma Câmara pacificada e não marcada por desavenças – ponderou ao Blog o vereador Jório Nogueira, que tem apoio para eleição de presidente no biênio 2015-2016.

A entronização de Chico Carlos seria uma forma do prefeito compensar e “prestigiar” o esquema da ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) e do atual secretário municipal da Cultura, Gustavo Rosado (PV). O “fafaísmo” não deve obter alguns cargos no governo, como pretendia. Vai influir menos do que imaginava.

A Câmara, pelo visto, pode se transformar num “puxadinho” do Palácio da Resistência (sede da prefeitura), para acomodar os “desassistidos” do esquema da ex-prefeita.

Tudo pode acontecer

Ontem à noite, a própria ala que defende um nome diferente para à presidência tampão, não selecionou Francisco Carlos. Em reunião na casa do vereador Claudionor dos Santos (PMDB) – veja AQUI -, o preferido foi Alex do Frango (PV). Teve oito dos nove votos à mesa. Carlos saiu antes do término da reunião.

Na próxima terça-feira (3), a Câmara Municipal, por força do seu Regimento Interno, deverá eleger o presidente e o 3º secretário para o mandato tampão, devido renúncia dos vereadores Francisco José Júnior e Luiz Carlos Martins (PT), que hoje tomam posse como prefeito e vice de Mossoró.

Até lá, tudo pode acontecer.

Os cinco rebelados somam doze votos, com os sete da oposição. O governismo estaria hoje com nove, mesmo assim dividido entre Alex do Frango e Francisco Carlos.

O enfrentamento adotado pelo prefeito, em nome do esquema de Fafá, pode lhe trazer consideráveis dissabores. Muitos.

Os governistas rebelados temem que, na presidência da Casa, Francisco Carlos ganhe musculatura e apoio do próprio prefeito, para alterar acordos pactuados até o momento, assumindo o perfil que o caracterizou no período de Governo Fafá Rosado, quando se indispôs com meio-mundo de gente. Nunca foi símbolo de humildade e de coabitação respeitosa com contrários à sua vontade.

A cruz de Cristo

Há informação corrente, ainda, que Gustavo pode recuar do cargo menor a que parece destinado no novo governo (veja AQUI),  passando a compor com Francisco Carlos a dupla toda-poderosa que pontificou na prefeitura até final de 2012. Agora, com Francisco Carlos como presidente e ele na Direção-Geral do Legislativo.

A própria eleição da mesa diretora para o biênio 2015-2016 caminha para uma reviravolta. Jório, com eleição assegurada na atualidade, não pode acreditar em tamanho prazo de validade. “Sabe de nada, inocente”, diria um bordão de propaganda que se popularizou no Brasil.

A antecipação do pleito marcado para dezembro deste ano e a possibilidade de reeleição do presidente, que não é permitida na atualidade, seriam obtidas por Francisco com apoio do prefeito, frustrando Jório e seus aliados.

Com 14 votos, muda tudo num piscar de olhos. O Regimento Interno da Casa faz milagres, conforme a força de quem tem o poder na mão.

Veja mais bastidores políticos em nosso Twitter AQUI.

Enfim, mesmo antes da posse, o prefeito consegue algo inusitado para quem até bem poucos dias simbolizava esperança e era uma espécie de signo de mudanças. Ele mete medo nos próprios aliados.

A Câmara Municipal pode ser o seu calvário. Difícil será, depois, encontrar alguém para representar Simão Sirineu, o humilde judeu que ajudou a carregar a cruz de Cristo.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 29/05/2014 - 13:53h
Eleições 2014

Relações políticas que se complicam


Azedaram as relações políticas entre o pré-candidato a governador Henrique Alves (PMDB) e o presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ricardo Motta (PROS).

O zunzunzum nos intramuros da Assembleia Legislativa indicam, que Motta voltou a ver com “bons olhos” a governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

O mesmo podendo acontecer com PSDB do ex-deputado federal Rogério Marinho e o PMN do deputado estadual Antônio Jácome.

A luta por “espaços” e apoios às eleições deste ano fermentam esse mal-estar.

Aguardemos, pois.

Categoria(s): Política
  • Lion Brazil - Banner Rodapé - 20-02-2020
quinta-feira - 29/05/2014 - 12:53h
Crise em bancada

Prefeito se reúne em Câmara com cinco vereadores


Neste momento, o prefeito eleito Francisco José Júnior (PSD) está reunido a portas fechadas com cinco vereadores de sua bancada.

A reunião inesperada ocorre no gabinete do vereador Jório Nogueira (PSD). Não estava agendada.

O prefeito reúne-se, após formalizar sua renúncia do mandato de vereador (veja postagem mais abaixo).

Na mesma sala ainda estão os vereadores Cícera Nogueira (PSD), Soldado Jadson (Solidariedade), Ricardo de Dodoca (PTB) e Nacízio Silva (PTN).

Em pauta, impasse na bancada governista para formação de chapa à disputa de duas eleições internas na Casa (veja AQUI).

Prefeito teme um racha acentuado, que reflita na própria atuação de seus vereadores na Câmara Municipal.

Acompanhe bastidores políticos em nosso Twitter AQUI.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 29/05/2014 - 12:45h
Vereadores

Francisco José Jr. e Luiz Carlos renunciam a mandatos


Francisco José Júnior (PSD) e Luiz Carlos Martins (PT) renunciaram oficialmente aos seus mandatos como vereadores agora pela manhã. O ato ocorreu na sala da presidência da Câmara Municipal.

Hoje às 19h, eles serão empossados respectivamente como prefeito e vice de Mossoró (veja AQUI).

Também foi dado posse como vereadores efetivos a Lucélio Guilherme (PTB) e Cìcera Nogueira (PSB), em lugar de Luiz Carlos e Francisco José Júnior.

Luiz Carlos Martins era 3º secretário da Casa e Francisco José Júnior o seu presidente, substituído interinamente por Alex Moacir (PMDB).

Categoria(s): Política
  • Lion Brazil - Banner Rodapé - 20-02-2020
quinta-feira - 29/05/2014 - 12:28h
Prefeitura de Mossoró

Gustavo Rosado terá espaço de poder reduzido em reforma


Nem a Cultura nem Gabinete (Relacionamento Institucional). Será outro, o destino do agitador cultural Gustavo Rosado (PV), na reforma político-administrativa que o prefeito eleito Francisco José Júnior (PSD)  realizará.

É provável, que Gustavo seja alojado na Secretaria de Atos e Expediente, que se situa no próprio Palácio da Resistência, sede da Prefeitura de Mossoró.

Francisco e Luiz Carlos têm Gustavo com imagem de outro modelo de governo (Foto: Blog do Skarlack)

Atualmente, Edna Paiva ocupa esse cargo protocolar. Ela participou de duas administrações da prefeita Rosalba Ciarlini-DEM (1997-2000 e 2001-2004) como Chefe da Assessoria Técnica.

Exerceu ainda o cargo de Gerente Administrativa de Expediente do Gabinete da Prefeita Fafá Rosado (PMDB) e, atualmente, está nesse cargo, como já fora da gestão de Cláudia Regina (DEM), prefeita casada e afastada.

Gustavo pleiteava voltar ao Gabinete, que na era do governo de sua irmã tinha outra nomenclatura e seu status era muito mais elevado: ficou conhecido como “prefeito de fato”, tamanho o poder exercido. Eclipsou Fafá, que raramente era vista tomando alguma decisão como prefeita de direito e fato.

Acompanhe bastidores políticos em nosso Twitter AQUI.

Na administração de Cláudia, Gustavo teve frustrado seu intento de ser mantido no cargo. Ganhou a Secretaria da Cultura, espécie de prêmio de consolação. A então prefeita eleita em 2012, evitou que ele continuasse pontificando na prefeitura, na antessala do seu gabinete.

Cláudia começou gestão com reforma administrativa que mudou até nomenclatura da Secretaria do Gabinete Civil para Gabinete do Prefeito (a), ou de Relacionamento Institucional.

Fixou nessa pasta quem confiava cegamente: Petras Vinícius, oriundo de seu gabinete na Câmara Municipal, onde fora vereadora.

Com Francisco José, em fase interina iniciada no dia 6 de dezembro do ano passado, Gustavo não conseguiu ser remanejado para o sonhado Gabinete. Novo desapontamento.

Manifesto

Por lá, o prefeito fixou o advogado Fábio Bento, homem de sua absoluta confiança, com quem já trabalhada na Câmara Municipal.

Gustavo seguiu na Cultura, mesmo sobre intenso bombardeio de setores do movimento cultural. A principal queixa a ele é baseada em supostos privilégios para amigos e ostracismo para quem o contraria.

Na própria campanha municipal suplementar,  houve manifesto em defesa de mudança na pasta da Cultura. O PT, partido aliado do prefeito, fez cruzada advogando essa mudança e deve ficar com seu lugar (veja AQUI).

A estratégia do novo prefeito é politicamente coerente. O retorno de Gustavo ao Gabinete seria uma forma de emblematizar a imagem de um modelo de governo vencido, o de Fafá, impedindo-o de firmar a própria identidade.

O Gabinete é uma espécie de cartão de apresentação e olhos de qualquer governo. Sua cara e identidade.

Acomodar Gustavo numa pasta meramente burocrática não chega a ser uma forma de prestigiá-lo, mas ao mesmo tempo, não deve ser visto como desapreço ao esquema de Fafá.  Sobram cargos e outras vantagens para ela, família e protegidos na administração atual. O que não devem ter, é o “controle” da situação, como durante oito anos contínuos.

Politicamente, o prefeito precisa cunhar uma gestão com sua impressão digital. O mesmo que Fafá tentou fazer em duas administrações contínuas, desgarrando-se da “madrinha” Rosalba Ciarlini.

A ex-prefeita Fafá distanciou-se da liderança de Rosalba e até se transformou em sua adversária. Como prefeita, sob comando do próprio Gustavo, reduziu espaços e limitou influência da hoje governadora e do seu marido, o líder Carlos Augusto Rosado (DEM).

Ao anunciar apoio a Francisco José a prefeito, este ano, em sua mansão no bairro Santo Antônio, Fafá e o marido deixaram claro que estavam mudando de lado e de líder. Seu marido, o deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM), nem tergiversou: “Francisco é uma nova liderança”, definindo o novo comandante-em-chefe.

Enfim, o óbvio é posto para Francisco e seu vice Luiz Carlos Martins (PT): ou fazem a própria história ou vão ser apenas apêndice do esquema de Fafá e família.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 29/05/2014 - 11:10h
Câmara Municipal de Mossoró

Jório Nogueira e Soldado Jadson trabalham por consenso


À noite dessa quarta-feira (28), em dois endereços distintos, vereadores da situação e da oposição fizeram reuniões que atestaram o racha na bancada governista. Tudo por conta de duas eleições internas na Câmara Municipal de Mossoró.

Jório tem maioria (Foto: Câmara Municipal de Mossoró)

Na casa do ex-presidente da Câmara Municipal Claudionor dos Santos (PMDB), nove vereadores do governo viveram discussão tensa. Francisco Carlos (PV) saiu antes do seu término, desapontado com a inclinação da maioria para apoio a Alex do Frango (PV), para ser candidato a presidente, no mandato tampão até o dia 31 de dezembro deste ano.

Francisco Carlos não esperava a exclusão do seu nome, mas aclamação. Alex teve oito votos a seu favor. Francisco, nenhum.

Já num sítio de propriedade do vereador Jório Nogueira (PSD), outro governista, dez vereadores (a maioria da oposição), fecharam questão no seu nome para presidência da Câmara Municipal no biênio 2015-2016, a ter início no dia 1º de janeiro de 2015.

Para o mandato tampão, o governista Soldado Jadson (Solidariedade) teve igual endosso, com aquiescência até mesmo do atual presidente interino da Casa, Alex Moacir (PMDB), da oposição. Moacir garantiu que não criaria dificuldade à harmonia.

Os vereadores Nacízio Silva (PTN) e Izabel Montenegro (PMDB) não compareceram ao encontro, mas por telefone endossaram a linha de discussão e escolhas.

Consenso

O Blog procurou falar com o vereador Soldado Jadson sobre conteúdo da reunião. Ele foi lacônico, inicialmente: “A conversa foi ótima”.

Jadson quer pacificação (Foto:Câmara de Mossoró)

E complementou: “Vamos conversar mais, sem barreiras partidárias e com interesse de fechar uma chapa de consenso, com oposição e governo, pacificando a Casa e dando suporte para que o prefeito Francisco José Júnior (PSD) possa governar sem radicalismo na Câmara”.

À tarde passada, o prefeito esteve reunido com sua bancada (veja AQUI) e não conseguiu consenso. Houve acerto para que nova reunião aconteça, fechando posição mais homogênea do governismo quanto às duas eleições internas na Câmara Municipal.

A princípio, há convergência para aclamação de Jório como presidente pro biênio conclusivo da atual legislatura. Ele tem os sete votos da oposição fechados com seu projeto.

Emperrou a conversa quanto ao mandato tampão.  Jadson apresentou seu nome, Francisco Carlos defendeu união em torno de si, mas uma ala sustentou a postulação de Alex do Frango.

O governismo é maioria na Casa, com 14 votos, mas não tem consenso. Daí a importância da oposição para decidir.

Jório e Soldado Jadson somariam hoje 14 votos, mas trabalham conjuntamente para que haja consenso com o governismo.

Categoria(s): Política
  • Lion Brazil - Banner Rodapé - 20-02-2020
quinta-feira - 29/05/2014 - 10:11h
Em Mossoró

PV “oficial” quer espaços sem Gustavo, Fafá e Fco. Carlos


O PV está em compasso de espera. Aguarda definição de espaços que vai ocupar no Governo de Francisco José Júnior (PSD) e Luiz Carlos Martins (PT).

Provavelmente, o PV terá duas secretarias. Gestão Ambiental, certa. A outra segue em discussão.

Dirigentes do partido, João Gentil e o ex-reitor da Universidade do Estado do RN (UERN), Walter Fonseca, tiveram exaustiva rodada de conversa com o prefeito nesta semana.

Pouca coisa avançou.

O PV tem uma versão verde e “oficial”, com a cara de Gentil e Walter, mas outra até aqui mais influente é “azul turquesa”. Trata-se da ala comandada pelo atual secretário da Cultura, agitador cultural Gustavo Rosado, com  reforço do vereador e ex-secretário municipal da Cidadania e atual vereador Francisco Carlos.

Penduricalho

Na verdade, as secretarias e dezenas e dezenas de cargos em nome do PV até o momento, são da “cota” da ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB), que utilizou o PV como um braço político de reforço ao seu esquema, desde a época em que estava no DEM e estava prefeita.

Gustavo e Francisco Carlos dão as cartas em nome de Fafá. Representam-na. O PV é só um detalhe. Penduricalho.

Gentil e Walter não aceitam que na contabilidade de “espaços”, o que é de Fafá, Gustavo e Francisco Carlos seja assinalado como da sigla.

Há alguns meses, a ala de Gustavo foi ejetada do comando municipal do PV, pela Executiva Estadual. Por lá está João Gentil, que levou o partido unido e trabalhou algumas articulações de bastidores, na campanha eleitoral do prefeito, este ano.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 29/05/2014 - 09:26h
Prefeitura de Mossoró

PT contabiliza duas secretarias em novo governo


Internamente, o Partido dos Trabalhadores (PT) de Mossoró já comemora. Tem motivos.

Socorro: Planejamento

Vai começar bem a gestão do prefeito e vice-prefeito eleitos Francisco José Júnior (PSD) e Luiz Carlos Martins (PT), respectivamente.

Terá duas importantes secretarias no novo governo.

As secretarias da Cultura e do Planejamento ficarão com integrantes do partido.

Na Cultura, o nome pensado é de Isolda Dantas. Para Planejamento, professora e ex-candidata a prefeito (em 2000) Socorro Batista.

Atualmente, a Cultura tem o controle do agitador cultural Gustavo Rosado (PV), líder do esquema político da ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB).

No Planejamento está Zuleica Maria Carvalho Lima, servidora de carreira do Município há mais de 20 anos.

As conversas do prefeito com representantes do PT, para montagem de equipe, avançaram sobretudo na última segunda-feira (26).

Categoria(s): Administração Pública / Política
  • Banner 9 - Raf Propaganda - Governo do RN - 25 a 29-02-2020 - Educação
quinta-feira - 29/05/2014 - 08:30h
Luizinho Cavalcante

Prefeito cassado apoia Henrique, mas cobra reciprocidade


Luizinho: segue Wilma

Prefeito cassado e afastado de Carnaubais, Luizinho Cavalcante (PSB) tem arestas com o PMDB, na política paroquial em seu município. Mas parece desarmado, em nome de projeto maior.

Em blog que assina com seu nome, Luizinho pondera que seguirá liderança da ex-governadora e pré-candidata ao Senado, Wilma de Faria (PSB), na composição com o PMDB do pré-candidato a governador Henrique Alves.

- Como liderado de Wilma, sigo sua orientação. E acredito, que os que desejam um Rio Grande do Norte melhor, compreenderão  as circunstâncias que vivenciamos – assinalou.

Mas cobrou reciprocidade: “Cabe aos liderados de Henrique e João Maia (PR) – pré-candidato a vice-governador – também se manifestarem.”

Causa pública

E complementou: “A causa é pública, e quem se utilizar do egoísmo, e de projetos pessoais, será atropelado pelo processo.”

Luizinho esteve conversando no início da semana com Henrique Alves, quando trataram de questões políticas estaduais. Pelo visto, se entenderam.

No domingo (25), ela aparentava desânimo com a postulação, no mesmo Blog. Leia abaixo:

Beco sem saída

Ontem estiveram  na cidade de Ipanguaçu, as maiores lideranças política do RN. De um lado Henrique Alves, José Agripino, Felipe Maia e Vilma de Faria, no palanque de Zé de Deus. No outro palanque, Ricardo Mota e seu filho Rafael, com Geraldo Paulino. No final todos com Henrique Alves, para governador. Durma com este barulho. É um beco sem saída.

Categoria(s): Política
quinta-feira - 29/05/2014 - 07:56h
Ipanguaçu

Francisco José Jr. reforça outra campanha eleitoral


Depois de ser diplomado e empossado (veja AQUI) como prefeito efetivo de Mossoró, o prefeito eleito Francisco José Júnior (PDS) deverá dar uma escapada das comemorações em torno da sua ascensão política.

Estará ainda à noite de hoje em Ipanguaçu.

Ele vai participar de movimentação política ao lado do candidato a prefeito Geraldo Paulino (PT) e do vice Valdereto Bertoldo (PPS), que concorrem à Prefeitura de Ipanguaçu (Vale do Açu).

O pleito suplementar está marcado para o próximo domingo (1º).

Categoria(s): Política
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.